Resenha: Mulheres e Seus Segredos

Precisamos falar desse mangá?

Mulheres e Seus Segredos é, como vocês devem saber, um mangá H*ntai, de modo que você já tem consciência do que se trata o título e o que esperar dele. Logo, não precisamos escrever uma resenha, correto? Beleza, então podem ir que acabou o texto por aqui…

Bem, não é exatamente assim. Por mais que vejamos H*ntais como obras de uma finalidade específica, existem alguns títulos que possuem um algo a mais, uma historinha, e podemos apreciar o que é contado. Sim, pois, não é porque um mangá tem um caráter erótico que ele precisa necessariamente não ter um bom romance embutido.

Mulheres e Seus Segredos é de autoria de Takeshi Ohmi e teve seus capítulos publicados na Men’s Gold, da editora Leed, sendo compilados em um total de um volume. No Brasil, a editora NewPOP anunciou a obra em abril de 2020 e, após diversos adiamentos, ela a publicou em dezembro do mesmo ano.

No mangá acompanhamos um grupo de mulheres contando a um editor da Leed algumas experiências sexuais que tiveram, divididas em dois grupos, um para responder “Qual o sexo mais memorável que já tiveram” e outro para falar de “Tipos de sexo que recomendariam aos outros”.

A obra é, então, uma biografia de mulheres reais – que tiveram o nome alterado obviamente – relatando suas próprias experiências e desejos, o que torna a obra como um tanto singular dentro do gênero.

Na maioria dos h*ntais, terminamos por ver mais o ponto de vista masculino, seus fetiches, suas visões, de maneira que o relatado tende a ser mais direcionado para um certo lugar comum. Mulheres e Seus Segredos, em teoria, deveria ser diferente, apresentando algo mais pautado na realidade e nos desejos femininos.

Eu não sei se isso acontece mesmo, mas a obra é, realmente, mostrada por inteiro pelo ponto de vista das mulheres, com elas falando de suas sensações, de suas taras, do que faziam, do que recomendavam etc.

Com exceção do tema delineado (algumas histórias falando do sexo mais memorável e outras falando de uma recomendação), todos os contos presentes na obra são bem diferentes um do outro, com histórias bastantes distintas de verdade. Temos uma moça que gosta de voyeurismo, outra de transar com virgens, mais uma de swing e assim por diante.

A melhor história (ou, melhor dizendo, a história com mais carga de aprendizagem) é uma em que uma moça relata o modo como ficou conhecendo diversas posições sexuais diferentes para poder salvar o seu casamento. É uma narrativa bem interessante de verdade e pode até servir de guia (para quem não tenha um kama sutra^^).

Como são histórias curtas não existe um grande desenvolvimento nos contos, as mulheres apenas contam um pouquinho dos preâmbulos, as dificuldades, etc, até chegarem ao momento da transa arrebatadora. Claro que há contos com mais cenas eróticas do que outras, mas todas são igualmente boas na medida do possível.

No tocante ao erotismo em si, o mangá é claramente voltado para o público masculino, pois embora as histórias sejam contadas pelo ponto de vista feminino, as cenas erotizantes são de mulheres, com quase nenhum destaque aos homens.

Para além disso, assim como a maioria dos quadrinhos feitos no Japão, Mulheres e Seus Segredos também possuem censuras nas partes íntimas, de maneira que isso pode desagradar algumas pessoas.

No todo, Mulheres e Seus Segredos fica bem longe de ser o melhor H*ntai publicado no Brasil, mas também não é de se jogar fora. Não se trata de um mangá em que vai te fazer saltar os olhos, que vai te fazer pensar ou delirar, mas na falta de opções que vive o mercado atual, esse título pode servir para tapar a lacuna de quem deseja apreciar um pouco do erotismo japonês.

O Blog BBM recomenda para quem é fã do gênero (apenas para quem é fã do gênero).

Ficha Técnica

Título Original:淑女のひめごと~オンナたちの都市伝説~
TítuloMulheres e Seus Segredos
Autor: Takeshi Ohmi
Tradutor: Thiago Nojiri
Editora: NewPOP
Número de volumes no Japão: 1 (completo)
Número de volumes no Brasil: 1 (completo)
Dimensões: 15 x 21 cm
Miolo: Papel offset
Acabamento: Capa cartão com orelhas
Classificação indicativa: 18 anos
Preço: R$ 29,90
Onde comprar: Amazon / Comix

2 Comments

    • Existem bem poucos concorrentes, pois saíram bem poucos no Brasil.

      Eu gostei muito de Laços Proibidos, publicado pela Alto Astral. Não é só cenas picantes, ele tem uma historinha que é bem conduzida. Só que… a Alto Astral cortou um capítulo inteiro do mangá, a conclusão da história. No ponto em que a editora até dá uma sensação de fechamento, mas existe um outro capítulo que fecha de verdade.

      Então, o grande candidato a melhor é o Tempest, lançado pela Conrad no passado. Ele é uma coletânea de contos, mas tratam-se de adaptações de obras literárias clássicas e são boas adaptações, regadas, claro, com alto erotismo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: