JBC lançará Boku no hero academia

my heroA surpresa das surpresas…

E hoje, durante o Henshin online, a editora JBC surpreendeu e anunciou o mangá Boku no hero academia (My hero academia), um dos sucessos atuais da Shonen Jump. O anúncio pela JBC acaba sendo uma surpresa, visto que a editora raramente lança uma obra da Jump que ainda esteja em andamento.

Boku no hero 01

Boku no hero academia é de autoria de Kouhei Horikoshi e é serializado desde 2014, possuindo atualmente 8 volumes encadernados. O título vem ganhando fama a cada semana e desde seu início era apontado por muitos como o sucessor de Naruto.

A obra chega com um timing perfeito, visto que ela possui um animê em exibição. Boku no hero academia já é publicado nos Estados Unidos (Viz), Itália (Star Comics), começa este mês na França (Ki-oon) e agora sairá no Brasil.


Sinopse: A história se passa nos dias atuais, porém com uma pequena peculiaridade: humanos com poderes especiais se tornou algo comum em todo o mundo. Tudo aconteceu quando um único humano nasceu com poderes, tratados na história como  “individualidades”, e a partir de então a maioria dos humanos que nasceram possuíam tais “individualidades”. Contudo, acompanhamos a vida de um dos humanos que não nasceram com esses dons especiais, Izuku Midoriya. Ele é apenas um humano comum, porém com um sonho muito audacioso: o de se tornar um super-herói. A história acompanha a trajetória de Midoriya em busca de seu sonho.

***

BBM

26 Comments

  • Panini passou na frente com OPM e a JBC não deixou barato, foi e pegou BnH. Não esperava esse anúncio da JBC não, foi uma bela surpresa.

  • JMB

    *BOOM* na cara de todo mundo!
    Vejo isso como nada mais que um troco pelo incidente com One-Punch Man.
    E que venham mais puxadas de tapete, huhu! 😛

  • binho

    Espero que a qualidade gráfica faça valer a pena…
    Mas nossa, fiquei surpreso. Jurava que viria pela Panini, tá aí uma boa escolha da JBC.

  • Não da tempo da JBC comemorar uma “vitória” e a Panini ja chega com o pé na porta botando Slam Dunk pra dentro… Essa chuva de anúncios ta foda HUSAUSh… To vendo que logo terei que adotar o mesmo esquema que adotei em Naruto Gold e deixar acumular alguma obra pra pegar tudo de uma vez

    • pg.

      fazer isso é pior,é só deixar passar um tempo e voce terá dificuldade em encontrar vários números…

      • Não pretendo deixar tantos números assim, umas 3 ou 4 edições e somente de séries mais fáceis de se encontrar como Naruto por exemplo.

  • gilberto94819

    Tudo impresso nesse incrível papel transparente e fino da JBC. Hoje não, Faro.

  • Bom eu gostaria que alguem ou mesmo a Rose que é entendedora sobre assunto. O assunto da crise do papel veio a tona de novo. Por favor alguém precisa me esclarecer melhor sobre isso, pessoas que possuem blogs ficam passando informações erradas sobre assunto.Falando que boku no hero vira com uma folha horrível por causa crise .

    • gilberto94819

      O problema é que a JBC está lançando seus mangás em offset em uma qualidade muito abaixo das concorrentes. O papel que eles usam tem a gramatura muito baixa. O troço é ruim ao ponto de você conseguir ver o desenho da outra folha no lado que você está lendo. Parece que é defeito de fabricação. Eles podem usar a crise como desculpa, mas então a crise não existe para a Panini nem para a NewPOP?

      • Pois é! E pensar q Naruto Gold da Panini é Tão transparente quanto os offsets da JBC. ¬¬ Da NewPop ja tem varios outros fatores (empresa com poucos funcionarios, licença de mangas com preços diferentes, etc). Só trabalhando dentro de cada uma das editoras pra ter certeza da realidade e possibilidades de cada uma.

    • Esquece essa gente é tudo hater que ficam falando mal da JBC por qualquer motivo. A JBC apenas anunciou o mangá e nenhum outro detalhe sobre papel foi falado. Há duas possibilidades bem fortes:

      1. Pode ser em papel jornal e se for isso será igual aos mangás da Panini (mas os da Panini ninguém reclama. Só se focam na JBC mesmo^^). Então não há motivo para preocupação com o papel.

      2. Pode ser em papel offset e aí 100% certo que será um papel pior que o da Panini (em One Punch-Man) ou da NewPOP. Mas isso não necessariamente é ruim ou incomodo. Sakura Card Captors tem um mangá com alto índice de transparência e todo mundo elogiou a edição. Hoje reclamariam, pois hoje qualquer mínimo da transparência já é motivo de reclamação.

      A questão é que a JBC disse ano passado que estava diminuindo a gramatura de seus mangás em offset para oferecer um preço mais em conta e isso resultou em vários mangás com papel muito transparentes. Se for em offset existe esse risco das páginas transparentes, mas só o risco. Nada é garantia. As pessoas ficam falando antes como se fosse uma verdade absoluta.

      Então, até o momento, é tudo haterismo sem sentido^^.

      • anon

        Pra mim o papel utilizado nos relançamentos como Sakura e Yu Yu Hakusho está bom e poderia ser o padrão para os lançamentos em sulfite. Agora o papel que usaram em Orange e outros está muito transparente e atrapalha um pouco a leitura sim… acho que com tantas reclamações eles deveriam utilizar somente o de gramatura maior, mesmo que isso aumentasse em R$1,00 ou R$2,00 o valor final.

  • Bom eu gostaria que alguém ou mesmo a Rose que é entendedora sobre assunto se manifeste kkkkk. O assunto da crise do papel veio a tona de novo. Por favor alguém precisa me esclarecer melhor sobre isso, pessoas que possuem blogs ficam passando informações erradas sobre assunto.Falando que boku no hero virá com uma folha horrível por causa da crise do papel.

    • Segundo aprendi, o que há é crise do papel JORNAL, pois papel off-set é abundante no Brasil – e relativamente barato.

    • Roses

      A Roses não vê os posts dos outros, tem que ir atrás dela nos posts dela, ou ela só lê meses depois.

      Só por completismo, não há crise de papel, o que há é aumento do preço internacional do papel, mais aumento de dólar, mais fechamento de uma das enorme fábricas de papel que era o Brite que a JBC e a Panini usavam. Ambas de repente tiveram que mudar seu padrão e adotar um novo papel, a Panini voltou ao jornal nacional que é pior, mais os lançamentos offsets atuais. A JBC também utiliza ainda outros papéis jornais e tem utilizado o offset para fazer versões econômicas, o que significa que vêm com baixa gramatura, causando a transparência.

      “Crise do papel” foi como essas duas decidiram chamar essa situação. Mas note que não é uma crise do papel, nem crise do papel jornal, é uma crise do papel em duas editoras pois o que elas usavam parou de ser produzidos e foram forçados a mudar e tentar coisas novas.

      De onde eu venho isso não se acham crise, se chama adversidade e capitalismo. Ter que adaptar o produto por x ou y não estar mais disponível é absolutamente normal. O molho que eu gosto de manga e curry vinha com damasco, a coisa apertou e agora é feito com abacaxi. Nem por isso a empresa está avisando sobre a Crise do Damasco.

      Chamar de crise é uma desculpa, uma forma fácil de culpar o mundo e sair como vítima, ou ainda se abster de culpa ou responsabilidade. Algo como “vai ter que aguentar o que vier, afinal tem a crise do papel”. Inventar ou manipular situações em que a empresa seja uma coitada e precise da sua ajuda e paciência é também o ABC do capitalismo das pequenas e médias, colocar o cliente do seu lado contra um inimigo invisível é super usado. É a forma fácil de se criar partidos e times, de te colocar do lado dela. Todas as empresas fazem isso, é fácil passar mudanças como revolução, inovação e resistência, do que admitir que você não tem mais como continuar a comprar o papel.

  • gilberto94819

    Se for impresso em papel jornal, eu não vou comprar. Se for impresso em papel offset de baixa gramatura, também não vou comprar. Quero um material de qualidade, bem impresso, com materiais de qualidade. Não quero um mangá só para deixar na estante, quero um mangá para poder ler, ter prazer de apreciar a arte do autor, sem ter que olhar riscos dos desenhos de outras páginas atrapalhando a leitura. É pedir muito?
    É haterismo simplesmente ser contra os mangás de baixa qualidade que a JBC está lançando em offset? A JBC tem muitas qualidades. Não tenho o que reclamar da assinatura, na adaptação dos mangás, nem da TRANSPARÊNCIA para com os clientes. Mas que estão ruim esses mangás em offset, não posso mentir. Em Parasyte #8, por exemplo, dá para ver de longe os personagens das outras páginas. Fica horrível de ler uma coisa dessa.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: