Panini confirma mais detalhes sobre a coleção de “Kingdom Hearts”

Durante a mesa redonda das editoras de mangás, ocorrida neste domingo, 22 de dezembro de 2019, no evento Ressaca Friends, a editora Panini divulgou detalhes sobre a publicação do mangá Kingdom Hearts – Edição Definitiva. A obra não tinha tido um anúncio oficial, aparecendo do nada em uma atualização do catálogo da editora, por isso várias dúvidas ainda existiam, como a quantidade de volumes, entre outras coisas.

Para começar, Levi Trindade (representando da Panini no evento) disse que o mangá é o início de uma coleção de “Kingdom Hearts”, o que dá a entender que a empresa deve publicar as demais séries da franquia (Kingdom Hearts II, Chain of Memories e 358/2 Dias), mas ele não foi tão claro quanto a isso.

Como era esperado, esse primeiro mangá virá com sentido de leitura ocidental, pois foi publicado exatamente dessa forma no Japão também. Vale lembrar que os outros mangás da franquia têm o sentido de leitura oriental, então apenas esse primeiro será diferente.

Levi Trindade ainda disse que a nova versão brasileira diminuirá os quatro volumes originais para apenas dois e que essa obra será mais de nicho e não será enviada para bancas de revistas, sendo exclusiva de livrarias e lojas especializadas.


RESUMO DA NOVA EDIÇÃO DE KINGDOM HEARTS


Formato: 14,8 x 21 cm
Miolo: couchê
Capa dura
Exclusivo para Livrarias e Lojas Especializadas
Dois volumes no total
Sentido de leitura ocidental (como no Japão)
Preço: R$ 59,90
Pré-venda: ainda não iniciada

5 Comments

  • MaouHero

    Kyon, percebeu isso? Eu estava lendo o vol 8 de RE:zero e percebi que está faltando duas partes do capitulo 2.

    • Sim.
      E é por isso também que o volume 9 tem mais páginas. Basicamente, todo o conteúdo desses capítulos está inserido no início do novo livro em uma parte em que há um flashback. Então não há perdas, somente uma parte fica estranho. O curioso é que quase ninguém percebe. Tem um ano que esse livro foi lançado, muito gente tá lendo o atual e praticamente não houve reclamações.

      Não sabemos os detalhes do que ocorreu, mas ficou claro que a editora só foi descobrir o problema depois que já não era mais possível recolher os livros sem comprometer o caixa da empresa, por conta de todos os custos de logística que acarretaria.

      • MaouHero

        Obrigado! Achei estranho mesmo não ver ninguém falando sobe isso. Estava mesmo me pensando que seria uma baita prejuízo(o estoque) repor o estoque e as pessoas. Agora estou um pouco melhor em saber que vai de uma forma alternativa, mas um pouco triste em ver que muita gente não percebeu.

      • RPM Souza

        ” Basicamente, todo o conteúdo desses capítulos está inserido no início do novo livro em uma parte em que há um flashback.”

        Quer dizer no prólogo, resumidamente, ou que foram incluídas no começo do primeiro capítulo do volume 9? Que desanimo comprar das editoras nacionais… Talvez eu passe a importar mais frequentemente quando a diferença de preço for pequena…

        • Existe uma parte no primeiro capítulo em que é rememorado o que aconteceu no volume anterior, um flashback. Aí em um determinado momento desse flashback, a editora colocou toda a parte que fora pulada no volume 8. O que no original deveria ser algo mais curto, virou algo maior. Mas, assim, se a pessoa não percebeu o que ocorreu no volume 8 (e muita gente não percebeu), ela nem estranhará isso no volume 9. Ficará parecendo como se fosse um estilo, uma escolha narrativa.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: