Memória: Qual foi o primeiro mangá a receber assinatura?

Descubra agora qual título, anos atrás, foi o primeiro a ter um pacote de assinatura….

No dia 12 de maio de 2007, o site Fator Brasil noticiava que a editora Panini estava lançando a assinatura do mangá Naruto. A empresa ofereceu dois planos de assinatura, 12 meses (6 parcelas de R$ 19,80) ou 24 meses (6 parcelas de R$ 35,40). Segundo a notícia os assinantes iniciais ainda seriam presenteados com um box para guardar a série. Ainda de acordo com o site, era a primeira vez no Brasil que um título do gênero seria vendido por assinatura no país.

A informação do site Fator Brasil é interessante e digno de entrar em uma postagem em que relembramos a memória dos mangás em nosso país, entretanto a informação não procede. Um mês antes, em abril de 2007, o site Papo de Budega, da jornalista Sandra Monte, noticiava que a JBC estava realizando assinaturas de Fullmetal Alchemist. Segundo a jornalista era o primeiro título da editora que poderia ser adquirido por meio de assinatura. Ou seja, por uma questão de dias, o mangá de Hiromu Arakawa recebeu um plano de assinaturas antes do de Masashi Kishimoto.

Aos que não se lembram, a primeira publicação de FMA pela JBC foi realizada em meio-tanko (quando cada volume japonês é dividido em dois no Brasil), então os 27 volumes originais deram origem a 54 tomos no Brasil. No Web Archives localizamos a página de assinatura da empresa do dia 22 de abril de 2007, com um plano indo do volume 5 ao 28 (imagem acima).

Um detalhe interessante que o Web Archives também nos mostra é que desde sua primeira assinatura, a editora JBC oferecia a possibilidade de parcelar por boleto bancário, uma dos grandes diferenciais da empresa, mas que infelizmente foi extinto um tempo atrás.

***

Esses foram os dois primeiros mangás a receber assinatura, Fullmetal Alchemist pela JBC, em abril de 2007, e Naruto pela Panini, em maio de 2007. Se existiu assinatura de mangás por outras empresas antes disso não ficamos sabendo porque é de uma época que não acompanhávamos o mercado e hoje em dia obter notícias dessa época remota é bem, mas bem difícil…

1 Comment

  • Bruno

    Eu assinei Naruto por dois anos e ganhei duas caixas. O grampo da caixa deixa marcas na parte oposta da lombada. Uma beleza!

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: