A editora Novatec e os guias mangás

Quando falamos de mangás, uma boa parte das pessoas pensa em Naruto, One Piece, Dragon Ball. Outros pensam em Monster, 20th Century boys ou Vinland Saga. Alguns mais pensam em Aoharaido, No game; no life, Card Captor Sakura, entre outros. Já os leitores de comics costumam citar Akira e Lobo solitário. Independentemente de qual grupo pertençamos, sempre pensamos em mangás como forma de entretenimento.

Porém, no Japão existem mangás para todos os gostos, sobre todas as coisas e principalmente para diversas utilidades possíveis. A Eastpress, por exemplo, publica obras literárias adaptadas em mangás com a intenção de iniciar leitores nas obras clássicas por meio dos quadrinhos.

No entanto, isso é um pequeno pingo em um litro de água. Há várias outras formas de consumo do quadrinhos japonês para o estudo. Um exemplo é a editora japonesa  Ohmsha, reconhecida por lá como uma das melhores editoras de livros técnicos e científicos e que tem utilizado-se dos quadrinhos japoneses para ensinar matérias como estatística, física, biologia, entre outras.

***

E Por incrível que pareça essas obras começaram a chegar ao país pela Editora Novatec. A Novatec é uma editora brasileira que existe desde 1988 e é especializada em livros técnicos na área de informática, marketing, negócios, entre outras.

Em 2009 ela firmou uma parceria com a editora americana Starch Press e a editora japonesa Ohmsha e começou a publicar a série Guia Mangá. Os títulos são publicadas em leitura ocidental e quem já estudou por eles garante que é uma fonte de aprendizado muito boa.

Infelizmente a área das obras é bastante reduzida, restringindo-se à física, química, matemática e biologia. Seria muito interessante se obras de outros áreas científicas chegassem também. A lista completa dos títulos da editora você pode encontrar clicando aqui.

Anúncios