NI 376. Autora de mangás shoujos anuncia sua saída da indústria…

… após vinte anos do início da carreira

Na última quarta-feira, 3 de julho de 2019, a mangaká Yoko Maki anunciou, por meio de sua conta no Instagram, que está se retirando da indústria de quadrinhos japoneses. A notícia vem no mesmo dia em que foi publicado na revista Ribon, da editora Shueisha, o último capítulo de seu mangá atual Sparkly Lion Boy que a autora lançava desde 2016.

Maki acrescentou que ainda tem “muito para contar às pessoas”, então ela manterá sua conta no Instagram ativa até 17 de março de 2020. As informações foram reveladas pelo site Anime News Network.

Aishiteruze Baby, nova edição japonesa

Yoko Maki nasceu em 11 de julho de 1981, na cidade de Kagoshima, no Japão, e iniciou-se na indústria do mangá em 1999, ainda com 18 anos. Nesses 20 anos de carreira, algumas de suas obras foram adaptadas para a animê, sendo The Romantica Clock, a mais recente delas em 2014. No Brasil, apenas um título da autora foi publicado, o mangá Aishiteruze Baby, lançado pela Panini entre 2009 e 2010.

Agora nós temos um perfil no Instagram também. Nos segue lá?https://www.instagram.com/blogbbm/

Anúncios

3 comentários

  1. Ela marcou até data pra fechar o Instagram… estranho. Talvez tenha um grande projeto pela frente, talvez um anime ou uma carreira de ilustradora

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s