NR 340. Divulgados ganhadores do troféu HQ MIX.

The Ghost In The Shell e dois mangás nacionais…

O Troféu HQ Mix, o “Oscar dos quadrinhos no Brasil”, divulgou a lista dos ganhadores deste ano. Os mangás concorreram em diversas categorias, mas poucos foram os ganhadores. The Ghost In The Shell foi o único mangá japonês a ganhar. Ele venceu na categoria edição especial estrangeira.Os mangás nacionais Quack vol 3 e The Hype ganharam, respectivamente, em publicação em minissérie e Publicação independente edição única.

Veja a lista completa de vencedores abaixo. Em negrito, vocês podem ver os mangás vencedores, em vermelho, as categorias em que mangás concorreram, mas não ganharam.

  • ADAPTAÇÃO PARA OS QUADRINHOS
    Sharaz-de-Contos de As Mil e Uma Noites – Vol1 (Figura Editora)
  • ARTE-FINALISTA NACIONAL
    Omar Viñole (Cadernos de Viagem, Yeshua Absoluto, Zé do Caixão)
  • COLORISTA NACIONAL
    Cris Peter (Astronauta – Assimetria/Memórias do Mauricio)
  • DESENHISTA NACIONAL
    Guilherme Petreca (YE)
  • EDIÇÃO ESPECIAL ESTRANGEIRA
    The Ghost in the Shell (JBC)
  • EDIÇÃO ESPECIAL NACIONAL
    Yeshua Absoluto (Devir Brasil)
  • EDITORA DO ANO
    SESI-SP Editora
  • EVENTO
    CCXP Comic Con Experience
  • LIVRO TEÓRICO
    1973 Quando tudo começou, História do primeiro Salão Brasileiro de Humor e Quadrinhos (Independente)
  • NOVO TALENTO – DESENHISTA
    Mika Takahashi (Além dos Trilhos)
  • NOVO TALENTO – ROTEIRISTA
    Wagner Willian (Bulldogma)
  • PROJETO EDITORIAL
    A Liga Extraordinária Dossiê Negro – Ed Luxo Limitada (Devir Brasil)
  • PUBLICAÇÃO DE AVENTURA/TERROR/FANTASIA
    Astronauta – Assimetria (Panini)
  • PUBLICAÇÃO DE CLÁSSICO
    Sharaz-de-Contos de As Mil e Uma Noites -Vol1 (Figura)
  • PUBLICAÇÃO DE HUMOR
    A Última Bailarina Contra-Ataca (Korja dos Quadrinhos)
  • PUBLICAÇÃO DE TIRA
    Quadrinhos dos Anos 10 (Quadrinhos na CIA)
  • PUBLICAÇÃO EM MINISSÉRIE
    Quack Vol 3 Draco
  • PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE DE AUTOR
    Opala 76
  • PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE DE GRUPO
    São Paulo dos Mortos Vol 03
  • PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE EDIÇÃO ÚNICA
    The Hype
  • PUBLICAÇÃO INFANTIL
    O Roubo do Marsupilami (SESI-SP Editora)
  • PUBLICAÇÃO JUVENIL
    Mônica Força (Panini)
  • PUBLICAÇÃO MIX
    O Despertar de Cthulhu em Quadrinhos (Editora Draco)
  • ROTEIRISTA NACIONAL
    Laudo Ferreira (Cadernos de Viagem, Yeshua Absoluto, Zé do Caixão)
  • WEB QUADRINHOS
    As Empoderadas (http://blog.socialcomics.com.br/…/empoderadas_preview03_ge…/)
  • WEB TIRA
    Linha do Trem (http://www.linhadotrem.com.br/)
  • DESTAQUE INTERNACIONAL
    Marcelo Quintanilha
  • PRODUÇÃO PARA OUTRAS LINGUAGENS
    Cena HQ – A Infância do Brasil
  • EXPOSIÇÃO
    Ocupação Glauco – Espaço Itaú Cultural
  • GRANDE CONTRIBUIÇÃO
    HBO – Série Edição Especial – Quadrinhos
    Antologia HQ – Projeto HQ Ceará
  • HOMENAGEM
    10 anos do Guia dos Quadrinhos
  • GRANDE MESTRE
    Gutemberg Monteiro
  • TCC-TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO
    Lucas Allan Novais Alencar Balieiro — Web Série Vozes e Traços. O Novo Cenário Brasileiro de HQS – UMESP
  • TESE DE MESTRADO
    Miguel Geraldo Mendes Reis — Tudo o que o cidadão deve saber: As Cartilhas eo Processo Civilizador – PUC-RIO
  • TESE DE DOUTORADO
    Camilo Riani — Caricatas: Arte-Rostohumor-Experiência – UNESP

A entrega da premiação ocorrerá no dia 17 de setembro no SESC-Pompeia/SP.

***

Ano passado, apenas o mangá nacional Quack – patadoras voadoras da editora Draco conseguiu algum prêmio e, ainda assim, apenas em uma categoria especial destinada justamente aos mangás. Em 2015, a editora JBC ganhou como melhor editora do ano, ao lado da Veneta.

Em outros anos, no entanto, tivemos vitórias esparsas de alguns mangás. Podemos citar a vitória, em 1992, de Katsuhiro Otomo (Akira) e, em 2003, de Takehiko Inoue (Vagabond) na categoria melhor desenhista estrangeiro. Já Osamu Tezuka (Buddha), em 2006, e Kazuo Koike (Lobo solitário), em 2007, ganharam como melhor roteirista estrangeiro.

Os mangás VagabondLobo solitário (3 vezes) e Gen Pés Descalços (2 vezes) também ganharam em algumas categorias ao longo dos anos. A maior surpresa em termos nipônicos não foi um mangá e sim a vitória na categoria revista infantil dos quadrinhos de Sailor Moon lançados pela editora abril no distante ano de 1997.

***

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM via Papo de Quadrinho

8 Comments

  • Urashima

    Li Sharaz e é uma coisa que é impossível falar mal. Um quadrinho maiúsculo…literalmente. Também li o Despertar de Cthulhu da Draco. Aproveitei que eles fizeram uma sessão de autógrafo numa comic shop da região e peguei. Li e tem algumad estórias que são muito boas…e a cor verde deu certo com o horror de Lovecraft. Parabéns pro pessoal, merecem.

  • SESI mereceu como editora do ano, eles estão trazendo só a nata do quadrinho europeu. Petreca desenha demais!!! Tenho o Ye e posso afirmar que o traço dele é sensacional e muito ímpar.

    • Mugi-chin

      Concordo! Ye é um dos quadrinhos mais bonitos que já li, em traço e em história!

  • Dan Wade

    A Cris Peter destruiu nessa capa do Astronauta Assimetria, eu nem tinha me tocado que a cor era dela, mereceu muito. Excelente post

  • TDA

    Ghost in the Shell mereceu o prêmio!!! Nas demais categorias, achei os resultados justos, não tinha como não premiar Sharaz-de e Cthulhu. Agora, escolher Quack ao invés de Eden é de uma estranheza muito grande. Outra coisa muito estranha é um título como Cavaleiros do Zodíaco Kanzenban não ter sido nem indicado para a disputa. Ao invés disso eles indicam Orange para Publicação Juvenil… Sério? Orange? Eu li Orange e gosto dele, mas tem tantos títulos melhores para concorrer nessa categoria.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: