Mangá “Ataque dos titãs” sofre novo reajuste de preço

Mais um…

Não é surpresa para ninguém que a situação econômica do Brasil continua caótica e mais ainda o mercado editorial. Por causa disso tudo, a temporada de reajustes de preços continua firme e forte.

O próximo título a sofrer um aumento é Ataque dos titãs. O 25º volume da série entrou em pré-venda na Amazon já com reajuste, passando de R$ 14,90 para R$ 16,90. O último reajuste de Ataque dos Titãs havia acontecido em fevereiro deste ano. Eis a capa do volume 25.

Ataque dos titãs é de autoria de Hajime Isayama e está em publicação no Japão desde 2009 nas páginas da revista Monthly Shonen Magazine, da editora Kodansha, possuindo atualmente 26 volumes publicados. No Brasil, o mangá é lançado pela editora Panini desde 2013.

Sinopse: O mundo foi dominado por Titãs, criaturas gigantescas devoradoras de humanos! Os poucos sobreviventes viram sua civilização reduzida a um território protegido por muralhas, que foram capazes de manter a ameaça afastada por mais de cem anos. Mas tanto tempo de tranquilidade está prestes a ruir, com o ataque de um titã mais alto e poderoso do que a enorme muralha!

Anúncios

7 comentários

    1. De fato! Fez escola mesmo! O preço é sempre repassado ao consumidor prejudicando todo o mercado… Nunca ouvimos falar de medidas internas tomadas para tentar equilibrar a alta dos preços. Enfim, eu coleciono há 18 anos, desde a Conrad, mas simplesmente não dá mais! Ou encontram uma solução ou esse mercado de mangás no BR vai acabar de vez!

      Curtir

  1. Para quem fala que o preço é caro que só aumenta e coisa e tal, convido-os as pegarem um mangá de anos atrás e atualizar o preço pela inflação.
    Em 12/2003 a JBC lançou X, do grupo Clamp. Formato tanko, papel jornal e dimensões um pouco menores (11,5 cm x 17,5 cm) por R$ 9,80. Fazendo a atualização pela inflação oficial do período (IPCA do IBGE) para a data de 10/2018 o valor de R$ 9,80 hoje corresponde a R$ 24,52.
    Outro exemplo, Nana, lançado em 07/2008 por R$ 10,90, papel jornal e 13,5 cm por 20,5 cm. Em valores atualizados R$ 19,65.
    Ao longo da última década os mangás ficaram relativamente mais baratos. Nesse período o Salário Minimo subiu muito, mas muito acima da inflação, o rendimento médio do brasileiro assalariado também subiu bem acima da inflação (33,8% em termos reais), mas o mangás não, subiram bem abaixo da inflação.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Outra coisa em cima dessas suas contas

      R$ 9,80 é equivalente a 4,08% do Salário Mínimo de R$ 240,00 em 2003

      R$ 10,90 é equivalente a 2,62% do Salário Mínimo de R$ 415,00 em 2008

      R$ 16,90 é equivalente a 1,77% do Salário Mínimo de R$ 954,00 em 2018

      Curtido por 2 pessoas

  2. O problema é que com o custo de vida subindo por conta da crise do país, desemprego e o calote que as empresas tomaram pela Saraiva, Cultura e a sacanagem de distribuição que não entregava os mangás e os deixava às traças, podemos traçar algumas razões pra subida galopante de preços. Lembrando que com o poder de compra diminuindo cada vez mais, e o valor das coisas subindo por conta da inflação, o dinheiro que sobraria pra comprar um mangá vai diminuindo e por isso a quantidade que poderíamos pegar de mangás diminui, gostaria ainda de lembrar pra ampliar a discussão que a quantidade de oferta de títulos por parte das editoras assim como o número de editoras subiu ao longo dos anos. Portanto acredito que a tendência é a subida de preços dos mangás,diminuição de títulos e a não ser que comecemos a sair da crise nós poderemos adquirir ainda menos mangás.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s