Akame ga kill, Lovely Complex e mais 3 títulos são anunciados pela Panini

Juntando com os quatro títulos anunciados no sábado, são 9 mangás ao todo anunciados pela Panini neste fim de semana.

planet-manga-preto

Durante a tarde deste domingo, a editora Panini anunciou, durante o Anime Friends, mais 5 títulos para seu catálogo, alguns inesperados, outros não. Vamos a eles.

***

Lovely ComplexO primeiro anúncio foi Lovely Complex, de Aya Nakahara. O título era um dos mais pedidos “desde sempre” e com a recente campanha por mais shoujos no Brasil, seu lançamento era praticamente certo.

Lovely Complex foi serializado na revista Bessatsu Margaret, da Shueisha, de 2001 a 2007 e rendeu, ao todo, 17 volumes. A obra deverá ser bimestral e, provavelmente, se intercalará com Aoharaido.

O mangá tem em seu currículo o prêmio Shogakukan Mangá Awards para shoujos, de 2004. Além disso, o título recebeu adaptação para live action e anime.

Sinopse: Lovely Complex conta a história de dois jovens: um rapaz mais baixo que a média e uma moça mais alta que a maioria de suas colegas. Juntos são tratados como uma dupla cômica, devido à diferença entre eles, o baixinho e altona. Ambos solteiros, decidem fazer uma aposta para ver quem consegue primeiro um amor, porém no desenrolar da história acabam apaixonando-se um pelo outro…

***

rust blasterO segundo anúncio foi o mangá de volume único Rust Blaster, de Yana Toboso, mesma autora de Black Butler. Não era um título que as pessoas esperavam, mas sua vinda revela que Black Butler deve ser um sucesso para a editora trazer um mangá do mesmo autor. Rust Blaster foi publicado de 2005 a 2006 na revista Gfantasy, da Square Enix.

Sinopse: A Millenium Academy é uma escola diferente. Frequentada por humanos e vampiros, a escola tem por objetivo manter a paz entre as duas espécies. Os protagonistas da história são Aldred (um vampiro) e Kei (um humano) e o encontro entre os dois faz o destino deles se interligarem. O que acontecerá?

***

Arakawa under the bridgeO terceiro anúncio foi o mangá de comédia Arakawa Under the Bridge, de Hikaru Nakamura. Com um humor nonsense, a obra de Nakamura foi uma surpresa interessante que poucos apostavam em seu lançamento.

O título começou a ser publicado em 2004 na revista seinen Young Gangan, da Shonen Gahosha, e foi concluído justamente este mês. O mangá terá 15 volumes.

Arakawa Under the Bridge foi adaptado para anime em duas temporadas, ambas com 13 episódios cada um. Assim como Lovely Complex, o título deverá ser bimestral, seguindo o padrão de lançamentos da editora.

Sinopse: Kou é um jovem de elite que tem como política nunca dever nada a ninguém. Porém o destino coloca em seu caminho a jovem Nino, uma garota que diz ser de Vênus e que mora à beira do Rio Arakawa. Ela o salva de um acidente e para pagar essa dívida que possui com Nino, Kou é obrigado a tornar-se seu namorado e a viver com ela debaixo com ela. Desse inusitado início juntam-se ao time um homem que diz ser um Kappa e uma série de outros personagens. Como a história de Kou acabará?

***

pandora heartsO quarto título foi o aguardado Pandora Hearts, de Jun Mochizuki. A obra foi publicada de 2006 a 2015 na revista Gfantasy (mesma de Rust Blaster) e rendeu 24 volumes no total.

A obra ganhou um anime em 2009 de 25 episódios e ganhou popularidade na época. Desde então a obra era muito pedida e agora finalmente chega às terras brasileiras.

Segundo a editora Pandora Hearts, juntamente com Fate/Stay Night (Anunciado ontem), pode ser um título mensal.

Sinopse: Oz bezarius é um garoto de quinze anos que está prestes a ter sua cerimônia para celebrar sua maioridade. Porém essa cerimônia se torna um pesadelo ao ser condenado por um pecado e jogado em uma prisão conhecida como Abismo, um lugar de onde não há como escapar. Oz é resgatado, mas ao voltar descobre que se passaram muitos anos desde a cerimônia. Por que Oz foi jogado no Abismo? E quais segredos por trás da misteriosa organização Pandora?

***

Akame ga killO quinto e último título e que fecha com chave de ouro foi Akame ga kill, de Takahiro e Tetsuya Tashiro. O mangá é publicado desde 2010 na revista Gangan Joker, da Square Enix, e atualmente possui 12 volumes.

A obra ganhou muita notoriedade ano passado com a exibição de seu anime em terras nipônicas e logo tornou-se um dos títulos mais pedidos pelos otakus.

O anúncio não chegou a ser uma surpresa, pois ao lado de títulos como Tokyo Ghoul e Terra Formars, Akame ga kill era um daqueles títulos que, devido à popularidade, todo mundo sabia que iria aparecer no Brasil mais cedo ou mais tarde.

Sinopse: O protagonista Tatsumi sai de sua vila natal para a capital. Seu objetivo? Conseguir dinheiro para ajudar o seu povo. Porém seus planos duram pouco, pois assim que chega à cidade, acaba sendo assaltado. Em um mundo tomado pela violência, Tatsumi acaba juntando-se a uma organização chamada Night Raid. E a partir daí começa a luta contra o Império para dar fim à corrupção.

***

A Panini tinha a promessa de anunciar títulos para todos os públicos e todos os gostos. A nós parece que cumpriu a promessa^^. E você, leitor, gostou dos anúncios?

Biblioteca Brasileira de Mangás

11 Comments

  • Samara Barreira

    Destes anúncios, somente Akame Ga Kill e Pandaora Hearts me interessam. Os outros eu dispenso.

  • Guilherme

    Kyon gostaria de falar sobre um assunto que não tem nada a ver com o post: Porque não trazem artbooks pro brasil, tipo se a panini traz guidebooks, porque não artbooks?!

    • Não sei. Provavelmente por ser mais caro. Os Guidebooks podem ser publicados em papel jornal ou offset, mas Artbook deve exigir um papel de melhor qualidade ( couche, por exemplo) e isso faria o preço ser bem nas alturas.

      • Samara Barreira

        É verdade. Os artbooks realmente têm de ser impressos em papel de qualidade ao contrário dos mangás e dos guidebooks.

    • Samara Barreira

      Boa pergunta, Guilherme, isso eu também gostaria de saber. Agora, sobre a questão dos guidebooks, nem todos um mangá publicados aqui no Brasil vem com eles. Então eu gostaria de saber sobre isso, também.

      • Eu ACHO que nem todos os guias vem para o Brasil por causa do apelo comercial ou melhor, da falta de apelo comercial. Só trazem aquilo que tem certeza de que vai dar retorno.

        Se não estou enganado só foram lançados aqui os seguintes guias: FMA, Love hina e Samurai X pela JBC. Naruto e One Piece pela Panini. Acho que CDZ pela Conrad. E só. Á exceção de Love Hina, somente título de inquestionável sucesso e apelo comercial…

        De todos os mangás lançados no Brasil atualmente, o único que eu vejo com reais chances de ter um guia lançado aqui é Ataque dos titãs….

      • Guilherme

        Mas gente a panini então podia sim pois eles publicaram highscool of the dead todo em couche!

  • Gostei dos anúncios da Panini, e vou comprar quase todos (só não vou pegar Testament e nem o Rust, e ainda estou em dúvida sobre o Pandora).

    Mas sei lá, eu esperava um pouco mais da editora, alguma coisa mais “poderosa”, para igualar Akira sabe. Claro que não Jojo nem Ippo, mas talvez Hokuto no Ken que tem 27 volumes (embora pelo menos a Beth finalmente assumiu que existe ao menos uma chance remota).

    https://itadakimasuanimes.wordpress.com

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: