A editora Dealer

Alguém ouviu falar dessa editora?

Embora não exista uma ligação comprovada, depois de a editora Cedibra ter iniciado a publicação de Lobo solitário aqui no Brasil, uma série de editoras começaram a investir também na publicação de quadrinhos orientais, praticamente todos voltados para o segmento mais adulto.

Algumas dessas editoras são famosas e já tem uma página aqui no blog, como a Globo, a Nova Sampa ou a Abril, mas outras são muito obscuras, pouco conhecidas e não se sabe o seu destino. Esse é o caso da editora Dealer.

Pouco se sabe sobre ela, mas o que se sabe é que ela investiu em quadrinhos nacionais – alguns chegaram a ganhar o prêmio HQ Mix – e também em alguns quadrinhos estrangeiros, como os mangás. Ou o mangá, na verdade. A editora publicou apenas um quadrinho oriental. E quando falamos “um”, dissemos tanto em número de títulos, quanto de volumes.

No ano de 1990, a editora publicou um volume, de menos de 50 páginas, do Mangá Cobra, de Buichi Terasawa. Apesar de só ter lançado um volume, de um mangá, a Dealer fica para a história por ser a primeira editora brasileira a lançar um mangá da revista Shonen Jump, no Brasil.

***


1990


  • Cobra, de Buichi Terasawa – 1990 (1 vol) – Cancelado

***

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

BBM

3 comentários

  1. Oi, meu nome é Daniel e sou filho do falecido José Carlos de Souza, dono, idealizador e editor da Dealer. Fiz uma busca aleatória e achei esta página….. Meu pai, J.C.Souza quebrou tentando levantar quadrinhos e artístas na década de 1990. Enquanto a Abril pagava uma média de 25,00 por lauda, meu pai pagava 50,00. O Adão Iturrasgarai lançou pela Dealer, após algum tempo ganhou vários prêmios… Tenho alguns exemplares e fotos…. Contatos dan_aranha@hotmail.com ou pelo face Daniel Aranha

    Curtir

Os comentários estão encerrados.