Ebooks: JBC lança “Fairy Tail Zero”, “Fairy Tail Ice Trail” e “Fairy Tail Gaiden” em formato digital

Obras derivadas de Fairy Tail agora em ebook

Já está disponível na Amazon mais alguns ebooks pela editora JBC. Tratam-se de Fairy Tail Zero, de Hiro Mashima, Fairy Tail Ice Trail, de Yusuke Shirato e Fairy Tail Gaiden, de Kyouta Shibano. Os três estão saindo ao preço de R$ 12,90, valor padrão da maioria dos ebooks da editora. Você pode comprá-los na Amazon, clicando aqui (Zero), aqui (Ice Trail) e aqui (Gaiden).

Com o lançamento dessas obras em formato digital, todas os mangás da franquia Fairy Tail já publicadas pela JBC em formato impresso, agora também estão disponíveis em formato digital. Anteriormente, a empresa já havia publicado a série principal e o spin-off Fairy Tail Blue Mistral.


Fairy Tail Zero foi publicado no Japão entre julho de 2014 e julho de 2015 nas páginas da Fairy Tail Magazine, a revista própria da franquia Fairy Tail. Os capítulos foram compilados em um único volume.

No Brasil, o mangá foi lançado primeiramente de forma impressa pela editora JBC em outubro de 2017, ao preço de R$ 22,50. Essa versão ainda se encontra disponível e você pode comprá-lo, com desconto, na Amazon, clicando aqui. Agora, a obra chega também em formato digital.

Sinopse: “Mavis morava com sua amiga Zera na Ilha Sírius… Uma garota inocente e leitora assídua, seu sonho era “encontrar as fadas”. No ano X686, caçadores de tesouro vão para a Ilha Sírius, e a partir desse encontro, Mavis viverá uma aventura inimaginável! Encontros e despedidas, alegrias e tristezas, qual a “resposta” que ela encontrou?! Uma narrativa cativante, que descreve a verdadeira sinceridade… Conheça a história secreta da fundação da guilda de magos Fairy Tail! Eis a “aventura que guiará a magia e os companheiros” daquela que será a Primeira Mestra.”


Fairy Tail Ice Trail é de autoria de Yusuke Shirato e foi publicado no Japão entre julho de 2014 e julho de 2015 na Fairy Tail Magazine, da editora Kodansha, sendo compilado em um total de 2 volumes encadernados.

No Brasil, os dois volumes foram publicados de forma impressa em março de 2019, ao preço de R$ 23,90. Essa versão ainda pode ser encontrada na Amazon, com desconto, clicando aqui.

Sinopse: “Siga em direção ao futuro…” O garoto que ficou sozinho após a luta contra Deliora seguiu em direção ao oeste guardando em seu peito os ensinamentos de sua mestra Ur. Ele sai em busca de um mundo que ainda não conhece e de forças que jamais poderia imaginar. O nome do garoto é… Gray Fullbuster. Como foi que ele chegou à guilda Fairy Tail? Descubra a aventura deste pequeno mago do gelo neste spin-off de Fairy Tail, no qual Gray é o protagonista!!!


Fairy Tail Gaiden é de autoria de Kyouta Shibano e foi publicado no Japão no site Magazine Pocket, da editora Kodansha, entre julho de 2015 e setembro de 2016. Rendeu três volumes ao todo.

No Brasil, o mangá foi primeiramente lançado de forma impressa pela editora JBC entre dezembro de 2017 e abril de 2018 ao preço de R$ 17,90.

Sinopse: -Fairy​ ​Tail​ ​Gaiden​ ​vol.01​ ​–​ ​Dragões gêmeos de ​Sabertooth

Agora mestre da guilda Sabertooth, Sting começa a conhecer as responsabilidades e desafios que o cargo exige. A cada dia aparece um desafio diferente para ele e Rogue enfrentarem, desde o sequestro de um dos membros da guilda, até a tentativa de roubo de poderes. Envolvido em batalhas que vão além de manter a paz, Sting terá que lutar para manter sua guilda Sabertooth unida.

-Fairy​ ​Tail​ ​Gaiden​ ​vol.02​ ​–​ ​Rota de Cavaleiro

Mash é um criminoso sem escrúpulos e está a solta, trazendo enormes problemas para Gajeel. Em busca de respostas, Levy estabelece uma missão de resgate, mas ela não sabe os planos do “amigo” de Gajeel e o quanto isso está envolvido com o passado dele.

-Fairy​ ​Tail​ ​Gaiden​ ​vol.03​ ​–​ Brilho do Grande Relâmpago

Após deixarem a guilda Fairy Tail, Laxus e a equipe Tribo do Deus Trovão seguem para a guilda Blue Pegasus, mas nem tudo são flores por lá. O clima é diferente da Fairy Tail: mal têm tempo para se acostumar e um sequestro orquestrado pela guilda rival, a Red Princess, já entra em ação. Logo o grupo é escalado para ir em uma missão de resgate

2 comentários

  1. Uma pergunta referente a JBC: Os Kanzenbans de CdZ e o mangá de Lost Canvas Especiais estão ficando bem atrasados, não?

    Outra coisa, estou sentindo que tá tendo alguma treta dentro da editora, desde a saída de vocês sabem quem. O Henshin literalmente ripou, e não estou vendo o mesmo entusiasmo de antes.

    Curtir

    1. Para se estar atrasado é preciso um ponto de comparação. Em comparação ao que eles estariam bem atrasados? Tipo, o UQ Holder saiu pela última vez em fevereiro de 2019, já os dois que você citou saíram em novembro de 2019. Então, nessa comparação, quem está atrasado na verdade é o UQ Holder, afinal está a um ano sem sair, mesmo tendo vários e vários volumes para serem publicados.

      Se a comparação é com “periodicidade”, o Kanzenban é trimestral, então ele deveria sair em fevereiro. Como o mês não acabou, ele não está atrasado. Já o Lost Canvas, apesar de ter saído a cada dois meses em 2019, nunca teve periodicidade, então ele pode demorar mais 6 meses para voltar que ainda assim, nessa perspectiva, não estaria “atrasado”, já que ele não tinha periodicidade definida.

      Creio eu que, pela sua pergunta, você não percebeu que neste início de ano a JBC está bem parada. Ela só publicou um volume de mangá impresso nesses dois meses. Então, é normal todos os mangás estarem “atrasados”. Depois do carnaval a JBC fará um Henshin Online em que deve falar quando os impressos voltam.

      Sobre Henshin Online: eu acho besteira ficar tirando conclusões baseando-se nisso. A editora tem feito stories no Instagram no lugar do Henshon Online e o clima é exatamente o mesmo de sempre. Não mudou nada.

      Além disso, em minha opinião, o Henshin Online deveria ter acabado desde antes da saída do Cassius, pois eles só estavam repetindo as mesmas coisas toda semana. Era um tédio. Depois que o Cassius saiu ficou pior ainda. Só melhorou depois que o HO deixou de ser um quadro informativo e virou de entrevistas e outras coisas.

      Digo: melhorou porque agora eu não preciso mais assistir^^. Antes eu era obrigado a ver por causa do blog. Agora não preciso mais.

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s