Divulgada a capa nacional de “Dr. Stone” (Atualizado)

Confiram…

As lojas onlines começaram a cadastrar o primeiro volume do mangá Dr. Stone, o novo título da editora Panini, e com isso a capa nacional do foi divulgada. Confiram abaixo:

Dr. Stone é de autoria de Riichiro Inagaki e Boichi e está em publicação no Japão desde 2017 na famosa revista Weekly Shonen Jump, da editora Shueisha. O mangá possui 7 volumes até o momento e ainda não tem uma previsão de fim.

No Brasil, o título foi anunciado em julho pela editora Panini e agora começará a ser publicado. Ele virá no novo formato padrão da editora, com miolo em papel offwhite e preço de R$ 21,90.

Sinopse: Em um instante, todos os humanos do mundo viraram pedra. Este acontecimento misterioso envolveu o estudante Taiju e, depois de milhares de anos, ele e o seu amigo Senku despertam e decidem reconstruir a civilização do zero. e assim começa uma grande e única aventura de sobrevivência num mundo de ficção científica.
  • Extra

Atualizamos a postagem com algumas capas do mangá em outros países. Vejam:

Na Itália além da versão “normal”, haverá uma versão limitada com uma sobrecapa com os detalhes em pedra e uma versão variante desenhada por um artista italiano, vejam respectivamente.

13 comentários

  1. Sei que não tem nada a ver com Dr. Stone, mas como é sobre um produto com acabamento similar vou perguntar. Só eu tive problemas com o volume 1 do Dragon Ball Super? O meu faz uns barulhos estranhos quando manuseio e as folhas são duras, sem contar a impressão, que numa das páginas que eram originalmente coloridas, parece que imprimiram em impressora laser. Achei bem porco e decepcionante pelo preço.

    Curtir

    1. Mano acho que n foi só com você não. Esse padrão novo da Panini esta PORCO ! o Boruto ta a mesma coisa de estalar e página dura. Mano horrível resume

      Curtir

      1. Esse problema ocorreu em Dragonball Super e Boruto, mas não ocorreu em Black Clover nem The Promised Neverland. Os dois primeiros foram impressos na gráfica São Francisco (que já tem um histórico com esse problema), e os dois últimos foram impressos na gráfica Cunha Facchini (que sempre imprimiu a maioria dos mangás da Panini e JBC). Então não é problema do formato novo. Aparentemente, a Panini quis cortar custos na impressão de Dragonball Super e de Boruto.

        Curtido por 1 pessoa

  2. pqp que capa zuada, eu sei que a panini se baseou na versão japonesa que tem essa pedra feia ocupando a capa toda, mas eles podiam ter se baseado na versão americana que não tem esse bagulho horrível tampando o desenho, boa panini boa

    Curtir

  3. Parabéns Panini !!!
    Além de manter a capa poluída, o titulo do manga ficou meio ilegível.
    Manter o original nem sempre é uma boa, ainda mais quando a arte de fundo da capa é bonita!
    Falta ver como vai ficar a quarta capa!

    Curtir

  4. Ficou totalmente próxima da original japonesa.
    Esperando que tragam tb Sun Ken Rock para quem curte uma história shonen mas com toques mais adulto.

    Curtir

  5. Que horror!!! Não dá nem para ler o nome do mangá direito. Um desavisado pode achar que o nome é Mundo de Pedra. Deveria ter seguido o modelo da França ou dos EUA – colocando textura de pedra na fonte do Dr Stone. Talvez funcione no Japão, pois o público já reconhece o personagem e eles estão acostumados com poluição visual nas revistas.

    Curtir

  6. Que capa cagada. Não importa se é fiel a original, quando esta é um lixo de composição. Que sorte dos italianos que escaparam dessa, pois a editora que pegou esse mangá lá é bem competente nesse quesito e as duas capas italianas estão lindas, dando ainda de lambuja a sobrecapa mais fiel à original (mas com o título mais legível).

    Curtir

Os comentários estão encerrados.