Memória: os 16 anos do lançamento de “Peach Girl”

Um dos primeiros mangás da Panini

O ano era 2003. Conrad e JBC dominavam o mercado de mangás com vários lançamentos todos os meses, enquanto outras editoras se arriscavam com um lançamento aqui e outro ali. A multinacional italiana Panini não poderia ficar de fora desse filão de mercado e lançou alguns quadrinhos, em 2002 começara com títulos da série Gundam Wing e em 2003 vieram outros dois, Eden – Um mundo infinito e Peach Girl. É desse último que falaremos hoje.

Em outubro de 2003, chegava às bancas de revistas o primeiro volume de Peach Girl, mangá de autoria de Miwa Ueda. Era um título um tanto quanto desconhecido na época (só ganharia animação em 2005) e a Panini publicou a obra como era o seu costume na época, com cada volume sendo dividido em dois no Brasil e tendo sentido de leitura ocidental, espelhando os quadrinhos de modo a ser “mais fácil” para o leitor brasileiro. Conrad e JBC, você bem sabem, usavam o sentido de leitura original.

Peach Girl saiu ao preço de R$ 3,90 e foi publicado regularmente até o final de 2005 quando a editora lançado o volume 24. Após isso, o mangá parou de sair e foi então cancelado ou “colocado na geladeira” para usar os termos atuais. Assim como Eden, parece que Peach Girl não vendia tanto assim. Apesar disso, a obra voltou a ser publicada dois anos depois, no final de 2007, e à época, a editora prometeu aos leitores levar o título até o fim, mas a promessa infelizmente não foi cumprida. Duas edições depois o mangá foi suspenso e não voltou mais.

Imagem de um mangá da editora mostrando o checklist de março de 2008, onde informava que Peach Girl #27 estava suspenso. Fonte da Imagem: Google

A Panini publicou Peach Girl por completo na França e na Itália e, em ambos os países, o mangá começou a sair também em 2003. Aqui não deu certo e nunca mais tentaram lançar o título novamente. Nenhuma outra editora tentou.

No Japão, Peach Girl foi publicado originalmente entre 1997 e 2003 na revista Bessatsu Friends, da editora Kodansha, e foi concluído em 18 volumes (seriam 36 no Brasil). A obra teve uma adaptação em animê, exibida no Japão entre janeiro e junho de 2005, em um total de 25 episódios. Em 2016, o mangá ganhou uma continuação chamada Peach Girl Next.

Sinopse: Em Peach Girl acompanhamos a história de Momo Adachi, uma garota loira e de pele bronzeada, que passa a ideia de ser uma menina “fácil” e sendo mal vista pelas pessoas. Nisso, Sae – que finge ser melhor amiga de Momo – vive com inveja da garota e ajuda a espalhar boatos. Apaixonada por Toujigamori Kazuya, e sabendo da inveja de Sae, Momo diz que é apaixonada por Okayasu Kairi, o rapaz mais popular da colégio.


Memória é a nossa postagem de curiosidades em que buscamos relembrar algum fato, episódio ou época do passado do nosso mercado de mangás. Ela é publicada (quase) sempre uma vez por mês (embora algumas vezes publiquemos mais). Você pode conferir todas as postagens dessa série clicando aqui. Para ver outras curiosidades em geral, clique aqui.

3 comentários

  1. Uma pena, já que faltava poucos volumes para seu encerramento. Sei que na época teve campanha para sua continuação, mas não deu certo. Não sei se a JBC com a coleção Big, com 3 volumes por edição teria interesse.

    Curtir

  2. Nosssaa como eu amo essa mangá. Infelizmente não sei até hoje o final dele, só do anime. Meu sonho se a JBC compra os direitos e publica. Oremos.

    Curtir

  3. tomara que um dia alguém mostre interesse e volte a publicar esse mangá no BR. Na época eu não pude comprar e até hoje isso me dói.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.