“Children of the sea”: confira o preço e demais detalhes do mangá

Obra começou a ser vendida hoje…

A livraria Saraiva acaba de colocar em pré-venda o mangá Children of the sea, de Daisuke Igarashi, lançamento da editora Panini. Com isso conhecemos o preço que a ele terá. O título custará R$ 32,90, tornando-se, assim, o mangá com valor mais elevado já publicado pela editora.

A obra virá no formato 13,7 x 20 cm (padrão da editora) e terá 320 páginas no primeiro volume. A loja não revelou mais detalhes. Eis a capa nacional.

Ao que parece o mangá já está disponível na Bienal do Livro de São Paulo, então em breve deveremos ter mais informações sobre o formato.

[Atualização]: Quase um mês depois, a editora Panini voltou a aparecer nas redes sociais e divulgou os demais detalhes de Children of the Sea. O mangá terá miolo em papel offset, capa fosca com verniz localizado e será lançado em periodicidade bimestral.

Sinopse: “Eles foram criados por dugongos”. Nas férias de verão, Ruka conhece Umi e Sora, dois meninos de origem estranha e misteriosa. Fascinados pelas crianças que nadam como se voassem pelas águas do mar, Ruka e muitos adultos estabelecem uma complexa relação com elas. Enquanto isso, um fenômeno inexplicável ocorre em vários locais pelo mundo: peixes começam a desaparecer. Tem início a aventura marinha das crianças que mexerá com os cinco sentidos!.

24 Comments

  • Engraçado é que sempre bato na tecla em discussões e acho os preços praticados pela Panini absurdos. Porém a julgar o autor, o título, a qualidade geral do mesmo, pra mim o preço está em conta. Talvez eu julgue caro ou barato por gosto pessoal, mas sei lá. Mesmo sabendo que virá padrão e não terá nada de mais que o justifique mais caro, não consigo pensar: “ah, eles extrapolaram nesse…”. Talvez seja uma forma de compensar o “não-aumento” nos preços de Lobo, Slam Dunk… Já pensou cada Lobo Solitário a 32,90? Fica difícil aguentar, haha. xD

    • Xeronio

      Tem realmente algo que não entendo. NINGUÉM reclamou do preço de JoJo. 30 reais é RIDÍCULO, porque o mangá tem praticamente o mesmo acabamento e número de páginas que Lobo Solitário. Acho um absurdo esses preços e a partir de agora comprarei JoJo apenas quando o volume estiver perto dos 20 reais na amazon. Queria muito comprar o Children of the Sea mas vou deixar passar.

        • Xeronio

          Na verdade os dois são praticamente 1,5 tanko.
          Acabei de olhar e o volume 1 do JoJo tem 307 páginas. O volume 2 de Lobo tem 298. Então isso não justifica a diferença de preço dos dois.

    • alcoollico

      A principio os preços assustam, mas acredito que deva ter uma justificativa, não posso ir já “tacando pedras” sem antes ouvir deles o motivo, mas a transparência da Panini com o leitor é muito ruim, eles preferem ficar se escondendo do que “colocar as cartas na mesa”.
      Se eu não me engano Levi na palestra da Panini no AnimeFriends menciona que o dólar aumentou e que por conta disso o Papel e o contrato com as gráficas aumentaram muito, os mangás em andamento ainda tem um contrato com a gráfica, mas assim que acabar o contato eles serão reajustados com o preço atual.

    • SasukeUC

      A msm coisa q penso no atual preços da panini. Quem já pegou o mangá de Black Clover, saber q diferença do papel Offwhite dele para Offwhite de Little Witch Academia(JBC) é pouquíssimas e a própria dimensão dos mangás são quase idêntico, 13,5 x 20,5 cm(LWA) para 13,7 x 20 cm(BC), entre outros , se fosse colocar um preço seria 1 até 2 reais em cima do valor de LWA, mas não 21,90(principalmente pq é um Shonen). Mas tem pessoas q acha oq ela está fazendo “está certo”, fz oq cada um tem a sua opinião. E sobre o manga Yakusoku no Neverland (The Promised Neverland) o único motivo de eu pegar ele é pq sou fã do msm.

    • Herbert

      Se subisse a esse valor O Slam Dunk e o Lobo Solitário aí já eram as minhas coleções, mas acredito que eles deve vender bem pra justificar um aumento tão brusco de preços.

  • Caracas, a esse preço é brochante demais, provavelmente vou deixar passar (mas sei lá né, as vezes algum dia terei um ataque de vermisse e comprarei kkkk)

  • Bruno dos Anjos

    Meu Deus, é brochante demais isso, confesso que até tava interessado em comprar, mas depois dessa já não dá a mínima vontade…
    Agora, eu tô curioso porque esses preços estão tão absurdos. O reajuste dos materiais usados foi tão grande assim? A Panini é gananciosa mesmo (Pra quem não sabe, de 2002 até aqui, quem editava os mangás a Mythos, mas agora, APARENTEMENTE, eles mesmos estão editando, o que justificaria preços assim, visto que a Panini é careira)? Ou será que estamos testemunhando o início do “efeito lojas virtuais” (AKA “bota qualquer preço que eles irão esperar a Amazon/Saraiva/Que seja dar desconto”) que a Devir alertou no Anime Friends (apesar que acho que eles estavam reclamando que isso iria diminuir a margem de lucro deles, afinal é uma editora que disse isso…)
    Independente da resposta, uma coisa é certa: a Panini não é mais a mesma
    (Na verdade, ela nunca foi BOA assim, o que aconteceu foi que quase todas as outras editoras de quadrinhos e mangás saíram na frente dela -menos a Abril, que terminou com os quadrinhos-, e aí ela ficou pra trás. Mas sabe como é, preciso de impacto, nem que seja um pouco)

    • SasukeUC

      Mas Devir está certa, chegar na Amazon o mangá de the ancient magus bride está abaixo de 21 reais, com isso as pessoas consegui pegar os 4 vols lançados atualmente e ainda ganha frete grátis de chegar a 100. Se fazer isso na Submarino ou Americanas, só o frete de um vol dela é quase o valor do mangá.

      • Xeronio

        Mas eu pergunto quem dá esses descontos? A Amazon ou a editora? Quem está lucrando menos por unidade com desconto? Se for a Amazon, quem está lucrando menos é ela e a editora está loca de feliz; se for a editora, ela tem como dizer se quer dar desconto ou não. Se ela está aceitando esses descontos é porque lucra sim com o que está se pagando.

        • Roses

          As editoras já bateram a tecla nisso várias vezes, a editora vende pelo MESMO PREÇO para todo mundo, os descontos partem das LOJAS e saem do lucro DELAS. Algumas chegam a ter prejuízo, pois vendem a menos do que foi pago à editora.

          • Xeronio

            Então esse papo de por a culpa nas lojas é conversa pra boi dormir mesmo.

  • Yu-mon

    tem povo que ainda reclamam do valor do formato big de GUNM e dos Guardiões …. aguardar esses mangás ficarem mais em conta.. esse e o jeito.

  • Marcelo

    Já compro muitos títulos, sem contar outros que tenho em mente. Esse me chamou a atenção, mas na situação financeira e com o preço revelado, passo.

  • lucasguidapacheco

    será publicado no formato original mesmo (5 volumes) ou em formato big?

  • Eraldo Rocha

    Mais de 300 paginas por volume, no padrão de JOJO, com certeza esse tem uma tiragem menor que ele.
    O preço ta dentro da realidade, nenhuma surpresa.
    Se não reclamaram do preço de JOJO, nem reclamam do preço dos BIGS da JBC, tão reclamando desse por qual motivo ?

    • Até concordaria. Mas até onde sei, JoJo como Zelda, são 2 volumes 1. O que claramente encarece mais o produto. Mas agora lançar um título com 1 volume a 33 reais, realmente acho um absurdo. Entenderia 24,90 nessa faixa, porém não consigo engolir esse preço. Entendo ser ser de nicho, com tiragem bem menor.
      Já os BIGS da JBC são caros sim, principalmente pela qualidade, alá Edén e Blade, mas Alita “até vai”, por ter um papel decente, e com bastante páginas.
      O problema é que a panini não se manifesta, muda formato, aumenta o preço de novos anuncios, sem sequer dá uma satisfação. Fica impossível defendê-la.

      • Pra você ver como é a desinformação. Zelda são sim 2 volumes em 1 (400 páginas), mas é um mangá lançado 8 meses atrás, e o papel subiu muito o preço. JoJo são 1,5 volumes em 1 (300 páginas). Já Children of the Sea é só um volume mesmo, PORÉM esse volume tem mais de 300 páginas. Ou seja, um volume comum de Children of the Sea tem o mesmo tanto de página que JoJo. Só que é um mangá de muito mais nicho, deve ter uma tiragem bem menor, daí vem o valor 10% maior que JoJo.

        As pessoas olham esse preço e acham que é um mangá qualquer de 200 páginas, aí não dá mesmo. Ninguém procura saber que Children of the Sea tem mais de 300 páginas.

        • Não é desinformação amigo. Sei que Children Of The Sea contém 300+ páginas em média por volume, além de citar a observação de já saber que é um produto de nicho, com tiragem menor. Além do mais, já conheço a obra. Só não afirme algo sem saber.
          O que eu quero dizer, na minha visão, o preço poderia ser menor. Como citado, Zelda e JoJo contém um pouco mais de volume ou o dobro, o que encarece mais o produto, então até consigo engolir. Então acaba encarecendo por ter mais páginas, além da licença ser mais cara.
          Sei que a obra lançou a quase 2 anos atrás, mas Lobo Solitário com quase 300 páginas está custando 18,90! Se formos ver, é um aumento de quase 100% colocando ambas as obras na balança.
          Logo, se Lobo Solitário fosse publicado nesses ultimos 2 meses, custando na faixa de 28,90~~29,90, abaixo de Children Of The Sea devido a obra ser mais reconhecida pelo público. Reiterando, devemos sim fazer uma apuração com o histórico de preços de algum produto, pra nos embasarmos. Quanto mais com Zelda, que sequer tem 9 meses e é da mesma editora.
          Uma explicação até plausível para o preço seria a crise que as editoras estão passando. Custos elevados da gráfica, papel, e atrasos de pagamentos por parte de livrarias, vem dificultando a vida de editoras grandes, inclusive de pequeno e médio porte, e vem afetando substancialmente no preço de capa. O problema é que a Panini sequer dá uma satisfação sobre as mudanças que ocorrera em seus títulos.
          No mais, abraços.

  • Victor Almeida

    The Promissed Neverland foi lançado na bienal do livro pela Panini sem aviso previo

  • NaBoa

    É dificil de entender esse preço.Um mangá com as mesmas configurações de Lobo Solitário, lançado pela mesma editora custar 65% fica dificil de entender. Dizer que “é de nincho…”, oras, eles anunciaram após lançarem outro Igarashi, Witches (muito bom por sinal), então se não fossem bom de venda não lançariam.
    Só para efeito comparativo Lobo Solitário foi lançado na CCXP de 2016, então vou assumir que o contrato foi pago 03 meses antes. Em 09/2016 a cotação do euro fechou em R$ 3,66. Children foi anunciado na CCXP de 2017, então vou chutar que o contrato foi pago em 09/207 onde o euro fechou em R$ 3,77. Variação de 3%. É claro que não sei quando o contrato foi pago, isso é um chutometro. Logo, o problema não é o custo das licenças. Mas talvez na gráfica e na Distribuição.
    No site a Abigraf, entida patronal da industria gráfica, há uma nota pública de 07/2018 na qual a entidade expóe o cenário atual do mercado de papel imune no país: alta de 45% nos preços, mesmo todo o ciclo de produção sendo realizado no país. Não há para onde correr.
    Na distribuição a crise parece sem fim. A Abril a beira da falência e levando a Dinap junto, mas isso não é mais um problema para a Panini que trabalha sua própria distribuição. Mas Saraiva e o grupo Livraria Cultura/Fnac não estão pagando. Sobra a Amazon que por aqui não encontrei declarações de editoras sobre a empresa, mas lá fora a reclamação nº01 das editoras sobre a Amazon é que para ela distribuir seus livros exige-se descontos impraticaveis, o que as fazem aumentar o preço de capa. Como eu disse, não achei nada sobre essa pratica da Amazon por aqui.
    Conclusão: a Panini que depois da “crise” dos aumentos de preço (40% em varios comis) no inicio do ano reconheceu que agiu de forma errada ao não usar seus canais de comunicação para explicar os motivos e disse que se atentaria mais para isso, tacou o foda-se, desligou-se de seus canais de comunicaçaõ e repete os mesmo equivocos. Eu curtir muito Witches e pegaria Children, mas por esse preço não.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: