JBC anuncia mudanças no lançamento de seus mangás

Veja o cronograma da editora…

Na tarde desta terça-feira, 30 de outubro de 2018, a editora JBC divulgou, por meio de seu canal no Youtube, algumas mudanças no sistema de lançamento de seus mangás, publicando vários volumes de uma vez.

A ideia, segundo a empresa, é acelerar as coleções para que o consumidor possa completar as séries mais rapidamente e a empresa possa encaixar os futuros lançamentos já anunciados. Para isso, vários mangás serão lançados em blocos com 2, 3 ou até 4 volumes de uma vez. Eis o cronograma passado pela empresa:

1ª quinzena de novembro (Títulos do checklist de outubro)

  • To Love-Ru #18 (Final)
  • Magi #34
  • Magi #35
  • UQ Holder! #13

Novembro

  • BTOOOM! #25
  • CdZ – The Lost Canvas #03
  • Fullmetal Alchemist #25
  • Fullmetal Alchemist #26
  • Fullmetal Alchemist #27 (Final)
  • Fullmetal Alchemist – Guia Completo #03 (Final)
  • Magi #36
  • Magi #37 (Final)
  • My Hero Academia #12
  • Platinum End #03
  • Platinum End #04
  • The Seven Deadly Sins #31
  • The Seven Deadly Sins #32
  • UQ Holder #14

Dezembro / Janeiro

  • My Hero Academia #13
  • MY Hero Academia #14

Apesar do lançamento de vários volumes ao mesmo tempo, a editora garante que o leitor não precisa ter pressa e que os volumes ficarão disponíveis por um bom tempo, assim o próprio consumidor pode escolher quando e quanto comprar. Vale lembrar que a JBC deixou de distribuir seus títulos para bancas de revistas e agora eles só podem ser encontrados em lojas especializadas, livrarias e lojas onlines.

A JBC ainda reforçou que um dos planos da empresa é realizar publicações o mais próxima possível do lançamento japonês e ela deu o exemplo de My Hero Academia, em que a empresa tem o desejo de alcançar a publicação original e publicar quase simultaneamente.

  • Reimpressões

A editora voltou a falar das várias reimpressões já anunciadas e que devem ocorrer no próximo mês, como alguns volumes de Your Name., Death Note Black Edition, My Hero Academia, entre outros.

24 Comments

  • Alexsander Luiz

    Kyon, vc acha q com o término desses vários títulos a JBC já possa lançar algum de seus títulos já anunciados na CCXP?

    • Certamente. Não faz sentido a editora participar da CCXP e não ter títulos novos no evento. Seria perder uma oportunidade e tanto.

  • gilberto.

    Opaaaaaa! Finalmente FMA acabando. Vou descansar um pouquinho meu bolso e começar a coleção de Lost Canvas.

  • Starrk

    Não quero ser pessimista, mas isso não pode indicar um cenário negativo? Querer finalizar logo varias publicações e alcançar o jap em outras… tomara que não, torço muito pra que a jbc consiga se restabelecer.

      • netin

        Bem lembrado.

        EU particularmente não gosto de acompanhar publicações com intervalos longos. Sou daqueles que prefere ‘acumular’ alguns números pra ler um seguido do outro.

  • Sofie

    Acho uma decisão acertada terminar logo a publicação de Fullmetal e Magi este ano, e, já ter o checklist livre para agilizar os lançamentos dos títulos já anunciados. Quanto aos mangás ainda em lançamento, acho que perceberam que a diferença está ficando gritante com o Japão, vide My Hero, que se continuasse assim iria perder toda a vantagem do hype/marketing da próxima temporada.

  • Alexandre K

    A pressa é pra acabar com os mangás físicos, principalmente os em hiato ou terminando. Magi, Btooom, Saintia Shô… pra mim, melhor. Não tenho mais espaço pra guardar mangás físicos =/

  • LeitorAssíduo

    Muito empolgado com essas “promessas” da JBC, mudar a cadência de lançamentos e deixar mais tempo disponível é tudo que eu sempre sonhei pro nosso mercado de mangás, ainda é cedo pra comemorar mas vamos ver como isso vai ocorrer.

  • Victor Lucas Brito de Andrade

    Se eles conseguiram agilizar a parte de editoração e gráfica faz até sentido desovar oque tiver pronto de uma vez, economia com o estoque e já injeta uma grana da galera que tem o dinheiro e a disponibilidade de comprar a preço de capa. Eu vou esperar o natal passar e lá pro final de janeiro ou fevereiro completar as minhas com os belos desconto de 20% ou mais. Só acho estranho o buraco que vai ficar depois, espero que com os novos títulos alcancem novos leitores e melhorem as vendas. Ainda acho que o principal problema das editoras hoje é faturar mais por volume impresso para viabilizar a produção de mais volumes. A maior parte do lucro ainda fica na distribuição e comercialização dos terceiros e isso se repete no digital, pelo menos pelo que eles disseram é mais de 50% só de custos nesse seguimento…

    • Também uso essa tática de esperar promoção em alguns títulos, em caso de periodicidade bimestral a espera é ainda maior, porque permite “segurar” o preço por mais tempo.

      Inclusive acho que agora será mais fácil pra JBC “segurar” os preços de seus títulos. Por exemplo Fullmetal, passado o mês de lançamento já se encontrava com 30%, meio que não valia a pena comprar com preço de capa. Enfim, só acho.

  • Não sei se entendi errado, mas a impressão que tive foi a seguinte:
    Com a perda do volume impresso que iam para as bancas, tiveram de diminuir a tiragem por volume, logo isso acarretaria um aumento maior ainda no preço do mangá, então para evitar isso estão mandando para as gráficas 2, 3 volumes de uma vez e de uma mesma série para assim suprir a perda e manter essa tiragem impressa “por pedido”. Como o enfoque agora são lojas especializadas e livrarias, então teoricamente esses produtos sempre estarão disponíveis, mesmo sendo lançados mais de um volume de uma vez. Pode ser só pira minha também haha

  • hayashy

    Adorei esta forma de distribuição meu deus que maravilha! poderei completar logo duma vez as coleções do que ficar MESES E MESES E MESES sendo torturado pela espera! PONTO POSITIVO PARA A JBC!

  • Herbert

    Gostei dessa decisão, estou no aguardo de Terra Formars, sei que está bem perto do Japão mas assim que tiver uns 3 lançados poderiam fazer nesse esquema também! MUITO BOM JBC!

  • Eraldo Rocha

    Acho uma boa desde que de fato os volumes fiquem disponível por um bom tempo, que ocorra reposição em caso de esgotamento.

  • Muito legal esse reposicionamento da JBC, alinhando impresso e digital.

    E tratando mangá como livro, já que não conseguia aproveitar as vantagens dele como revista. Espero que isso implique mais qualidade nos lançamentos futuros.

  • Mateus Augusto Oliveira

    Sobre as reimpressões a JBC vai fazer isso com The Seven Deadly Sins ou não? Tá dificil achar os primeiros volumes e outros tambem, so vai sair os volumes 31 e 32 por enquanto?

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: