NR 201. Detalhes de The Ghost in The Shell

ghost-in-the-shellPreço, acabamento e mais…

O site Universo HQ divulgou no início da tarde de hoje (17/11/2016), os detalhes da versão brasileira do mangá The Ghost In The Shell. O título será lançado no formato 17 x 24 cm e terá sobrecapa e miolo em papel Lux Cream. Serão 352 páginas e será destinado exclusivamente para livrarias e lojas especializadas. O preço será R$ 64,90.

ghost-in-the-shell

Como já divulgado anteriormente, o lançamento ocorrerá durante a CCXP (01 a 04 de dezembro) e posteriormente distribuído para as lojas. O site não divulgou, mas conforme uma fala de Cassius Medauar em vídeos da Henshin, o mangá terá páginas coloridas também, muitas páginas^^.

***

BBM

43 Comments

  • […] Quinta-feira passada, a editora JBC divulgou o preço e os detalhes da edição do mangá The Ghost In The Shell (abreviadamente GITS). O título terá o formato 17 x 24 cm, miolo em papel Lux Cream, sobrecapa e preço R$ 64,90. Esse último detalhe foi o estopim. Bastou apenas isso para os revoltados online começarem a queimar os mangás da editora e organizarem um protesto contra os preços altos. Na página da empresa, nos grupos do Facebook, no Twitter e até aqui mesmo nos comentários do blog tinha gente bradando contra o preço “maluco” desse mangá. […]

  • Keiko-chan

    = u = { Só sonho com as notinhas de dinheiro voando e a Motoko dando risada da minha cara.
    8 = 8 { Adeus Motoko.
    Vida de universitário é Xerox, é gastar com material, é gastar com programa e livro.
    Tá saindo tanto título legal, mas não dá para seguir a lista de desejo, mas um dia desejo esse mangá na minha coleção.

  • anon

    Se livros, HQs e até a Turma da Mônica possuem edições nos mais diversos formatos e voltadas para públicos diferentes, por que o mesmo não pode acontecer com mangás? GITS e Akira são obras aclamadas e conhecidas fora do círculo de quem só curte mangás, então qual o problema de fazer uma edição mais caprichada do que o padrão que temos em bancas? Sem falar que esses títulos são exceções, não é todo mangá que vai ser publicado assim (ou que teria retorno caso viesse nesse formato).

    Livros, games, quadrinhos, filmes, bonecos de ação etc são entretenimento, “luxo” por assim dizer; e se eu não tenho condições financeiras de ir no cinema todo final de semana ou comprar todas as versões possíveis de Harry Potter já publicadas, a solução não é pedir para que menos filmes sejam feitos ou que só publiquem versões econômicas da Pedra Filosofal, e sim decidir no que vale a pena gastar meu dinheiro ou não. Para alguém que é muito fã de CDZ e sempre sonhou em ter o kanzenban, talvez valha a pena deixar de comprar outros mangás e se focar em completar essa coleção.

    • guilherme

      Pelo jeito o público colecionador de mangás por aqui ainda não tem maturidade pra entender a importancia das edições de luxo…

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: