Resenha: “Donzelas à Flor da Pele #01”

Tudo leva ao sexo

É bastante clichê, mas é a mais pura verdade: a adolescência é a época de intensas mudanças, em que os hormônios afloram e os desejos sexuais se tornam, pouco a pouco, mais e mais intensos. Logicamente, cada pessoa passará por essa fase de uma maneira diferente, assim como o modo que irá lidar com as mudanças que ocorrem, tanto no próprio corpo, quanto no relacionamento interpessoal. Donzelas à Flor da Pele é um mangá que vem justamente tratar desse tema.

De autoria de Mari Okada e Nao Emoto, Donzelas à Flor da Pele foi publicado no Japão entre 2017 e 2019 pela editora Kodansha, tendo 8 volumes no total. A obra (que chegou a ser adaptada para anime) acompanha quatro garotas de um clube de literatura da escola que, após um comentário de uma delas, veem-se cercadas pelo sexo que passará a ficar em evidência na vida de todas a partir de então.

Por mais que seja algo natural, a descoberta do sexo varia de pessoa para pessoa, de acordo com o seu amadurecimento e crescimento. Enquanto algumas garotas da sua idade já namoram e pensam em transar, as meninas do clube de literatura (à exceção de uma, claro) ainda envergonham-se de pensar no assunto, ao ponto de terem que achar um subterfúgio para não falar a palavra “sexo”, achando ser algo temerário, afinal as palavras têm poder, não é mesmo?

Em ocasião disso, a obra nos mostra nesse primeiro volume uma série de situações hilárias envolvendo a timidez, o medo e a vergonha das personagens principais. É um volume bem interessante e que faz aos mais velhos relembrar essa fase da vida e todas as incertezas advindas dela, com os intensos conflitos entre o passado, presente e futuro.

A verdadeira protagonista da obra é o grande compêndio disso tudo, pois enquanto adolescente ainda olha para o passado e para as relações com que tinha com seu vizinho, a quem hoje não pode nem falar em público, sob pena de ser criticada por outras meninas. Ela preenche todos os requisitos do drama e da inquietação dessa fase, desejando que as coisas fossem como antes, que nunca mudassem, ao mesmo tempo em que ela percebe que está tudo diferente e que vai continuar mudando.

Não sei dizer até onde a trama vai, mas alguns momentos de tensão já estão sendo preparados, envolvendo possíveis namoros e o claro e indissociável sentimento do amor por uma outra pessoa que vem com essa fase da vida.

No todo, Donzelas à Flor da Pele é um mangá bem gostoso de ler, mas não é algo que vai agradar a todo mundo, por sua temática e simplicidade. Entretanto, se você gosta de obras que se passam em ambiente escolar, eu aconselho a dar uma chance à obra, ao menos ao volume 1^^.


A EDIÇÃO BRASILEIRA


A versão nacional de Donzelas à Flor da Pele veio no formato padrão da editora Panini, com o tamanho 13,7 x 20 cm, miolo em papel offwhite e capa cartão, ao preço de R$ 33,90.

Capa

Quarta capa
Lombada

A capa e a quarta-capa possuem detalhes em verniz localizado que são impossíveis de mostrar por meio de fotos, mas o título e o nome das pessoas responsáveis pela obra destacam-se com o verniz, levemente “brilhando” quando movimentamos o exemplar. Também é possível, com o toque, sentir que nas letras o material é diverso do restante da capa.

A lombada, por sua vez, possui um efeito de verniz diferente, destacando aquelas florzinhas que aparecem em meio a elas. Ao movimentar o mangá, você vê o “brilho” das flores. Particularmente gostei bastante de como a editora trabalhou essa parte do mangá. Para ficar melhor só faltou uma sobrecapa ou umas orelhas^^.

Capa interna
Primeiras páginas após a capa interna
Outra capa interna

As capas internas também são bonitas e o papel do miolo é algum offwhite como sempre, aquele papel mais creme/cinza usado na maioria dos mangás da editora. Particularmente não gostei muito, achei as páginas iniciais meio “””sujas””” e há uma certa transparência acentuada em algumas páginas, mas não é nada que me incomode.

Considerando que é um mangá em formato padrão, acho que o acabamento está ok. Poderia ser melhor, mas está ok. Dá para ler, não tem problemas de encadernação, então tá tudo certo. O maior demérito é “fora” disso tudo, é ele ser lançado mensalmente, o que impede muitos de colecionar. Mas se você consegue arcar com a publicação e gosta desse tipo de obra, eu indico bastante, sim^^.


Ficha Técnica


Título Original: 荒ぶる季節の乙女どもよ。
TítuloDonzelas à Flor da Pele
Autor
: Mari Okada, Nao Emoto
Tradutor: Edward Kondo
Editora: Panini
Número de volumes no Japão: 8 (completo)
Número de volumes no Brasil: 2 (ainda em publicação)
Dimensões: 13,7 x 20 cm
Miolo: Papel offwhite
Acabamento: Capa cartão
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 33,90
Onde comprarAmazon / Mundos Infinitos


NOS SIGA EM NOSSAS REDES SOCIAIS



1 Comment

  • Lindalberto Leal

    Eu gosto muito da abertura do anime, mesmo sendo meio rushado (8 volumes em 12 episódios) é uma obra divertida, foi bem inesperado o anúncio do mangá aqui.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: