[CURIOSIDADE] Os dez anos da publicação do livro “Another” no Japão

Obra faz aniversário…

Nesta quarta-feira, 30 de outubro de 2019, comemoram-se dez anos da publicação do livro Another no Japão. De autoria de Yukito Ayatsuji, essa obra é um romance de suspense com toques sobrenaturais e que se tornou famosa mundo afora em 2012, após a exibição da adaptação em anime que  teve seus exageros e cenas clássicas (mesmo quem não acompanhou a animação deve ter se deparado em algum momento com a famosa passagem do guarda-chuva na escada) fascinando muita gente. Não obstante, se tornou um produto desejado por essas bandas.

Ao contrário do que costuma acontecer no Brasil em que um livro é publicado diretamente em um volume fechado, Another teve seus capítulos publicados no oriente primeiramente em uma revista literária da editora Kadokawa, a Yasei Jidai, entre 2006 e 2009, e só posteriormente eles foram reunidos em volume.

O livro teve cerca de 680 páginas e foi lançado em 30 de outubro de 2009. A capa do livro foi essa abaixo:

Em 25 de novembro de 2011, o livro foi relançado no Japão em um formato menor e dessa vez dividido em dois volumes de cerca de 400 páginas cada, com imagem de capa semelhante à primeira edição, mas se complementando:

A obra foi um sucesso ao ponto de ter até mesmo uma pequena lista de obras derivadas. Além do anime, o livro deu origem, por exemplo, a um mangá e a um outro livro chamado Another Episódio S. Atualmente, Ayatsuji está trabalhando em mais um romance advindo dessa série, o Another 2001, que, como nome sugere, se passa em 2001, três anos após os acontecimentos do Another original. Ainda não há data para esse livro ser efetivamente lançado no oriente, mas os capítulos são publicados na Yasei Jidai, a mesma revista em que o autor publicou o Another original.


Aqui no Brasil, a animação está disponível de forma oficial na plataforma de streaming Crunchyroll, com legendas em língua portuguesa. Sobre a obra original, bem, ela demorou a aparecer por aqui. Com o sucesso da animação, o que primeiro veio foi a adaptação em mangá, feita por Hiro Kiyohara (que posteriormente seria figura carimbada no Brasil, com vários mangás sendo lançados, e vindo até mesmo fazer uma visita ao país), lançado pela editora JBC nos primeiros meses de 2013.

O mangá foi um sucesso como não poderia deixar de ser. Lançou, esgotou, foi reimpresso, esgotou de novo e assim por diante. Não à toa diversos mangás do Kiyohara saíram. Em 2018, a editora ainda relançou o mangá, dessa vez em um box contendo especial Another 0, uma historieta que só havia sido lançada no Japão em formato digital e como brinde de um dos DVDs da animação.

Quanto ao livro original de Yukito Ayatsuji, a editora JBC o publicou no final de 2015. A nossa versão teve 392 páginas no total e essa foi a capa local:

Lembrando que nenhuma página foi suprimida na versão brasileira. Como se trata de um livro, a passagem do japonês para o português pode haver diminuição ou mesmo aumento da quantidade de páginas a depender da formatação, tamanho do volume, tamanho da fonte, etc.

A versão local, porém, pareceu ter sido feito às pressas, pois foi um show de erros de revisão, de um jeito que eu nunca vi em nenhum outro livro, nem antes e nem depois, existindo erros em boa parte das páginas. Hoje, o livro encontra-se esgotado e até o momento nem sinal de uma reimpressão.

Imagem feita por Hiro Kiyohara para homenagear os dez anos do lançamento do livro de Yukito Ayatsuji. Foto: Twitter.

Sinopse Geral da Obra: Koichi Sakakibara é um ginasial comum de saúde frágil. Após uma crise pulmonar e uma repentina viagem de seu pai, o jovem é obrigado a se mudar para a cidade natal de sua falecida mãe, Yomiyama, e ficar sob os cuidados de seus avós maternos. Ao se transferir para a Escola Ginasial Yomiyama do Norte, o garoto percebe um estranho clima de tensão entre seus colegas e os professores responsáveis pela sala. O garoto foi enviado para a Turma 3-3, uma sala especial. O que Koichi não sabia é que um inexplicável fenômeno ronda essa classe e que, enquanto ele tenta chegar ao fundo dos segredos e acidentes sem sentido do seu novo cotidiano, uma inegável e fatídica verdade se revelaria: “Esse é um ano que tem! 

Anúncios

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s