Conheça a franquia “Mahou Tsukai no Yome”

The Ancient Magus Bride

Hoje é dia de mais uma postagem de nossa série de Guia de Franquias. O objetivo dessa série é apresentar todas (ou a maioria) das obras impressas de uma certa franquia. Nesta postagem falaremos uma postagem que está na moda atualmente devido à adaptação em animê que está no ar, Mahou Tsukai no Yome ou The Ancient Magus Bride, de Kore Yamazaki.

Em publicação no Japão desde 2013, a obra ganhou alguns produtos derivados e que iremos destrinchar aqui para vocês. Dentre todas as obras que já falamos nessa série de postagens, Mahou Tsukai no Yome é a que tem menos obras derivadas, mas ainda assim vale a pena dar uma olhada nelas^^.

***


MANGÁS


-The Ancient Magus Bride

Em andamento no Japão, essa é a obra original de Kore Yamazaki que deu origem ao animê e às demais obras presentes nesta lista. O título encontra-se licenciado no Brasil pela editora Devir e sua publicação teve início agora em fins de novembro e início de dezembro.

Sinopse: Chise Hattori, 15 anos. Órfã solitária, desesperançosa e sem meios para sobreviver. Em troca de uma fortuna, a jovem que não possui nada é comprada por uma criatura não-humana que convive com a eternidade e se diz mago. Quando a entidade a acolhe em sua casa como “discípula” e “noiva’’, o tempo congelado da garota começa a se mexer devagarinho… e ela está prestes a começar uma nova e estranha vida, repleta de magia, fadas e outros seres de natureza mágica.

Compre em: Amazon


-Kanwa Mahou Tsukai no Yome

De Nagabe. Spin-off de The Ancient Magus Bride publicado apenas na Internet. Tratam-se de capítulos curtinhos, feito por Nagabe que produz a obra The Girl From The Other Side, que sai na mesma revista de Mahou Tsukai no Yome. Um folheto com os capítulos será dado de brinde a quem comprar a edição limitada do décimo volume do mangá, a sair em setembro de 2018.

Inédito no Brasil


LIGHT NOVELS


-The Ancient Magus Bride – The Golden Yarn

De Kore Yamazaki, Makoto Sanda, e outros. 1 volume. A obra reúne diversos contos, escritos por vários autores, que se passam no universo de The Ancient Magus Bride. A edição teve duas versões. A comum (à esquerda) e a em capa dura (à direita).

Inédito no Brasil


-The Ancient Magus Bride – The Silver Yarn

De Kore Yamazaki, Makoto Sanda, e outros. Assim como The Golden Yarn, a obra reúne diversos contos, escritos por vários autores, que se passam no universo de The Ancient Magus Bride. O livro teve uma versão normal e uma em capa dura.

Inédito no Brasil


OUTROS


-The Ancient Magus Bride – Merkmal

De Kore Yamazaki. 1 volume. Fanbook da série Mahou Tsukai no Yome. O fanbook fala sobre a história, personagens, além de rascunhos e designs iniciais. O livro ainda traz ilustrações e entrevistas.

Inédito no Brasil


-The Ancient Magus Bride – Supplement I

1 volume. Trata-se de um guidebook extremamente detalhado que explora toda a mitologia e a riqueza da série The Ancient Magus Bride.

Inédito no Brasil

***

Leia nossos outros guias de franquia:

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

6 Comments

  • Tiago

    Wow, tem mais coisa do que pensei. Espero que a Devir não se limite apenas ao mangá principal.

    Qual a diferença entre guidebook e fanbook? A descrição faz eles parecem bem semelhantes.

    • Guide é oficial as vezes feito 100% pelo autor. Fanbook é organizado pelos fans as vezes com autorização ou contribuições do autor. Acho que é isso.

      • Roses

        Não é não. Nenhum dos dois é feito pelo autor diretamente, são geralmente organizador por editores com base no trabalho do autor, mas pedaços que eles escreva/desenhe.

        Um guidebook é um guia de eventos e história em geral. Um fanbook é um livro para fãs, geralmente mais focado em curiosidades, exclusividades, entrevistas, processo de produção, bastidores e coisas assim. Mas não existe uma regra, cada autor/editora define como vai chamar. Assim como aqui temos coisas como enciclopédia do futebol, guia completo do futebol, o livro do futebol, futebol de A a Z; qual a diferença? A vontade dos caras…

  • Gosto bastante da obra já a algum tempo, mas desisti de ler por scans porque eles eram péssimos. E rapaz não sabia que era uma “franquia”, isso realmente me pegou de surpresa, obrigado.

    • Roses

      A partir do momento que tem mais de uma mídia vira oficialmente franquia. Então só de tem mangá e anime já é franquia. 🙂

  • pimpao10

    É bastante coisa pra uma franquia de 2013, hein? Ainda não li, mas a expectativa é grande. Ele já estava numa lista minha de “mangás pra ler por scans se nunca anunciarem por aqui”, junto com Ubel Blatt e Dorohedoro.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: