Mangakás publicados por mais de uma editora no Brasil

Obras de um autor que saiu por mais de uma empresa…

Publicado originalmente em 16/10/2017
Última atualização em: 09/08/2022

É bastante comum que quando uma editora lance um mangá de um certo autor outras obras do mesmo apareçam apenas pela mesma editora. Entretanto isso não é uma lei cravada em pedra, não existindo uma exclusividade na maioria dos casos, variando de licenciante para licenciante. Segundo as empresas nacionais, alguns licenciantes não têm preferências por empresas, outras gostam de manter tudo na mão de uma mesma editora.

Ainda assim é bastante curioso quando uma empresa lança uma obra de um autor e outra empresa, quase simultaneamente, lança outra do mesmo artista. Pensando nisso, resolvemos elencar aqui alguns mangakás que tiveram obras publicadas por mais de uma empresa.


AUTORES MAIS PUBLICADOS


  • Osamu Tezuka (Conrad, Darkside Books, JBC, NewPOP, Veneta e Pipoca & Nanquim): O “deus do mangá”, Osamu Tezuka, é o autor que teve obras publicadas por mais editoras diferentes, foram 6 até o momento. Dessas seis, cinco publicaram ou publicarão obras dele recentemente. Importante mencionar que, no meio disso, a Panini ainda publicou uma releitura de Astro Boy pelas mãos de Akira Himekawa (Zelda). O nome de Tezuka estava presente na capa, mas não se trata de uma obra original do autor. O mesmo vale para Pluto. Por isso não listamos a Panini.

 

  • Junji Ito (Conrad, DarkSide Books, Devir, JBC e Pipoca & Nanquim): o mestre do terror Junji Ito foi licenciado por cinco editoras diferentes. No passado, ele estreou pela Conrad. Recentemente, outras quatro empresas retomaram o criador, com o licenciamento de diversas obras, a mais recente delas a JBC, com o seu mangá de gatos.

 

  • Ryoichi Ikegami (Abril, Conrad, Mythos, Nova Sampa e Panini): Ikegami “sempre” esteve presente no país com obras por diversas editoras entre relançamentos e obras inéditas. Porém boa parte delas ficaram incompletas, como no caso  Homem-Aranha, pela Mythos, e Sanctuary, pela Conrad.

 

  • Jiro Taniguchi (Conrad, Devir, Panini e Pipoca & Nanquim): O premiado e aclamado autor Jiro Taniguchi teve obras publicadas por quatro editoras diferentes. No passado, Conrad e Panini publicaram. Agora recentemente, Devir e Pipoca & Nanquim estão lançando obras do criador.

 

  • Makoto Shinkai (JBC, NewPOP, Panini, Verus): A presença de Shinkai é um tanto quanto questionável, já que ele não é o autor dos mangás e sim apenas o criador da história original. Mesmo assim resolvemos incluí-lo já que ele é um roteirista. Ele teve mangás publicados por Panini, NewPOP e JBC. O autor também teve dois de seus livros lançados no Brasil, um pela editora Verus e um pela editora JBC.

 

  • Kazuo Koike (Cedibra, Conrad, Nova Sampa e Panini): O autor esteve presente em nosso país desde o “sempre”, quando Lobo Solitário foi publicado pela primeira vez. Ao todo, entre obras inéditas e relançamentos, quatro editoras publicaram mangás de Koike.

 

  • Ai Yazawa (Conrad, JBC e Panini): A primeira autora a aparecer na lista, Ai Yazawa é uma famosa criadora de mangás shoujos. No Brasil tivemos apenas duas obras dela, Nana pela JBC e Paradise Kiss, inicial pela Conrad e mais recentemente pela Panini.

 

  • Rumiko Takahashi (Animangá, JBC e Panini): novamente uma autora, agora a aclamada Rumiko Takahashi. A autora teve mangás publicados por três editoras diferentes, mas apenas três obras lançadas, InuYasha (JBC), MAO (Panini) e Ranma 1/2 (Animangá, JBC).

 

  • Inio Asano (JBC, L&PM e Panini): Inio Asano é um dos autores cult mais populares que existem, não somente no Brasil, como em outros países. Por aqui tivemos obras publicadas por três editoras diferentes, uma pela L&PM (Solanin), uma pela Panini (A Cidade da Luz), e várias pela JBC.

 

  • Taiyo Matsumoto (Conrad, JBC, Devir): também publicado por três empresas, o autor teve uma obra lançada em 2001 pela Conrad e recentemente voltou ao país com obras pela Devir. A JBC também lançou um título do autor recentemente.

 

  • Takehiko Inoue (Conrad, Nova Sampa, Panini): Exceção entre os listados aqui. O autor foi publicado por três editoras diferentes, mas em duas delas com insucesso no lançamento de um dos mangás. A Conrad inicialmente lançou Slam Dunk e Vagabond. Posteriormente, a Nova Sampa relançou Vagabond, prometeu Slam Dunk, mas o primeiro acabou cancelado após quatro edições e o segundo nunca apareceu. Por último, a Panini adquiriu a licença das obras do autor e relançou os dois mangás. Atualmente está publicando Real.

 

  • Naoki Urasawa (Conrad, Panini e PNC): pouca gente sabe, mas Naoki Urasawa já teve obras publicadas por três editoras diferentes no Brasil. Além de Conrad e Panini, anteriormente havia sido um mangá pela desconhecida editora PNC, Pineapple Army.

 

  • Shotaro Ishinomori (NewPOP, Panini e Pipoca & Nanquim): até pouco tempo atrás Shotaro Ishinomori era inédito no Brasil e, de repente, três editoras licenciaram obras dele. Importante mencionar, também, que a JBC está lançando Kamen Rider Kuuga que também é creditado a ele, mas não foi feito pelo autor, visto que ele já faleceu, por isso não incluímos a empresa.

 

  • Goseki Kojima (Cedibra, Nova Sampa, Panini): desenhista de Lobo Solitário, ele teve a obra publicada por três editoras diferentes.

OUTROS AUTORES


  • Akira Toriyama (Conrad e Panini)
  • Arina Tanemura (JBC e Panini)
  • Atshushi Kaneko (Conrad e Darkside Books)
  • Atsushi Ohkubo (JBC e Panini)
  • Buronson/Sho Fumimura (Conrad e JBC)
  • Chika Umino (JBC e Panini)
  • CLAMP (JBC e NewPOP)
  • Cuvie (Panini e Nova Sampa)
  • Dall-Young Lim e Kwang-Hyun Kim (JBC e Savana)
  • Eiichiro Oda (Conrad e Panini)
  • Eiji Otsuka (Conrad e Panini)
  • Garon Tsuchiya/Marginal (Nova Sampa e Panini)
  • Haruhi Kato (Abril e Online)
  • Hideki Mori (NewPOP e Panini)
  • Hideshi Hino (Conrad e Zarabatana Books)
  • Hikaru Nakamura (NewPOP e Panini)
  • Hiroaki Samura (Conrad e JBC)
  • Hirohiko Araki (Panini e Pipoca & Nanquim)
  • Hisao Tamaki (Abril e JBC)
  • Hiroshi Itaba (JBC e NewPOP)
  • Iqura Sugimoto (JBC e Nova Sampa)
  • Jun Asuka (Abril e Panini)
  • Katsuhiro Otomo (Globo e JBC)
  • Kazuo Kamimura (Conrad e Panini)
  • Kia Asamiya (JBC e Mythos)
  • Kohta Hirano (JBC e Nova Sampa)
  • Kyo Hatsuki (JBC e Nova Sampa)
  • Oh Great! (JBC e Panini)
  • Makoto Fugetsu (NewPOP e Panini)
  • Masakazu Katsura (JBC e Panini)
  • Masami Kurumada (Conrad e JBC)
  • Masashi Tanaka (Conrad e NewPOP)
  • Masasumi Kakizaki (JBC e Panini)
  • Megumu Okada (Conrad e NewPOP)
  • Mizu Sahara (NewPOP e Panini)
  • Naoshi Arakawa (NewPOP e Panini)
  • Natsuki Takaya (JBC e Panini)
  • NisiOisin (JBC e Panini)
  • Ranmaru Kotone (JBC e Panini)
  • Shintaro Kago (NewPOP e Todavia)
  • Shiori Teshirogi (JBC e Panini)
  • Shiro Amano (Abril e Panini)
  • Sora Inoue (JBC e Opera Gráphica)
  • Tatsuki Fujimoto (JBC e Panini)
  • Toshiki Kudo (Abril e JBC)
  • Tsubasa Yamaguchi (NewPOP e Panini)
  • Tsutomu Nihei (JBC e Panini)
  • Yasuhiro Nightow (JBC e Panini)
  • Yoshihiro Tatsumi (Veneta e Zarabatana Books)
  • Yukari Yashiki (NewPOP e Savana)
  • Yukito Kishiro (JBC e Opera Gráphica)
  • Yuu Watase (Conrad e Panini)

NOS SIGA EM NOSSAS REDES SOCIAIS



11 Comments

  • Bruno Moura

    O Ryoichi Ikegami também saiu pela Abril, em MAI – A Garota Sensitiva

  • Alscx

    Na edição de episódio g o kurumada é creditado também, então com o relançamento pela new pop ele estaria em 3 editoras também

    • Ninguém sabe. Rs
      Existe registro de que ela publicou dois mangás no Brasil e depois sumiu, ainda lá na época em que Conrad e JBC estavam se consolidando, mas não tem como saber de onde veio e para onde foi…

  • Yuki

    Achei super interessante a postagem, tem alguns que nem tinha percebido que era o mesmo mangaka. kkk
    Ah, só por curiosidade, quem é mangaka loiro da primeira foto? Sempre gosto de ver que cara os mangakas tem!

  • Como o Makoto Shinkai é creditado nas obras? Autor Original?

    Sobre Clamp em Blood C, se nao me engano o grupo recebe o crédito de Design de Personagens, que foi feito pra animação, mas consequentemente foi usado no mangá também

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: