NI 393. ESPANHA: relançamento de “Card Captor Sakura” finalmente começará no país

Após 3 anos…

Há umas duas semanas, publicamos aqui no blog uma matéria comentando a deplorável situação do relançamento do mangá Card Captor Sakura na Espanha (clique aqui para ler mais). Basicamente, no ano de 2016, a editora Norma anunciou que publicaria por lá a Edição Especial de Aniversário da Revista Nakayoshi, uma versão luxuosa do mangá (com detalhes em dourado na capa) que foi feita no Japão em comemoração aos 60 anos da revista que publicou Sakura. Entretanto, o tempo foi passando, passando e nada da obra ser lançada, pois a editora estava tendo problemas com a aprovação das cores de capa. A empresa precisava enviar a obra impressa para o Japão para ser avaliada pelo pessoal do grupo CLAMP e toda vez alguma coisa precisava ser modificada.

A história inteira é um tormento de dar dó da empresa por todos os percalços, e se você leu o nosso post provavelmente deve ter pensado o mesmo. Felizmente, agora a coisa mudou. Na manhã desta segunda-feira, 26 de agosto de 2019, a editora Norma divulgou em suas redes sociais a capa espanhola finalmente aprovada e a data de lançamento do primeiro volume. Ele sairá no dia 27 de setembro.

A editora não comentou se já conseguiu a aprovação de todas as demais capas, mas dado o problema que ocorreu talvez tenham tentado conseguir a aprovação de tudo junto para que não ocorra atrasos na publicação. De todo modo, e independente disso, é legal ver que apenas algum tempo depois de descobrirmos uma história calamitosa em outro país, ela foi resolvida. Parabéns pela paciência, editora Norma.


Card Captor Sakura é um dos mangás clássicos dos anos 1990 e que, por isso, perdura até hoje no imaginário otaku. Publicado pelo grupo CLAMP, a obra ganhou notoriedade mundo à fora especialmente depois da sua adaptação em animê ter sido exportada para quase todo o ocidente. A obra é uma herdeira da mudança provocada por Naoko Takeuchi e  seu Sailor Moon no gênero mahou shoujo, das garotas mágicas, ajudando a moldar tudo o que viria depois, inclusive suas “””desconstruções”””.

Se Sailor Moon retratou garotas comuns e as colocou como heroínas em situação de ação, sem perder seu lado feminino, Card Captor Sakura conseguiu trabalhar as ideias da obra predecessora e trazer ainda mais reconhecimento ao novo gênero, ao apresentar uma heroína forte e ao mesmo tempo sensível, insegura e sonhadora, e ao colocar forte foco no desenvolvimento dos personagens e seus sentimentos (ao invés o romance em si) atípico para o seu período e que serviu de referência para toda uma geração de obras.

Recentemente, o mangá ganhou uma continuação chamada de Card Captor Sakura Clear Car Arc, ainda em andamento no Japão, atualmente com 6 volumes, com o sétimo previsto para o mês de setembro.

No Brasil, o mangá foi publicado em duas oportunidades pela editora JBC, entre 2001 e 2002 e entre 2012 e 2013. Recentemente, a empresa também anunciou que publicará o Clear Card Arc.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s