NI 59. Os mangás mais vendidos nos EUA no 2º trimestre de 2016

Naruto_GaidenE gráfico de locais e pontos de venda

Você sabe que certo mercado movimenta muitos produtos quando empresas de análise de dados passam a acompanhar esse fluxo. Aqui no Brasil, apenas livros são levemente acompanhados, nos EUA por outro lado, até coisas como mangás tem suas vendas analisadas e computadas.

ICv2 é uma dessas empresas que computa e vende dados sobre o mercado de mangás, esta semana eles liberaram a lista de mais vendidos por lá nesta primavera boreal, confira abaixo:

# Título Editora Demografia
1 Naruto VIZ Media Shonen
2 Tokyo Ghoul VIZ Media Shonen
3 Attack on Titan Kodansha Comics Shonen
4 One Punch Man VIZ Media Shonen
5 One Piece VIZ Media Shonen
6 Fairy Tail Kodansha Comics Shonen
7 Dragon Ball VIZ Media Shonen
8 Black Butler Yen Press Shonen
9 Death Note VIZ Media Shonen
10 Sword Art Online Yen Press Shonen

Embora não haja uso prático da lista para nós, brasileiros, é um bom parâmetro para julgar o que deve vender mais aqui, já que não temos forma alguma de sabermos dados assim. Vale comentar que temos todos esses mangás lançados no Brasil pelas nossas próprias editoras. Outra coisa a se notar é o fato de só ter dado Shounen.

1500x1500_24deab7ceea5c774746749c84aa03acc2e601d3e6ac74f67b9c53f77Além do rank a empresa informou grande aumento de vendas do segmento (incluindo todo tipo de quadrinho e graphic novel). Entre as muitas informações, foi divulgado um gráfico informando onde estavam acontecendo as vendas (ao lado).

O interessante desse gráfico é perceber o quão diferente é o perfil de vendas entre o Brasil e EUA. Não só por movimentar uma quantidade significativa de produtos digitais (Digital, em cinza), mas por ser massivamente lançado em lojas especializadas (Comic Store, em verde e azul) e livrarias (Book Channel, em rosa), como por quase não vender nada em bancas de jornais (Newsstand, em laranja).

No gráfico as obras são divididas entre “Comic Books” e “Graphic Novel”, no Brasil seria a diferença entre as revistinhas de quadrinhos e os volumes de quadrinhos. Por lá, apenas revistinhas saem em bancas (e movimentam pouquíssimo), mangás em sua maioria são lançadas em formato de volume/livro e são exclusivamente vendidos em lojas especializadas e livrarias.

Recentemente a editora NewPOP alterou sua distribuição nos mesmos moldes acima e gerou certa polêmica, os benefícios de sair das bancas é óbvio e fácil de identificar, mas muitos questionam os problemas de acesso e a viabilidade desse perfil no Brasil, já que mesmo livrarias por aqui são raras e muitas cidades não possuem nenhum ponto de venda sequer.

9 Comments

  • Bruno

    É interessante notar também, que no meio desses 10, tem Death Note, o único título que não podemos considerar como “atual”

    • E Dragon Ball, Não?^^.

      Mas tanto DB, quanto DN ainda mantém suas franquias ativas. Ano passado DN teve uma série japonesa, vai ter um filme americano e acho que teve (ou vai ter) outro filme japonês. E DB tem o super aí…

      • Bruno

        Eu não tenho nenhuma estatística, mas no meu achismo, um Anime geralmente é mais popular do que outras mídias baseadas em um outro anime/mangá

        e Dragon Ball também tem sempre jogos novos

        • Roses

          Não tenho dúvidas de que em geral o anime movimenta mais, embora haja exceções como Final Fantasy e Pokémon. Mas o caso é que toda vez que aparece um jogo, filme, etc novo, novas pessoas (que por algum motivo desconheciam antes a obra) tem a oportunidade de conhecer e passam a colecionar . No caso de DN, ao comprar a coleção normal, você já leva 12 volumes para casa, isso conta então como 12 edições por pessoa. Não é difícil alcançar um valor alto.

          Como nos EUA os volumes estão sempre disponíveis, comprar coleções inteiras é fácil em qualquer livraria e loja. Fora que filmes e coisas assim dão início a promoções e tal que dão aquele estímulo extra. 🙂

  • Jonas

    Tokyo ghoul não é shonen e One Punch Man é uma webcomic, eu não sei se as demografias se aplicam e ele

    • Revisei o texto antes de publicá-lo e nem me atentei a isso. De fato tanto Tokyo Ghoul, quanto One-Punch Man são seinens (da Young Jump e Tonari no Young Jump, respectivamente).

      Mas fui dar uma olhada e a ICv2 listou os dois como Shonen mesmo. Agora por que a empresa fez isso? Será que ela errou? Ou será que os americanos os consideram como shonen porque eles foram publicados na Shonen Jump americana? A Roses deve saber responder melhor do que eu. Aguardemos^^.

    • Roses

      A tabela aí é a oficial da pesquisa, não fomos nós que categorizamos. Mas de fato americanos tendem a juntar os Young Seinen aos Shounens, já que na concepção ocidental são todos infantojuvenis (no caso juvenis). Então embora não seja Shounen japonês, é um Shounen na concepção americana. Outros termos como Smut Shoujo para alguns Joseis e Dark Shounen para alguns Seinens são outros casos disso.

  • De vez em quando dou uma olhada na lista dos best-sellers do New York Times e tomo um susto de ver que vez por outra Yotsubato está nos mais vendidos. xD

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: