Novo título pela JBC: Nausicaä, de Hayao Miyazaki

Título retorna ao Brasil pela JBC

A editora JBC divulgou hoje, por meio de seu canal no Youtube, que lançará no Brasil o mangá Kaze no Tani no Nausicaä ou Nausicaä do vale do vento como é mais conhecido.

A obra de Hayao Miyazaki era claramente um sonho antigo da editora, mas durante anos a licença não esteve liberada para o nosso país devido ao cancelamento do mangá ocorrido no passado pela editora Conrad.

A volta de Nausicaä chega ser uma surpresa, visto que mais de uma editora já havia comentado da dificuldade de negociação com o Japão. A obra foi publicada originalmente no oriente entre 1982 e 1994, na Animage, da Tokuma Shoten, sendo concluído em 7 volumes. No Brasil, a Conrad publicou 5 volumes da obra entre 2006 e 2009, cancelando o título anos depois.

Segundo a JBC, a negociação para a volta do título demorou cerca de dez anos. A nova versão brasileira será completa em 7 volumes. A editora não informou demais detalhes da publicação.

SinopseNausicaä é a obra máxima de Hayao Miyazaki, o mesmo autor de A Viagem de Chihiro e O Castelo Animado. É uma obra de ficção científica, com conotações ecológicas e filosóficas a respeito do homem e da batalha entre sua natureza destrutiva e seu instinto de sobrevivência. A história se passa em um planeta dizimado pela guerra. No lugar da vegetação está uma misteriosa floresta, que polui o ar e pode matar um humano em minutos. Os únicos animais que sobrevive nessa floresta são insetos gigantes, e os ´´Ohmu´´, seres inteligentes que guardam a floresta. A humanidade sobrevive em pequenos reinos. Um desses reinos é o Vale dos Ventos, onde vive a princesa Nausicaä.


A JBC também anunciou hoje O Tempo com Você  – Mangá e novel (saiba mais), Chi’s Sweet Home (saiba mais) e What a Wonderful World! (saiba mais).

13 Comments

  • JMB

    Finalmente!!!! 😍

    Confesso que eu não esperava (ao contrário do Kyon, que aparentemente já tinha até post pronto). Provavelmente vem pra substituir Akira como clássico fodão da editora

    • Bem, toda editora dizia querer trazer esse título e não conseguia. Era natural que em algum momento (fosse hoje, fosse daqui a 10 anos) alguém conseguisse dobrar os japoneses, então tinha que ter um post pronto^^.

  • Caramba, que incrível! Não sei se há alguma relação entre tal novidade e o que vem ocorrendo recentemente com as obras do Studio Ghibli, na Netflix e no Spotify, mas é ótimo ver tanta boa notícia ao mesmo tempo e todas envolvendo criações do Miyazaki. Só resta torcer por um 2020 melhor e ver no que vai dar.

    • Kiko

      O Toshio Suzuki disse que os filmes da Ghibli entrando na Netflix (e na HBO Max) são um movimento pra conseguir financiar os próximos filmes. Devem ter apostado fundo na ideia.

  • Gustavo

    Falaram se vai no mesmo formato do que foi lançado pela Conrad?

    • Dantas Lima

      Deve ser um formato parecido com o da Conrad pois segundo o anuncio serão 7 volumes.
      O que é uma pena para mim, prefiro o formato americando que foi lançado em 2 volumes em capa dura em uma belissima caixa

    • Serão 7 volumes como a edição da Conrad.
      Mas não informaram outros detalhes (se o tamanho será o mesmo, qual será o papel, etc, etc).

  • Marcelo

    O melhor mangá de todos os tempos em minha opinião. Quem nunca leu, a hora é agora.

    Só não sei se realmente vou comprar, ou no exato momento quando for lançado. Já tenho a Box linda (uma das coisas mais belas do tipo) em inglês, disponível na Amazon.

  • Eraldo Rocha

    Um verdadeiro sonho realizado.
    Que bom que a JBC conseguiu enfim convencer os japas a liberar, estão de parabéns.
    Mas pelo amor de Deus, Luxcream não, não me decepcione JBC.

  • ALEXANDRO FRANCISCO DA SILVA

    Gostei mas devia ser a edição em dois volumes.

  • RPM Souza

    Bem legal. Bem quando pretendia comprar a versão americana. Ainda pretendo importar pela Amazon, mas vamos ver o formato e o preço antes.
    Triste é pensar que o futuro do estúdio Ghibli é incerto. Talvez seja o preconceito do pessoal com os novos talentos que o estúdio apresenta, mas nenhum deles parece ter a mesma recepção dos filmes do Miyazaki pai e do Takahata. Infelizmente, acho que o fim do estúdio deve ocorrer em poucos anos.

  • Lucas Costa

    Sem dúvidas, um grande acerto da JBC e feliz pelos japoneses liberarem por aqui novamente. Possuo a da VIZ, um baita acabamento, mas como essa serão os volumes individuais, pode ser que eu pegue (dependendo do tamanho também). Uma verdadeira preciosidade.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: