Mangá Aberto: “Operação Big Hero: A Série”

Veja como está o mangá

Mangá Aberto é uma nova coluna de resenhas aqui do blog em que mostraremos a edição física de um mangá, geralmente um lançamento. O nome advém de um antigo blog em língua espanhola que fazia exatamente isso^^.

A ideia é apresentar aos leitores exclusivos do blog o que já fazemos em nossas redes sociais, mostrar fotos do mangá acrescentando alguns detalhes sobre as obras e opiniões. A postagem de hoje será sobre a edição brasileira de Operação Big Hero: A Série, mangá americano lançado em fevereiro de 2023 pela editora Planeta


DETALHES SOBRE A OBRA


Operação Big Hero – A Série é um Disney mangá americano de autoria do artista Hong Gyun An e começou a ser publicado nos Estados Unidos em agosto de 2021 pela editora Yen Press. A obra adapta a série animada de mesmo nome de 2017 e ainda está em andamento por lá, atualmente com um volume publicado com o segundo previsto para 20 de junho de 2023.

No Brasil, o mangá foi registrado no ISBN pela editora Planeta em meados de 2022, mas o anúncio e a publicação só ocorreram no início de 2023. O volume inicial chegou às lojas no começo de fevereiro.


FORMATO DA EDIÇÃO BRASILEIRA


A edição brasileira de Operação Big Hero: A Série veio no formato 14 x 21 cm. Trata-se de um tamanho pouco usual para os mangás publicados no Brasil. Em termos de altura, ele é um pouco maior do que os mangás em formato padrão da Panini e da JBC, sendo do mesmo tamanho de Banana Fish, Paradise Kiss, Soul Eater, Shaman King, Neon Genesis Evangelion, dentre outros.

A grande diferença está em termos de largura. Todos os outros possuem largura de 14,8 ou 15 cm, sendo o mais diferente A Feiticeira do Castelo com 14,5. Ou seja, o mangá da Planeta tem a mesma altura do que os títulos citados, mas em largura é menor.

(Vale destacar que a altura desse mangá americano é a mesma do mangá japonês Operação Big Hero, lançado pela editora Abril em 2015. Então se você tem ele, você poderá colocar os dois lado a lado na estante^^).

O mangá foi lançado em capa cartão simples (não tendo orelha, sobrecapa, nem qualquer outro elemento que agregue valor). O papel usado no miolo foi o offset. Trata-se daquele papel branco usado em cadernos e que alguns livros e mangás também utilizam. Ao todo o volume possui 200 páginas, das quais 9 são coloridas, todas com o mesmo tipo de papel.


CAPA, QUARTA-CAPA E LOMBADA


A capa da edição brasileira segue a mesma ilustração da versão original americana. A única diferença é o título do mangá estar em português (o que é bem óbvio) e o logo da editora Planeta. De resto, tudo igual.

A quarta-capa (a parte de trás do mangá) possui uma outra ilustração e alguns detalhes como as redes sociais da Planeta. Há também uma sinopse, algo sempre importante.

Quanto à lombada ela é toda vermelha com detalhes em branco, incluindo aí o logo da Planeta. É simples, mas bonita e eficiente, daquelas que você bate o olho e sabe de qual série é.


CAPAS INTERNAS


As capas internas são brancas, não tendo absolutamente nada nelas. Como já disse várias vezes em posts passados, prefiro assim do que colocar alguma coisa inútil apenas para encher espaço.

Assim como tenho comentado em algumas ocasiões, vale destacar aquele retângulo ali na foto acima. Trata-se da Ficha Catalográfica, um item obrigatório em todos os livros pela legislação brasileira. Para o consumidor não é algo que faça diferença, mas é um item muito importante para a organização em bibliotecas e, em uma época em que mangás parecem estar se tornando mais populares, é bom ter isso para facilitar a vida dos bibliotecários e das pessoas que, no futuro, eventualmente queiram procurar o mangá em uma biblioteca.


OUTROS TÓPICOS


Existem alguns pormenores que são importantes de falar. Em termos de acabamento, o quadrinho da editora Planeta é bem ok. Usa uma capa cartão comum como todos os mangás e a encadernação é boa permitindo folhear e ler o mangá sem nenhum problema de qualquer natureza. O papel do miolo é o offset, aquele branco, e que as pessoas costumam gostar mais. Tem um pouco de transparência nas páginas, mas não é nada que chegue a incomodar.

Eu tenho minhas preferências (orelhas e papel de cor creme, por exemplo), mas num todo o acabamento geral do mangá não é de se jogar fora. É um volume que se der nas mãos de qualquer pessoas, ela jamais falaria que está muito ruim, que está um lixo, etc.

Só que isso muda quando você vê o preço… O mangá custa R$ 62,90 e o acabamento dele é o mesmo dos mangás que, hoje em dia, custam no máximo R$ 39,90. Aí reside todo o problema. De nada adianta o acabamento ser ok se o preço não ajuda em nada…

Sobre o texto, eu achei ele muito bom, bem adaptado e não notei erros de revisão. Então o trabalho da editora foi bastante competente nesse tópico.


E UMA CONCLUSÃO


O mangá Operação Big Hero – A Série pressupõe que você já conheça o filme Operação Big Hero. Isso porque a obra já começa “do meio”, com os heróis a postos lutando, como se fosse uma continuação de algo que já está rolando. Apesar disso, não acho tão necessário ter esse conhecimento prévio, isto porque eu não me lembro de quase nada do filme ou de sua adaptação em mangá (que saiu pela editora Abril) e mesmo assim consegui ler e me divertir com a história.

Agora sobre a obra em si, ela é aquela típica série Disney mesmo, de temática juvenil. Cada capítulo tem uma aventurazinha com uma lição de moral que algum personagem aprende. E, assim, eu gostei dele, achei bem desenhado, a história agrada, é divertido…

O grande ponto desse mangá americano é o seu preço, custando uma fortuna e mais um pouco. Não dá para recomendar a compra custando tão alto… Então se você o vir com um desconto por mais de 50%, aí pode ser que valha a pena, pode ser…


Ficha Técnica


Título Original: Big Hero 6: The Series
Título: Operação Big Hero: A Série
Autor
: Hong Gyun An
Tradutor: Paloma Blanca Alves Barbieri
Editora: Planeta
Número de volumes nos Estados Unidos: 1 (ainda em publicação)
Número de volumes no Brasil: 1 (ainda em publicação)
Dimensões: 14 x 21 cm
Miolo: Papel offset
Acabamento: Capa cartão
Páginas: 200 (sendo 9 delas coloridas)
Classificação indicativa: Não há
Preço: R$ 62,90
Onde comprar: Amazon

Sinopse: Quando Tadashi, o gentil irmão mais velho de Hiro, desaparece por um portal para salvá-lo, o garoto-gênio fica arrasado. Mas Tadashi deixou para trás algo para ajudar Hiro com sua perda – um robô pessoal de saúde chamado Baymax. E quando o que Hiro precisa, mais do que conforto, é uma explicação para o desaparecimento do irmão, Baymax é o remédio perfeito… depois de alguns upgrades. Com a ajuda de novos amigos e Baymax 2.0 ao seu lado, Hiro está determinado a entender a situação… e não é que ele pode salvar o mundo no meio disso?


NOS SIGA EM NOSSAS REDES SOCIAIS



2 Comments

Comments are closed.

%d