NI 231. Nobuhiro Watsuki: autor estava de posse de pornografia infantil

Autor de Rurouni Kenshin pode pegar até um ano de cadeia

Nobuhiro Watsuki, autor de Rurouni Kenshin, foi acusado pela polícia japonesa de posse de DVDs contendo pornografia infantil. Segundo as autoridades, Watsuki possuía muitos DVDs contendo meninas nuas e armazenou esses vídeos em um escritório em Tóquio. Em seu testemunho, o mangaká teria admitido que gostava de meninas de idade até no máximo 14 anos.

As autoridades também foram à casa do autor de 47 anos para uma investigação diferente relacionada à compra de DVDs de pornografia infantil. A acusação em questão contra Nobuhiro Watsuki diz que ele teria vídeos pornográficos desde julho de 2015. Ao que parece a polícia chegou a ele por acaso, enquanto investigava outra coisa…

No Japão, a posse de pornografia infantil é considerado crime apenas desde 2015 (sim, há muito pouco tempo) e traz uma penalidade de até um ano de prisão e uma multa de até um milhão de ienes se for considerado culpado.

Devido às acusações, a Shueisha colocou o atual mangá do autor, Rurouni Kenshin -Hokkaido Arc, em hiato por tempo indeterminado, segundo resposta da editora para Buzzfeed japonês.

Watsuki já teve várias de suas obras publicadas no Brasil e chegou a visitar o nosso país em 2015, quando participou do evento Fest Comix.

***

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

Com informações de Manga Mag, Shoujo Café , Yonkou e G1

11 Comments

    • RPM Souza

      Lista de prioridades:
      1 – Cancelamento de Rurouni Kenshin?
      2 – Continuação de ToLoveRu?
      3 – JoJo no Brasil
      .
      .
      .
      1204843 – Pornografia infantil

    • RPM Souza

      Ironias à parte, possivelmente sim. Além do mais, é um trabalho “intelectual” e imagino que ele mandando o name (acho que é assim que chamam os rascunhos) os assistentes devem conseguir desenhar numa boa, já que muitos deles são/se tornam mangakas Eiichiro Oda foi assistente dele e ele mesmo foi do Takeshi Obata (que alias foi detido, mas nunca preso se não me engano, por algo que não me recordo agora). A questão é: A editora vai querer o trabalho de um cara na prisão? Não que não haja chances, o autor de Toriko é um exemplo e, se não me engano, ele ficou mais de um ano.

  • anon

    Definitivamente nunca imaginei algo assim do Watsuki, um mangaká que sempre admirei e criador de uma das minhas séries favoritas… que decepção, estou em choque…

  • Que coisa… me pergunto é como os caras souberam que ele tinha isto guardado…
    Mas enfim, japas adoram lolis (assim como muitos brasileiros também), há toda uma indústria favorecendo este tipo de situação, então não me é nenhuma surpresa um autor como ele, mesmo sendo figura pública e famosíssimo mundialmente por conta de Rurouni Kenshin, tenha este tipo de material. Para mim o mais alarmante de toda a situação fica por conta do fato de que o cara tinha este tipo de material e tem uma esposa e tal…

    • Foi por acaso. A polícia estava investigando outro caso, segundo informações da Globo. A gente atualizou a matéria^^.

      • Huahuahua, ok @Kyon, então a pergunta que não quer calar é: o que a polícia estava investigando para ter chegado até ele, que estava de posse deste tipo de material??… (é… sincera e realmente é melhor eu não pensar nisto e deixar este assunto de lado…rs)

  • Stefano

    Olha, vou bancar o advogado do diabo. Impressão minha ou essas denúncias de escândalo sexuais em massa contra celebridades num curto espaço de tempo soa como 1 campanha de expurgo e desmoralização??
    (posso estar enganado)

    • O que você comentou não tem absolutamente nada a ver com o assunto da notícia.

      Está bem claro que o caso do Watsuki não é nenhuma denúncia ao estilo Hollywood. Foi feita uma investigação por parte da polícia e se chegou a ele. Nada muito diferente do que vive ocorrendo no Brasil com operações da polícia federal prendendo pedófilos.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: