I am a hero: confira detalhes do mangá

Título sai em breve

Surpreendendo a todos, a editora Panini divulgou hoje, por meio de sua página na rede social Facebook, os primeiros detalhes de I am a hero, de Kengo Hanazawa. A obra que sairá em abril virá no acabamento premium da editora, possuindo capa fosca com verniz localizado, orelhas, miolo em papel offset 90g e algumas páginas coloridas.

O preço ainda não foi revelado. I am a hero possui 22 volumes no total e será lançado em periodicidade bimestral.

SinopseHideo Suzuki é um homem de trinta e cinco anos, um mangáka assistente e um falido fracassado. Sim, porque há anos seu desejo é se tornar uma lenda, um herói entre os mangakás, devido a uma série impressionante que ele escreveria e publicaria por uma das maiores editoras japonesas; porém até agora ele só conseguiu navegar entre a estranha história com sua namorada e suas desilusões. O que ele não imagina, entretanto, é que o mundo parece ter planos mais importantes para ele: maquinações sinistras e obscuras devem mudar a realidade que ele conhece. E agora, Hideo, você estará pronto para se tornar um herói?

***

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

21 Comments

    • Luxo? Que luxo?? O.o

      Esta combinação aí é apenas melhor que a que usa papel de bunda nos miolos de mangás mais baratos. Vai encarecer um pouco a obra? Sim, vai. Mas até eu, que até segunda ordem não poderei comprar este e outros mangás que estão saindo ou estão para sair, acho que é melhor que venha assim. Não apenas pela qualidade melhor e pela durabilidade em si, mas para quem é colecionador e gostaria de ter esta obra na prateleira, esta é a qualidade padrão mínima, que não tem nada de luxuosa, mas é bem melhor do que um mangá que daqui a 3, 4 ou 5 anos pode estar em estado decrépito…

      • Guilherme

        É isso mesmo, isso aí tá longe de ser luxo é o mínimo pra quem é colecionador!

        • Urashima

          Então eu te pergunto, qual dos grupos é mais volumoso: os leitores ou os colecionadores?

          • Leitores. É só você ir no mangas project e ver as visualizações.
            Quem compra é em sua maioria colecionador mesmo.

          • Urashima

            “Quem compra é em sua maioria colecionador mesmo”. Pois bem, no podcast do Confins do Universo: No Reino da Capa dura, o ex-Panini que participou desse programa ao argumentar o por que alguns títulos tem esse ou aquele acabamento diz que a maioria dos consumidores da Panini não é feita por colecionadores, mas sim de leitores casuais, ou leitores de 01 ou duas séries. São pessoas que viram um filme e se interessaram por aquele personagem ou simplesmente tiveram a curiosidade de ler o gibi que viram na banca. Ele não falou especificamente de mangás, pois este não o tema do programa, mas creio que serve para este segmento também. O número de leitores casuais é maior do que aquele leitor engajado, o chamado colecionador.

          • “Então eu te pergunto, qual dos grupos é mais volumoso: os leitores ou os colecionadores?”
            @Urashima, esta é uma resposta muito fácil de responder: são colecionadores. E, o tal ex-Panini que você citou não sabe nada do que está falando… me admira um cara da Panini falar uma merda desta sem um mínimo de pesquisa ou embasamento, ou então VOCÊ não deu a devida especificidade ao grupo de quadrinhos que estamos tratando aqui. Se estamos falando da Panini como um todo, sim, a maioria podem ser apenas leitores mesmo, concordo com isto. Mas se olharmos apenas os mangás, nosso foco aqui no BBM (e particularmente na minha vida em relação a quadrinhos), então são colecionadores. Temos muitos leitores de mangás? Temos sim, por vários motivos que não cabe aqui discutirmos. Me admira que não se tenha feito ainda uma pesquisa mais profunda sobre isto, sendo que olhando-se para a internet é bem fácil saber que a maioria são colecionadores. Colecionadores de mangás como já falei outras vezes não são apenas aqueles que JBC e Panini denominam como os que compram Akira, GITS, CDZ Kanzeban, Slam Dunk, Vagabond, I am a Hero, entre outros, e sim quem os faz com qualquer título. Quando você lê um mangá, dificilmente será leitor, e mesmo que seja um leitor (avaliando-se o fato de que terminada a leitura da obra você não fica com a obra), é muito possível de passar um tempo sendo colecionador, pois mangás são antes de mais nada uma COLEÇÃO. O significado de coleção é “Conjunto de coisas da mesma natureza”, logo, sempre que estamos lendo um mangá, na minha mente agora aparece apenas UMA possibilidade básica de não sermos colecionadores (lembrando que, em suma, todo colecionador é um leitor): se compramos um mangá, e no caso “acompanhamos” o lançamento da obra e a lemos logo depois de a adquirirmos, e depois jogamos fora/repassamos/vendemos/revendemos; tirando esta, não vem à mente nenhuma outra possibilidade no momento de não sermos colecionadores (mesmo que durante um período de tempo) ao lermos mangás.

  • Acabamento plausível. Ao meu ver tem de ser assim mesmo, obras destinadas ao publico jovem-adulto tem de vir nesse acabamento, onde predispõe-se que o indivíduo já trabalhe e etc. As demais obras com acabamento básico, até por ser um preço acessível e servir de porta de entrada para novos leitores.

  • Porra, o titulo tem 22 volumes, finalizado já, precisava ser bimestral? Serio que so vo ver o final desse mangá em 44 fucking meses? São 3 anos e meio, espero que a periodicidade vire mensal depois de um tempo.

    • Provavelmente por causa do acabamento mais caro, somado com outros mangás que também são caros, fazer mensal provavelmente seria complicado

    • Ai ninguém consegue acompanhar lançamentos.
      Para quem compra 3 ou 4 mangás, acompanhar mensal é tranquilo, mas com a quantidade de ótimos lançamentos no mercado ? Quanto menos mangás mensais melhor, se não fica possível acompanhar.
      Periodicidade excelente.

  • Parabéns a Panini, excelente formato, boa qualidade e preço, ótimo custo beneficio, isso sim é luxo.
    Muito melhor que capa não sei de que, papel com nome bonitinho e que amarela igual a jornal do mesmo jeito, custando 60 e cacetadas.

  • Starrk

    Vontade de colecionar, mas falam tão mal do final que fico com pé atrás, mas vou dar uma chance para as primeiras edições.

  • legner

    Esse eu já li e gostei muito, vai esta na minha estante com certeza.

  • Mike

    4 anos saindo I’m hero, acho meio arriscado lançar um manga ~diferente com tantos volumes.
    Será que até lá não lançam uma netflix dos mangás…,

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: