NI 412. Mangá “One Piece” chega à marca de 460 milhões de cópias impressas

No próximo mês, quando o 95º volume do mangá One Piece for lançado no Japão, a obra de Eiichiro Oda ultrapassará a marca de 460 milhões de cópias impressas em todo o mundo. Desse total 390 milhões estão dentro do Japão, enquanto 70 milhões fora, em 42 outros territórios em que a obra é publicada.

Cópias impressas, vale lembrar, não é o número de vendas e sim o que foi posto em circulação, ainda assim é um número impressionante.

Essa é a segunda notícia sobre aumento da tiragem de One Piece no ano. No início de março, quando foi publicado o volume 92, a Shueisha divulgou que o mangá chegara à marca de 450 milhões de cópias impressas, 380 no Japão e 70 fora.

Com informações de ANN


One Piece está em publicação no Japão desde 1997, tendo 94 volumes publicados até o momento, com o 95º previsto para o dia 28 de dezembro. No Brasil,  ele começou a sair em fevereiro de 2002 pela editora Conrad, na época em que ele ainda tinha apenas 22 volumes no oriente. A empresa decidiu por lançar o mangá no que se convencionou chamar de formato meio-tanko em que cada volume japonês viraria dois no Brasil.

Essa primeira publicação passou por alguns percalços curiosos, a começar por uma mudança de papel no meio da publicação. Lançado inicialmente em papel offset (aquele branquinho), a Conrad passou a adotar o papel jornal a partir de determinado número. Era óbvio que a medida visava apenas cortar custos, mas a justificativa dada pela empresa era que com a mudança emularia melhor a experiência de leitura original.

Apesar disso, a publicação de One Piece seguiu normalmente até outubro de 2007, quando atingiu a edição 66. A série, então, foi suspensa por problemas de renovação de contrato com a Shueisha, mas voltou a sair ainda em 2008, foram 4 volumes durante o ano chegando ao volume 70 (equivalente ao 35 original) e a série não retornou mais. Em maio de 2011, a editora Conrad oficializou o cancelamento de One Piece. Tudo indica que foi um cancelamento unilateral por parte da Shueisha, pois em comunicado a empresa brasileira disse que a japonesa tinha “exigências impossíveis de serem satisfeitas”. Apesar de os fãs ficarem anos sem ver o mangá nas bancas, não demorou muito para que outra editora anunciasse a aquisição do título. Em fins de 2011, a Panini divulgava que tinha adquirido a licença de One Piece.

A republicação do mangá começou em 2012 e a empresa utilizou-se de um estratagema para lá de curioso, lançaria a partir do volume 1 mensalmente (um volume por mês) para os novos leitores e também a partir do volume 36, bimestralmente (um volume a cada dois meses), para quem já acompanhava pela Conrad e quisesse continuar a ler a história.

Vale lembrar que A PANINI DEIXOU CLARO QUE VOCÊ NÃO PRECISAVA COMPRAR AS DUAS VERSÕES, você poderia comprar apenas o volume 1, depois o 2, e o 3 porque depois os volumes 36, 37 e demais voltariam a ser lançados. E foi isso o que aconteceu. O 36 saiu em fevereiro de 2012 e voltou a ser lançado pela Panini em janeiro de 2015, 0 37 saiu em abril de 2012 e voltou a ser lançado em fevereiro de 2015 e assim por diante. A ideia da editora era que uma versão encontrasse com a outra posteriormente e virasse uma só. Só que isso nunca  chegou a ocorrer de fato, apenas uma das versões sumiu do nada e ficou por isso mesmo, de modo que quem acompanhasse apenas uma delas ficou com um buraco de cerca de 10 volumes na coleção e teve que correr atrás.

Isso ocorreu por volta do volume 50. O 51 que tinha saído em agosto de 2014 (versão avançada) foi lançado novamente em abril de 2016 (versão mensal). Houve atrasos, foi lançado ainda o volume 52, e essa versão mensal simplesmente sumiu. A editora (ou antes a Beth Kodama em seu perfil pessoal) só falava que estava atrasado, que ela ia ver o que estava acontecendo, no fim, nunca mais apareceram esses volumes da versão mensal e apenas a versão avançada prosseguiu e não houve nenhum pronunciamento a respeito. Nesse momento, a versão avançada já estava no volume 61 ou 62, então ficou vácuo de cerca de 10 volumes. Quem só acompanhava a versão mensal teve que correr atrás dos volumes atrasados e se a pessoa só comprava em banca… boa sorte para ela.

Apesar da promessa não cumprida, quase não houve reclamações, embora existam até bastantes se você for procurar nas postagens antigas da editora no Facebook. O ponto é que isso foi ofuscado pelo bom momento da Panini na época e com a insistência de uma outra parcela de fãs (aquela que comprava as duas versões do mangá) de que a avançada se tornasse mensal, coisa que aconteceu posteriormente.

Hoje One Piece se encontra quase encostado com a publicação japonesa e é lançado bimestralmente. Muitos números, porém, se encontram esgotados e muita gente pede o relançamento e não se sabe se a editora pretende fazer isso ou não. Vale recordar ainda que o mangá começou a ser publicado em formato digital recentemente.

Sinopse geral da obraHouve um homem que conquistou tudo aquilo que o mundo tinha a oferecer, o lendário Rei dos Piratas, Gold Roger. Capturado e condenado à execução pelo Governo Mundial, suas últimas palavras lançaram legiões aos mares. “Meu tesouro? Se quiserem, podem pegá-lo. Procurem-no! Ele contém tudo que este mundo pode oferecer!”. Foi a revelação do maior tesouro, o One Piece, cobiçado por homens de todo o mundo, sonhando com fama e riqueza imensuráveis… Assim começou a Grande Era dos Piratas!

Anúncios

4 comentários

  1. Faltam “apenas” 17 milhões para One Piece alcançar Batman que é públicado desde 1939. Se passar o Batman já será o segundo mais vendido da história, só ficaria atrás de superman.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Batman tem 500 milhões e Superman 600 milhões segundo a última atualização que vi. Mas esses dois aí já passaram de 80 anos e One Piece ainda não chegou nem na casa dos 25 anos de publicação, Não tenho nem palavras pra descrever a felicidade e admiração pelo SUCESSO da série mais vendida da História da Jump e dos mangás.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Só queria saber se a panini vai lançar mais e-books.
    Aliás, alguns simplesmente nunca mais deram as caras.
    Queria ter One piece todinho em formato digital.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s