Resenha: “Ao no Flag #01”

Amizade ou um algo mais?

Muito embora mangás shoujos de romance estejam cada vez mais raros no Brasil, as obras de comédia e drama com romance estão mais regulares nos últimos tempos. Atualmente temos em publicação no Brasil Paradise Kiss, Kaguya-Sama, Bloom Into You, Wotakoi, dentre outros.

Um dos mangás mais recentes a ser incorporado a esta lista é a obra da qual falaremos hoje, Ao no Flag, uma das obras que eram mais desejadas no país.

Ao no Flag é de autoria de Kaito e foi publicado no Japão entre 2017 e 2020 no site Shonen Jump +, da editora Shueisha, tendo seus capítulos compilados em um total de 8 volumes. No Brasil, o título foi anunciado pela editora Panini no final de maio de 2021 e começou a ser publicado em agosto, com previsão de ter um volume novo por mês.

A obra acompanha o relacionamento de três jovens (Taichi Ichinose; Touma Mita; e Futaba Kuze), todos colegas de classe, e as desventuras de sua vida perante seus sentimentos e à sociedade. Na história, Futaba se apaixona por Touma e, por um certo incidente, termina pedindo ajuda a Taichi para conseguir conquistar o rapaz. Só que… a história é mais complicada do que isso…

Taichi, Fubata e Touma

Esse volume inicial é mais de apresentação aos personagens, sem entrar em temas mais profundos e sem delinear as maiores complicações dos sentimentos. Ele (o volume) apenas mostra as primeiras bases da história a ser contada, o ambiente escolar, os personagens estudantes e, claro, suas preocupações típicas (o amor; a incerteza; o modo como vemos as outras pessoas, etc, etc, etc).

O protagonista é Taichi, um garoto baixinho e magrelo, que no primeiro dia de aula descobre que não ficará junto de seu grupinho de amigos convencional. Em vez disso, ele será colega de sala de Touma e Futaba e o acaso fará com que ele os demais estreitem seus laços e coisas começam a acontecer.

Basicamente, nesse número inicial, Taichi tentará ajudar a menina a conquistar Touma, tramando diversos planos com a garota. O problema é que Taichi sente-se desconfortável perto do rapaz por ele ser atlético e bastante popular, mesmo os dois sendo amigos de infância. Ainda assim, por causa de Futaba, os dois acabam ficando bastante tempo juntos.

Ainda que Taichi ajude Futaba, temos em grande parte do volume suas dúvidas e suas incertezas, perante si mesmo e as pessoas à sua volta, não sabendo exatamente o que faz e para que faz. Nesse sentido, o seu desenvolvimento ao longo do volume termina por ser emblemático, pois ele se conecta com Futaba e Touma de um jeito que não esperava, fazendo com que ele venha a pensar sobre algumas coisas que talvez quisesse esquecer.

Se Taichi é o protagonista, Futaba é a grande figura da história, sendo meio desastrada, insegura, mas esperançosa da mesma maneira. Seu jeitinho introvertido faz com que diversas cenas de humor se passem com ela, de maneira que o leitor estará sempre esperando mais e mais cenas com a garota.

O amor dela por Touma e a amizade com Taichi fará com que a narrativa gire em torno dela boa parte do volume e assim veremos bastante dessas cenas em que o humor se destaca. Uma das mais engraçadas ocorre em um certo momento em que Taichi fala que ela deve parar de gaguejar e assim que responde ela gagueja^^.

Essa não é a única expressão de Futaba durante o mangá. Na verdade o autor as coloca em diversos e diversos momentos e são elas que ajudam a fazer o humor da obra, pois refletem (mais do que palavras) a personalidade mais tímida da garota.

É lindo ver a menina se esforçando para conseguir conquistar o amor de Touma mesmo sendo toda desengonçada e medrosa, mesmo não conseguindo fazer as coisas darem certo do jeito que esperava.

Touma é a terceira figura de destaque do mangá, mas a verdade é que seu maior papel tende a ser nos próximos volumes. Ainda que vejamos algumas falas,cenas e expressões dele durante o volume que moldem sua personalidade e ensejem o que se verá, o seu grande destaque nesse volume fica para o final, para a última página, pois faz com que vejamos de forma clara os rumos do mangá, que parece que não será apenas uma história de amor bonitinha, será uma história para questionar paradigmas e lugares-comuns.

Apesar de menos no caso do Touma, o autor consegue fazer com que esses três personagens se destaquem bastante nesse primeiro volume, de modo que suas personalidades saltem e vejamos (por suas ações e expressões) a história acontecer.

No todo, Ao no Flag é um mangá que parece muito bom e te prende de jeito, deixando um gostinho na boca de quero mais, com uma surpresa incomensurável, que faz com que a gente deseje o próximo volume o mais rápido possível.

Sim, pois, a história nos prende com um clima ameno, bonitinho, bobinho, com muito amor e um clima de romance, mas o volume termina mostrando um algo mais que parece deixar a história mais séria para os próximos volumes.

Sem dúvida alguma esse é um mangá que o Blog BBM recomenda para todos.

***

A edição brasileira de Ao no Flag veio no formato 13,7 x 20 cm, com miolo em papel offwhite 66g, e capa cartão ao preço de R$ 29,90. Ela é igual a outros mangás da editora com as mesmas características, sendo bem maleável (o que permite ler e folhear sem nenhum problema), porém tendo transparência nas páginas (o que pode incomodar os mais exigentes, mas que não trará nenhuma diferença para quem já viu outros mangás).

Assim como temos dito constantemente (e que já estamos cansados de dizer e vocês já estão cansados de ler^^), o maior demérito fica fora do produto, a periodicidade. Ele irá ganhar um volume por mês, o que torna inviável para muita gente adquirir no lançamento. Daí que é preciso torcer para que os volumes não sumam, para que a editora reimprima caso falte e assim por diante.

A nossa recomendação pelo mangá continua, porém. Se você tem dinheiro disponível e consegue arcar com o preço todo mês, Ao no Flag é de longe uma das melhores opções dentre as novas séries.

Ficha Técnica

Título Original:青のフラッグ
TítuloAo no Flag
Autor: Kaito
Tradutor: Dirce Miyamura
Editora: Panini
Número de volumes no Japão: 8 (completo)
Número de volumes no Brasil: 2 (ainda em publicação)
Dimensões: 13,7 x 20 cm
Miolo: Papel offwhite
Acabamento: Capa cartão 
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 29,90
Onde comprar: Amazon / Loja da Panini

3 Comments

  • vinir

    eu li o mangá por scan recentemente

    acho que ele teve alguns defeitos (depois de um tempo o ritmo ficou mais rápido do que devia, o mangá dando uma passada de pano pra homofobia), mas num geral foi satisfatório e um bom mangá, gostei muito de ler, um dia ainda quero pegar a edição física

    recomendo!

  • Mônica

    Quando a transparência aparece em fofos é pq o negócio ta feio.
    A edição não vale 30 reais, mas a história parece ser ótima :~

  • Eng.Lucas

    Olha a quantidade de transparência, coisa de louco. Esse é mais um mangá lançamento da Panini que não estarei comprando somente por causa do papel vegetal que a Panini vêm adotando… 🥲

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: