Anúncios

Curiosidade: Yuki – vingança na neve

yuki

A obra que inspirou Kill Bill?

Você conhece Yuki – vingança na neve? Ele é um mangá de autoria de Kazuo Koike (especialmente conhecido por Lobo solitário) e com arte de Kazuo Kamimura. Ele foi publicado aqui no Brasil pela editora Conrad entre 2006 e 2007 e foi concluído em 6 volumes.

A obra serviu de inspiração para Lady Snowblood, filme de 1973 dirigido por Toshiya Fujita.  Aos que não sabem, Lady Snowblood foi uma das inspirações de Quentin Tarantino para o aclamado Kill Bill.

yuki 01

Contudo, não é essa curiosidade que viemos falar. Essas informações são muito conhecidas e divulgadas por aí, mas o que pouca gente comenta é que o mangá Yuki – vingança na neve foi serializado na revista Playboy japonesa nos anos 1970. A Playboy japonesa possuía o mesmo conteúdo das edições brasileira e americana, com entrevista, artigos e, claro, mulheres peladas.

Embora tenhamos estranhado que um mangá fosse publicado na Playboy, a verdade é que isso é mais comum do que se imagina no Japão. Nem todos os mangás são publicados em revistas específicas de quadrinhos. Na verdade, muitos deles são publicados em revistas “normais” geralmente com uma temática definida. O caso mais conhecido por nós brasileiros é o de Paradise Kiss, de Ai Yazawa, que foi publicado em uma revista de moda, a Zípper. Porém há uma infinidade de mangás por aí que não são publicados em Shonen Jump’s da vida…

***

E você, leitor, sabia que mangás poderiam ser publicados na Playboy?

BIBLIOTECA BRASILEIRA DE MANGÁS

Anúncios

8 Comments

  • Bruno

    No Wikipedia diz que tem 4 Volumes

    ele foi reorganizado em 6 no Brasil?

    Fizeram um 2/3 Tankobon?

      • Bruno

        Bem então, me veio uma dúvida

        as Editoras podem reorganizar os capítulos em volumes do jeito que quiserem?
        Porque se podem, não é tão necessario fazer BIG pra encurtar uma publicação
        tipo, transformar 20 volumes em uns 15 já ajudaria

        • Roses

          Bruno, sim e não. Depende do contrato. O contrato com a editora JP que define como será lançado. Mas, contanto que a JP aceite, posso lançar até de 10 em 10 páginas. Hehe.

        • Roses

          Ah, e completando, transformar de 20 para 15 pode ajudar no tempo total, mas não ajuda muito nos custos. Aumentar 30~50 páginas são ajuda muito a diluir os preços. Lembra que falei disso no último texto? 🙂

        • Bruno

          Só acho que a Panini devia ter juntado o Meio Tanko Pokémon B&W volume 1 com o 2 ahsuahsuhasua

  • rafaga

    Agora que vcs falaram de mangas sendo publicados em “revistas normais” tinha uma historia que eu acompanhava muito esporadicamente e por ser muleque eu n entendia porra nenhuma, mas era publicada em uma revistinha de cunho religioso no Brasil, que n faco ideia do que seja…. ou se era mesmo uma uma revista religiosa… Sei que era em uma revista curta, com informações diversas e no final das paginas, havia esse manga…

    Conta a historia (lembrava os traços dos mangas antigos da decada de 70 creio) de um menino e uma menina, irmaos, que estavam sendo obrigados a servir um pirata como compensação, ja que o avo deles não havia feito o farol onde moravam funcionar por um momento e por conta disso tal pirata sofre um acidente perdendo todos os tribulantes. Eles vao vivendo e sendo surrados e maltratados por esse pirata que vai, no decorrer da historia, vendo a cumplicidade e o amor dos irmaos e isso o vai amolecendo… Era uma historia mto filosofica, com questoes bem complexas….

    Me fascinava por ser mutissimo diferente de tudo que ja havia visto e nao existiam mangas ainda sendo publicados no Brasil…

    Alguem tem uma ideia do que seja??? Sempre quis re-ler isso, e ja que o tema foi esse entao……

Comments are closed.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: