Resenha: Silver Spoon #01 e #02

Um mangá de vacas?

A capa do primeiro volume do mangá Silver Spoon (um rapaz ao lado de dois animais) faz com que seja comum vermos comentários na internet de pessoas rindo, falando que é um mangá de vacas, até com um certo preconceito, como se nada bom pudesse surgir disso.

Mas quem praticar a velha máxima do “Não julgue um livro pela capa” poderá ter contato com uma obra maravilhosa, ganhadora de diversos prêmios, e que certamente fará a pessoa se sentir agraciada por ter resolvido dar uma chance…

De autoria de Hiromu Arakawa (a mesma autora de Fullmetal Alchemist), Silver Spoon foi publicado no Japão entre 2011 e 2019 nas páginas da revista Shonen Sunday, da editora Shogakukan, sendo concluído em um total de 15 volumes.

A obra ganhou vários prêmios como o 5º Taishō Award’s Grand Prize e o 58º Shogakukan Manga Award (na categoria shonen) ambos em 2012. No ano seguinte, ganhou ainda o primeiro prêmio Japan Food Culture Contents Award; e em 2015 foi nomeado para o 19º Prêmio Cultural Osamu Tezuka. Silver Spoon também teve uma adaptação em anime dividida em duas temporadas (2013 e 2014).

No Brasil, o mangá foi anunciado pela editora JBC no início de janeiro de 2021 e teve os seus dois primeiros volumes publicados no final de outubro.

Hachiken (o protagonista), Mikage (pessoa a quem supostamente Hachiken gosta) e Komaba. Os três fazem parte dos personagens principais.

Silver Spoon acompanha a vida de Yugo Hachiken – um jovem da cidade grande – na escola agrícola de Oezo, para onde ele decidiu ir cursar o Ensino Médio, única e exclusivamente para ficar longe da casa dos pais.

Achando que conseguiria se destacar nesse colégio, Hachiken logo se depara com uma realidade muito diferente do que ele imaginava e com desafios enormes que precisarão ser superados, com grande esforço e persistência.

Apesar de seus dramas pessoais, Hachiken consegue perceber que os outros também têm seus dilemas…

A obra não é outra coisa senão um mangá de vida escolar como muitos outros, com aqueles dramas particulares, a questão do que fazer futuro, dentre diversas outras coisas. Silver Spoon se destaca, porém, por colocar essa trama comum em uma escola agrícola, com vários alunos já estando inteirados do que querem fazer de suas vidas, com conhecimentos específicos invejáveis, além de nos mostrar inúmeras curiosidades e peculiaridades da vida no campo.

Ou seja, enquanto acompanhamos a vida de Hachiken e dos demais personagens veremos a obra discutir diversas questões envolvendo a criação de animais (o apego a eles, a necessidade de matá-los em situações específicos, etc), o que é preciso para trabalhar no que se quer, dentre diversas outras coisas, tudo isso de uma forma bem inteirada na história, sem aquele tom didatizante que muitas obras têm (embora tenha momentos didáticos também).

No que concerne à trama principal, o protagonista é um daqueles jovens esforçados que estão sempre querendo fazer as coisas em prol dos outros (mesmo que não se deem conta), mas que têm uma visão bem limitada das coisas, achando que tudo se encontra nos livros, dentre outras coisas. E seu grande dilema se desenvolve em torno do que fazer para o futuro, da sua falta de sonhos e ambições, enquanto os demais colegas todos já têm algo bem traçado, ainda que esse bem traçado tenha seus entraves…

Conquanto esse tipo de tema não seja algo novo, o que faz Silver Spoon se sobressair é a maneira como Hachiken age em uma mistura de querer escapar da questão com enfrentá-la de frente. O rapaz foi para a escola querendo fugir (por questões familiares principalmente, diga-se), mas uma vez lá ele está o tempo todo mais preocupado com o isso, depois de ver o que seus colegas de classe pensam.

Para além disso, Silver Spoon também se distingue de outras obras porque dá indícios bem claros já nesses dois volumes que ter sonhos, saber e querer, são coisas que mesmo muito bem definidas podem não ser tão claras e certeiras como parecem a princípio, podendo haver diversos obstáculos que tornam difícil ou impossível a realização do que se quer.

Um personagem, por exemplo, deseja ser veterinário, mas parece que ele tem certos empecilhos que podem dificultar isso. Outro deseja seguir seus próprios sonhos ao mesmo tempo em que ajuda em casa, mas talvez isso também não seja fácil de conseguir… E isso e muito mais tende a ter um grande crescendo ao longo dos próximos volumes, gerando uma clima de drama daqueles dos bons…

Mas Silver Spoon não seria um excelente mangá se não existisse humor. A obra está o tempo todo a nos fazer rir, com passagens hilariantes envolvendo o pouco conhecimento e as suposições do protagonistas, sempre sendo destroçadas sem dó nem piedade.

Logo no início do mangá, por exemplo, o rapaz está confiante de que ter estudado as férias lhe daria vantagem, para logo no primeiro dia o professor dizer que não usariam os tais livros!!. Já em outro momento, o rapaz fica feliz por finalmente não ter mais que acordar às 5 horas da manhã, para logo em seguida dizerem que ele terá que acordar às 4 horas^^.

Algumas pequenas passagens também são bastante representativas do tipo de humor da obra. Quando Hachiken está procurando materiais para fazer umas poucas pizzas, ele pergunta a alguém se têm farinha na escola e este alguém questiona o rapaz sobre quantas TONELADAS ele queria^^.

E que momento mais de humor na obra quando Hachiken vê um grupo de rapazes vendo uma revista, que se supõe ser erótica, e tem uma incrível surpresa? (imagens acima). Por essas e outras Silver Spoon é um excelente mangá e vale a leitura sem sombra de dúvidas.

Os lindos porquinhos…

A bem da verdade, poderíamos passar muito tempo falando da obra, descrevendo os personagens secundários, a importância deles no contexto da história, e destrinchar os diversos temas envolvendo a questão rural, pessoal, etc, mas o que já falamos até aqui mostra bem o que é Silver Spoon e o porquê de você dar uma chance a esse mangá.

Ele tem uma boa trama, nos ensina coisas, nos faz rir, etc, etc, etc. Em resumo, o blog BBM recomenda demais esse mangá, para todos os leitores.

Ficha Técnica

Título Original: 銀の匙
Título: Silver Spoon
Autor:  Hiromu Arakawa
Tradutor: Natália Rosa
Editora: JBC
Número de volumes no Japão: 15 (completo)
Número de volumes no Brasil: 2 (ainda em publicação)
Dimensões: 13,2 x 20 cm
Miolo: Papel pólen bold 70 g
Acabamento: Capa cartonada simples
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 29,90
Onde comprar: Amazon / Comix

NOS SIGA EM NOSSAS REDES SOCIAIS



3 Comments

  • Guilherme Ramos Adriano

    To querendo comprar esse mangá, mas a grana tá curta, e ano vem tá cheio de lançamento, num sei mais oq faço kk

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: