Resenha: o calmo e interessante “One Week Friends”

Um slice of life de primeira

Sempre que uma editora anuncia a publicação de um título de comédia ou de romance, o meu radar começa a ficar alerta e as moedas no cofrinho de imediato são reservadas. É um tipo de obra que me satisfaz se for bem executado.

One Week Friends me chamou a atenção de imediato por um fato a mais, a semelhança com a animação E.F A tale of memories e com o filme Como se fosse a primeira vez (que no fim só passou de uma semelhança temática, pois o desenvolvimento foi totalmente diferente dessas duas obras), colocando uma personagem que perde a memória toda semana e um outro que, mesmo assim, não desiste dela.

A história, que poderia ser um dramalhão, se envereda pelo slice of life e pela comédia e faz muito bem o seu papel, conseguindo ser um mangá bastante leve e divertido, para passar o tempo. A obra segue os colegas de classe Hase e Fujimiya e a tentativa dele de ser amigo dela todas as semanas. De uma maneira nada convencional Hase pergunta à garota se ela poderia de ser sua amiga e o resto é história.

Com um núcleo de personagens de apoio bem cômico e único One Week Friends consegue despontar bem como uma obra de comédia que não ficou cansativa com o passar dos volumes, sabendo sempre renovar a sua história utilizando-se do plot básico da perda de memória da garota.

O clima, como dito, é bastante leve com os personagens se divertindo e passando o tempo. Ao mesmo tempo, porém, a obra progride de forma lenta e gradual em busca da resolução de um mistério, o porquê de a garota perder a memória toda semana e de só se esquecer dos amigos. Mesmo quando há drama – como as muitas passagens de insegurança de Hase – o drama é leve e acaba sendo resolvido em pouco tempo e sempre existindo um alívio cômico em algum momento.

Entretanto, apesar de ser uma obra muito boa e de cumprir bem o seu papel, One Week Friends não é um mangá perfeito narrativamente falando, possuindo alguns vícios que não o deixam ser uma obra grandiosa. O maior dos vícios é a aparição inesperada de um novo personagem nos volumes finais e que é colocado unicamente para resolver o mistério por trás da perda de memória.

A gente pode até relevar, visto que a obra trata do tema da amizade e que a perda da memória estaria relacionado a isso, mas mesmo assim a aparição do personagem foi completamente de súbito e isso soa muito negativo, como se a autora não tivesse conseguido trabalhar isso de uma forma mais elaborada. Ainda assim, One Week Friends é um slice of life de primeira e que merece a leitura por quem gosta de obras do gênero.

Por fim, vale enfatizar que o mangá fala de amizade e não de romance propriamente dito. Você até encontra passagens românticas, mas no geral isso fica em segundo plano, focando-se inteiramente na comédia e na resolução do mistério. Em virtude disso, o final da obra não deve ser satisfatório para quem quer ver romance, mas em minha opinião é um final digno e que mantém o clima e a temática do mangá intactos.

  • Ficha Técnica

Título: One Week Friends
Autor: Matcha Hazuki
Editora: Panini
Dimensões: 13,7 x 20 cm
Miolo: Papel Jornal
Acabamento: Capa cartonada simples
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 12 anos
Número de volumes: 7 no total
Preço: R$ 13,90
Onde comprarCapitão Onigiri / ComixLoja da Panini

*No momento em que esta postagem vai ao ar, a Loja da Panini não possui o volume 4. A Loja Capitão Onigiri só possui os volumes 1, 5 e 6.

***

Curta nossa página no Facebook
Nos siga no Twitter
BBM

Um comentário

Deixe uma resposta para Apoli Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s