JBC responde a diversas perguntas dos leitores

Saiba mais

Na noite desta sexta-feira, 14 de agosto de 2020, a editora JBC divulgou um vídeo, em seu canal no Youtube, em que respondeu diversas indagações dos leitores, dúvidas sobre títulos, possibilidade de reimpressões ou relançamentos, etc. Não foi feito nenhum anúncio de título novo, a editora apenas comentou possibilidades. Eis as principais informações.


ALL YOU NEED IS KILL


Perguntada sobre a possibilidade de reimprimir o mangá All You Need Is Kill, a editora disse que não tem previsão para isso. A JBC explicou que mesmo sendo uma edição em apenas um volume, nem sempre reimprimir vale a pena, pois não há demanda suficiente. Talvez com o lançamento do filme No Limite do Amanhã 2 (o primeiro é baseado no mesmo livro que deu origem ao mangá) fique mais fácil.

Para quem deseja apenas ler a obra, a editora lançou a versão em ebook.


BAKUMAN


Perguntada sobre a possibilidade de um relançamento de Bakuman, a editora disse que não está descartado. A editora informou que ainda não teve uma boa oportunidade para trazer o título de volta, pois, dentre outras coisas, não encontraram ainda um bom formato para o relançamento. A editora deixou claro que está no radar e em algum momento ele pode sim voltar, mas por hora está sem previsão.

A editora também comentou que o mangá em breve deve ganhar uma versão em ebook pela editora.


BOA NOITE PUNPUN


Como alguns volumes de Boa Noite Punpun estão difíceis de ser encontrados, a editora foi perguntada sobre a possibilidade de reimpressão da obra. A JBC disse que o mangá está sendo reimpresso constantemente desde que foi lançado e vai continuar por um tempo. Ele está sempre na frente na fila de reimpressões.

A editora, entretanto, deixou claro que quem deseja a obra deve comprar o mangá logo, pois realmente a editora está reimprimindo constantemente, mas com o passar do tempo pode se tornar mais difícil reimprimir.


DEATH NOTE


Sobre a possibilidade de reimprimir os volumes esgotados de Death Note Black Edition, a editora disse que as chances de repor são grandes, mas por enquanto não existe previsão.

A editora ainda reforçou que logo logo publicará a versão digital do mangá (ebook).


EDENS ZERO


Os próximos volumes impressos de Edens Zero (#06 e #07) estão na fila da retomada. A editora voltou a explicar que deu prioridade a títulos novos por questão de contrato, papel, dentre outras coisas, mas está aos poucos retomando os outros títulos.

Ainda não há uma previsão certa para a publicação deles.


ERASED


Perguntada sobre a possibilidade de reimprimir o primeiro volume de Erased, a editora JBC disse que o mangá está na lista de prováveis reimpressões. Talvez não seja só o número um que será reimpresso e sim também outros, que por ventura venham a esgotar.


FAIRY TAIL


Perguntada sobre a possibilidade de relançar Fairy Tail, a editora disse que por enquanto não. A empresa também chegou a comentar sobre diversos spin-offs (como o 100 Year Quest) e disse que é difícil que não venha. Não foi feito nenhum anúncio e nem existe certeza de que a editora realmente traga, mas a JBC deixou claro que é realmente fácil que esses títulos apareçam no futuro.

Só não será agora e nem em breve porque a pandemia ainda não acabou e a editora tem muita coisa para lançar e retomar.


FREEZING


Os volumes #32 e #33 de Freezing estão na fila da retomada. Eles já estão prontos, faltando apenas imprimir e distribuir. Não há previsão por ora, mas volta em breve. A editora lembrou que o mangá está parado no Japão e esses são os últimos volumes por enquanto.


MAGI


Por enquanto a JBC não tem previsão de reimpressão dos últimos volumes de Magi. A editora ainda está estudando a possibilidade, mas precisa de mais demanda vinda dos lojistas e parceiros comerciais da empresa. Então quem quer a reimpressão de Magi deve comentar, pedir para a editora, pedir para os lojistas, etc.


PLATINUM END


Mesmo caso de Edens Zero. Os volumes #11 e #12 de Platinum End estão na fila. Por enquanto, porém, está sem previsão.


Yu Yu Hakusho


Perguntada sobre a possibilidade de reimpressão dos volumes esgotados de Yu Yu Hakusho, a editora disse que é difícil pensar em repor a série nesse momento. Dado que a obra foi publicada já há bastante tempo, o ideal seria lançar uma nova edição, como o kanzenban. Por ora, entretanto, não existe nada concreto.

A empresa disse ainda que uma versão digital (ebook) pode estar chegando.


REPOSIÇÃO DE COLEÇÕES ANTIGAS COMO NANA E DIÁRIO DO FUTURO?


Sobre NANA, a editora disse que é uma situação muito difícil por conta do hiato eterno. Reimpressão é complicado porque é uma obra antiga, lançada em um formato antigo, etc. E relançar não é algo que seja produtivo, pois acabará chegando nova e rapidamente no mesmo ponto em que a obra parou, sem um desfecho, sem uma conclusão.

Já sobre Diário do Futuro, a editora disse que está nos planos uma nova edição. Frise-se: assim como nos demais itens, NÃO FOI FEITO NENHUM ANÚNCIO. A editora apenas disse que está estudando, que está nos planos, mas não existe absolutamente nada concreto.


NOVAS EDIÇÕES DE SUPER ONZE, VIDEO GIRL AI E YU-GI-OH?


Perguntada sobre a possibilidade de novas edições de Super Onze, Video Girl Ai e Yu-Gi-Oh!, a editora disse que tem muito carinho pelos títulos e cada um está em uma situação diferente por causa do tempo em que saíram respectivamente.

Video Girl Ai está na lista do digital para o futuro. Já uma nova versão impressa está mais difícil porque precisariam comprar novos arquivos, dentre outras coisas.

Yu-Gi-Oh! foi um dos primeiros mangás que a editora recebeu arquivos digitais, porém eles (os arquivos) foram ficando ultrapassados e hoje a editora teria que refazer tudo. A empresa tem planos para uma edição digital no futuro. Impresso é difícil.

Super Onze a editora já tinha comentado anteriormente e ela tem vontade de fazer uma nova versão, seguindo o número de volumes originais, além de uma versão digital. Novamente, frisamos que não é anúncio de título, a editora só comentou que tem intenção, mas nada concreto por ora.


Por fim, na próxima sexta-feira, 21 de agosto de 2020, a editora JBC realizará uma live, em seu canal no Youtube. Ela começará às 21h15.

14 Comments

    • Jefferson Alves

      Nem fala. Queria tanto q eles retornassem o lançamento. Masss, eh uma dificuldade pra falarem as coisas. Sinto falta de uma clareza/sinceridade com nós leitores.

      • JMB

        Creio que esse seja o maior pepino que a JBC tem nas mãos. Vamos combinar que é complicado voltar a lançar um título que nem é tão famoso assim e que passou 95729647 anos em hiato. Apesar de que acho que eles poderiam fazer algum tipo de pesquisa pra saber se tem demanda e viabilizar a volta do mangá, pq realmente é horrível quem colecionou o título ficar na mão.

  • Breno Leme

    Olha… está cada vez mais díficil acompanhar o chat das lives… vou falar para ti, reimpressão é importante e tudo mais, mas tem uma galera que tem abusado e muito, nem entro na questão dos volumes como My Hero Academia, Fullmetal que vende muito e eu sei, mas sim dos mangás que sempre está reimprimindo e parecem que se quer sabem procurar na internet.

    A quarentena só deixou mais evidente essa dependência da Amazon, consigo citar fácil uns 15 sites que vendem mangás, fora ela, porém parece que se acabou lá, sumiu da face da terra. Um dos comentários no chat falava sobre Alita Last Order 1 que R$ 40 reais doía no bolso, entendo… ainda mais que muitos estão desempregados, mas antes de estourar a pandemia por exemplo, não foi falta de oportunidade, quantas vezes você mesmo, Kyon, divulgou no Twitter e no Facebook Alita coleção do 1 ao 6 por uma média de R$ 15,00 cada? A galera fica nessa de esperar sempre promoção melhor e acaba que além de perder título, a pessoa que trabalhou, parece que vale de nada o trabalho, para que traduzir então? Trabalho das pessoas em geral, valem míseros centavos?

    A pessoa assalariada bem que gosta de receber o dela no final do mês ou aquele cara que vende algo por fora de autoria dele e exige um preço justo, mas na primeira oportunidade são os primeiros a querer 90% de desconto em algo… jogando todo trabalho que o outro teve como se fosse um lixo!
    Podem falar que a Panini tem falta de marketing, reimpressão disso e daquilo, mas que tem algum gestor ali que pensa em possíveis lucros tem! E pode ver que o máximo de desconto em pré-venda que eles dão é 30% igual na assinatura do Monster Kanzenban, claro tem vários outros produtos que ficam muito barato com o decorrer do tempo. Um exemplo, Children of the sea, a galera nas redes sociais gostam de reclamar da falta de diversidade de títulos, mas Innocent se quer vendeu, um baita mangá daquele, e agora sem chance de ver Innocent Rouge em terras tupiniquis.

    Children of the Sea, outro mangá lindíssimo e não se passa numa praia com garotas com biquínis apertados cheio de sexualidade… é uma história mais mítica e suave e alguém comprou? Porque já teve volume ai por 16 reais. Parece até que nem foi lançado, queria tanto outros títulos do Daisuke, fora o Witches e Children, tem aquele dele que esqueci o nome que tem uma onça com cara humana parece muito interessante e nem chance de vir pra cá.

    Enfim… eu tenho pegado um mangá ou outro numa banca de uma moça, apesar de dar 30 reais num mangá, ela precisa muito mais que um Jeff Bezos.

    • Pedro Floriano

      Não sei se é tão simples a questão de esperar o melhor preço. Nosso mercado se tornou elitista demais, não tme mangá a preço acessível mais. Eu mesmo tenho que esperar se não eu só paro de colecionar; inclusive é o que eu deveria fazer. Esse mercado não tem mais espaço pra mim.
      Só vou continuar o que comecei pra nãp jogar nada fora.

  • Carlos

    Meu sonho de nova versão da JBC é Ranma 1/2, mas como eles já tão enrolado com outra obra longa da Rumiko ali, melhor perguntar de novo daqui a alguns anos…

  • JMB

    Sinceramente, nem sei pq o pessoal ainda pergunta por NANA. Pra mim o título já está morto e enterrado, assim como X (espero incinerar a minha língua, mas pelo que a Yazawa falou, acho que esse infelizmente não volta mais não)

  • Pedro H.

    Espero que a JBC relance CDZ Next Dimension com um papel de qualidade – um LWC ou até mesmo um Offset – porque o papel jornal da edição regular e o Lux Cream do Kanzenban não ficam bons com páginas coloridas.

    Espero também que relancem Video Girl Ai impresso, porque não um formato 3 em 1, salvo engano são 15 edições no original, poderiam compilar tudo em 5 volumes.

  • Pedro Floriano

    Queria que a Panini falasse mais sobre.
    Slam Dunk anda um sufoco, Lobo Solitário também.
    Ando sentindo na pele o drama do pessoal que sofreu com Berserk.

    • Pedro H.

      Berserk eu tenho da 13 a 24, com exceção da 17, que eu não acho em lugar nenhum. Da 1 a 12 eu não acho em lugar nenhum também, e da 25 a 37 eu já li pela edição antiga e, até o momento, não tive interesse de ir atrás. De qualquer maneira, naquele questionário de sugestões da Panini, eu pedi por Berserk. Espero que mais pessoas tenham pedido também.

      Quanto a Slam Dunk, li tudo pela edição da Conrad, mas comprei as 7 primeiras da Panini, no entanto, perdi a vontade de continuar na época. Tempos atrás, quis continuar a leitura, mas não encontrei a edição 8 avulsa e, de tanto procurar, perdi até a vontade de ler.

      Já Lobo Solitário estou parado na edição 16, já que as 17 e 18 também não encontro, e eu gosto de comprar as edições na ordem de leitura. Complicado…

  • MrSouzaR

    Pelo o que tenho observado, além de estar muito mais difícil relançar mangás em formato físico, por conta da crise sócio-econômica que aqueles parasitas não resolvem, dos prejuízos da distribuição dos mangás e dessa maldita pandemia, a tendência é que os relançamentos sigam esses formatos trambolhos ou de luxo. Não vejo a hora de concluir os títulos que coleciono e abandonar de vez esse mercado.
    Talvez um dia eu volte a colecionar quando as editoras se preocuparem mais em atrair leitores do que agradar meia dúzia de sommelier de papel com mangá de luxo.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: