Mangá “Tomie” vendeu 5500 cópias em menos de um mês

Empresa já prepara reimpressão

Por meio de um vídeo postado em seu canal no Youtube, a editora Pipoca & Nanquim divulgou que o primeiro volume do mangá Tomie vendeu todas as 5500 cópias que foram enviadas para a Amazon, esgotando o produto na loja menos de um mês após o lançamento. Ainda há exemplares no estoque da editora e prontamente estarão disponíveis novamente na Amazon.

A tiragem inicial de Tomie foi de 7000 exemplares, mas devido ao sucesso a empresa já garantiu uma tiragem extra de 5000 para breve. Sobre o segundo volume, quase 5000 pessoas já compraram em pré-venda e a tiragem deve ser um pouquinho maior também.

A edição brasileira de Tomie possui dois volumes no total e vem no formato padrão da editora, 15,5 x 22 cm, miolo em papel pólen bold e capa cartonada com sobrecapa. O preço é R$ 64,90 por volume, mas comprando os dois juntos na Amazon você consegue 30% de desconto em cada um. Para encomendar os dois basta clicar aqui.

O volume 1 saiu em fevereiro e o volume 2 está previsto para março.

Sinopse: Podem matá-la quantas vezes quiserem, que ela ainda assim ressurgirá neste mundo, mais bela do que nunca. Ninguém sabe ao certo quem ou o que ela é, mas uma coisa é certa: se você se deparar com Tomie Kawakami, seu destino estará selado. E ele não poderia ser mais aterrador. Por trás de um rosto fascinante, realçado por uma única pinta debaixo do olho esquerdo, esconde-se um mal terrível. Um mal sedutor, capaz de enfeitiçar os homens e levá-los a cometer o mais hediondo dos atos: o assassinato. Mas como explicar o fato macabro de que a vítima desse instinto homicida é a própria Tomie? Eles a matam, matam e matam, mas o mundo nunca estará livre de Tomie. Deixando um rastro de loucura e cadáveres, essa misteriosa beldade morrerá e matará incontáveis vezes. Serializada originalmente no Japão de 1987 a 2000, esta é a primeira obra do mestre dos mangás de horror Junji Ito, vencedora do prêmio Kazuo Umezu, em 1989, e tida como uma das mais influentes de seu gênero no Japão. Desde o seu lançamento, Tomie gerou um culto de fervorosos fãs e foi adaptada para nove filmes, com mais um em produção, e até hoje é elogiada por críticos em todos os países onde é republicada. 

9 Comments

  • É uma história legal. Como é episódica, tem alto e baixos, mas no geral é um conceito fascinante e 1 leitura rápida pelo quão obcecado você fica pela personagem. Parabéns à Pipoca e Nanquim, belo trabalho!

  • Zâmike Zeny

    A obra de Ito recebeu o tratamento que merece por essa editora! Eles ganharam meu respeito. Ansioso pelo próximo volume, que já está comprado. 😀

  • Hikki

    Caraca, acabei de adquirir os dois volumes de uma vez na pré venda, com medo de que esgotasse novamentee
    Incrivel o número de vendas, desejo muito sucesso a Pipoca e Nanquim e que eles possam publicam cada vez mais mangás com essa edição de luxo.

    É a editora que boto minhas esperanças para lançarem a novel de monogatari em edição de luxo.

    • Huro

      Monogatari é hardcore demais pro PN, me parece bem mais cara da NewPOP — e ainda assim, não sei até que ponto eles têm cacife pra traduzir isso…

      • Hikki

        Cheguei num ponto que qualquer editora que lançar eu compro, menos a panini.
        Queria que fosse a PN pq dava pra lançar igual aquele box set da vertical.

        • Pedro Luiz Lindman de Andrade

          Hikki, pergunta de um leigo, que começou a consumir mangás de verdade no ano passado: qual seria o problema com a Panini? Vejo muita gente criticando a editora e querendo que os títulos dela fossem para outras empresas. É por conta da qualidade?

          • ringoroadonceagain

            Qualidade é um dos motivos.
            Além disso o contato dela com os consumidores é o pior entre as editoras de mangá brasileiras, tem também o fato de que eles fazem reimpressão praticamente nunca, mesmo tendo alguns dos principais títulos de mangás do mundo mantém eles fora de catálogo e a assinatura deles é horrível e nenhum pouco confiável.
            E de maneira geral eles fazem muitas cagadinhas, o que não ajuda na reputação negativa kkkkkkk

        • ringoroadonceagain

          Tbm tô assim kkkkkk
          Mas acho que Monogatari não vai com a cara deles. Eles vão olhar e achar que é só um shounen genérico com ecchi, e como a PN só lança o que os editores gostam, duvido que deem chance pra uma obra do Nisioisin

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: