Guardiões do Louvre: confira os detalhes do mangá (atualizado)

Entrou em pré-venda na Amazon (clique aqui para ver e comprar^^) o mangá Guardiões do Louvre, de Jiro Taniguchi, o primeiro mangá da editora Pipoca & Nanquim. Com a pré-venda vieram algumas informações sobre a obra. O título terá 136 páginas, todas coloridas, e terá capa dura. Seu preço será R$ 59,90 e ele está previsto para ser lançado dia 27 de abril. Vejam a capa nacional.

A obra possui apenas 1 volume e faz parte de uma coleção em parceria com o Louvre e dela participaram o autor de Hirohiko Araki com Rohan au Louvre, Taiyo Matsumoto, com Les chats de Louvre, e recentemente Naoki Urasawa, com Le signe des rêves.

Sinopse: O aclamado mangaká Jiro Taniguchi o convida a conhecer o Museu do Louvre de uma maneira inesquecível. Depois de uma excursão pela Europa, um artista japonês faz uma parada em Paris sozinho, com a intenção de visitar os museus da cidade. Mas, acamado em seu hotel devido a febre, ele enfrenta o sofrimento da solidão absoluta em uma terra estrangeira, privado de qualquer recurso ou apoio familiar. Quando a febre baixa um pouco, ele inicia seus passeios e logo se perde nos monumentais salões do Louvre. Lá, descobre muitas facetas do mundo das artes, em uma jornada que oscila entre alucinações febris e realidade. Ele se vê conversando com pintores famosos de diversos períodos da história, sempre guiado pelos… Guardiões do Louvre.

***

Atualização 26/03/2018: Em um vídeo em seu canal no Youtube, a editora confirmou outros detalhes. O mangá terá miolo em papel couchê e como dito antes pela empresa terá como base a edição francesa. Isso significa que o mangá será lançado em um formato grandão. Olhando na Amazon francesa chegamos ao formato 23,5 x 33 cm. Isso é maior até do que GITS – Perfect Book (21 x 29,7 cm), então de longe deve ser o mangá com maior dimensão já publicado no Brasil.

Curta nossa página no Facebook

Nos siga no Twitter

 BBM

22 comentários

    1. Eu acho que ta caro sim. GiTS 2.0 teve o dobro de páginas, sendo mais da metade colorida e está na mesma faixa de preço. Eu sei que tem o custo das licenças, tiragens e mais um monte de coisas que inviabilizam comparar as duas obras. Mas que o preço ta um pouco alto, ele está.

      Curtir

      1. Acho que o preço está de acordo, mas não com o padrão de mangás. Essa obra virá nos moldes da edição Francesa, que difere bastante do formato mangá em que até Akira foi publicado aqui. Está edição deles está mais para formato de Graphic Novel em geral do que de mangá em si e desse modo é melhorar comparar o preço com estas. Só pra citar algumas informações, ele é maior em dimensões do que Akira, capa dura, e se vier em papel offset, então será em uma gramatura alta (em Conte de Areia, outro quadrinho da editora, eles usaram offset 150g).

        Curtido por 1 pessoa

    2. Na boa, acho que o pessoal baba muito pra cima do pessoal do PN. 136 páginas a R$ 70 é caro sim. O pessoal quase matou o pessoal za Panini por Escalpo a R$120 e noite de trevas por R$ 72, com quase o mesmo número e paginas desse mangá. Não dá pra dizer que tá justo não, tá caro, muito caro sim, e o pessoal passa a mão na cabecinha do PN, que cobra bem caro pelos seus livros.

      Curtir

  1. Os livros e HQs da Pipoca & Nanquim são exclusivos da Amazon, praticamente a parceira da editora, e algum tempo depois esse valor de capa cai conforme promoções, e após se pagar ainda se “fixa” na faixa de 75%~70% do preço de capa.

    Estão também promovendo reedições, então pode aguardar um pouco e pegar num valor mais acessível, no caso.

    Curtir

  2. Se você acha caro, mas quer mesmo assim a edição. Você têm duas opção: Junte o dinheiro para pagar o que você acha caro ou espere ele ficar barato de alguma outra maneira. Mas por favor, pare de comentar balela e jogar água fria nos outros. O PN não merece isso e muitos menos o BBMA

    Curtido por 1 pessoa

    1. É disso que to falando. Os caras cobram o mesmo preço da Panini e da Mythos e pessoal acha justo, enquanto que nas outras a galera só falta arrancar o figado delas. Mas como o PN é youtuber, é descolado e coisa e tal o pessoal não reclama. Eles enfiam a faca e tá tudo ótimo, é justo.
      E na boa, não xinguei, não falei palavrão nem nada, então não venha com essa de que o site ou a editora não merecem. Você não pode falar em nome de nenhum deles.

      Curtir

      1. Bom, a Mythos é uma editora bem maior que o PN, enquanto a Panini é dona das franquias de maior vendagem do ramo. O PN mal são 7 integrantes, começaram ano passado, estão publicando um mangá com um formato francês e que não é um Dragon Ball da vida. Está compatível sim.

        Curtir

    2. Quando eu disse que o preço ta meio alto, foi por que eu tava com a publicação a Devir em mente. Mas pra ter certeza fui ao site da Amazon França e comparei os preços. O Homem que passeia na França custa 18,95 euros, algo em torno de R$ 76,00. A Devir o lançou por R$ 55,00. Já Guardiões do Luvre custa 20 euros, cerca de R$ 80,00. Por aqui a PN vai comercializá-lo por R$ 70,00. Sei que há custos diferentes, mas é o mesmo autor, talvez o mesmo licenciante, produzida no mesmo país (França) e com uma grande diferença de preços. Sei que os produtos deles tem um cuidado editorial muito grande (bem diferente da NewPop), tem um acabamento gráfico de luxo e uma tiragem menor, mas ainda assim os preços deles são um pouco alto sim.
      E sobre passar a mão na cabeça ou não, não vou me aprofundar nisso, mas a partir do momento que eles montaram a editora, o telhado deles passou a ser de vidro e não vejo razão para tratá-los de forma deferente em relação às outras editoras, exceto no caso da Panini, que é única gigante no mercado nacional de gibis e por isso não me parece justo tratá-la da mesma forma que a Veneta ou a PN.

      Curtir

  3. Às vezes acho que a galera pensa que editora é ONG, que deveria cobrar 30-35 reais por um trabalho de qualidade. Editora é empresa e precisa ter suas finanças saudáveis para sobreviver. Nem cobrar uma facada, nem vender uma HQ capa dura de qualidade a 30 reais, como parece ser o sonho (insustentável) de alguns.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Mas dai, como alguém comentou aí em cima, o pessoal deixar pra comprar com 35%-40% de desconto. E só pra comparar, a coleção Tex Gold da Salvat custa R$40,00, capa dura, papel couchê e 230 páginas.

      Curtir

    1. Papel Couché de altíssima gramatura, dimensões 23,5 x 33 cm (maior mangá já publicado no BR), todas as páginas coloridas, capa dura e com o cupom do PN pra pré-venda ainda está saindo a R$ 45,00… Tá caríssimo mesmo, tá serto!

      Curtir

  4. Só estou esperando virar a fatura do cartão para comprar na pré-venda! Pela qualidade que o PN dá aos seus quadrinhos acho o valor cobrado justo, quem já comprou alguma obra da editora sabe o quão caprichado são os quadrinhos.

    Os quadrinhos lançados por eles são sim mais caros que o normal, eles são uma editora pequena com 1 ano de vida(?) não da pra comparar com uma Panini que detém 85% do marcado de quadrinhos e ainda assim está cobrando um preço bem alto e com metade da qualidade dada pelo PN. Enfim, eles são uma editora como qualquer outra, se pisarem na bola receberão criticas como qualquer outra editora. Simples.

    Curtir

  5. Desculpa pessoal do PN, mas esse título não despertou meu instinto consumista. Olha que curto os outros títulos do Taniguchi que já foram publicados aqui no Brasil.

    Ele tem mais cara de uma produção sócio educativa fomentada pelo governo francês que uma obra essencial para sua coleção.

    Curtir

Deixe uma resposta para Eugênio Geninho Furtado Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s