BBM Lista: Mangás anunciados por uma editora, mas que saíram por outra.

É raro, mas acontece

Na noite deste sábado, 12 de dezembro de 2020, a editora Devir fez um des-anúncio de mangá^^. A empresa divulgou que não publicaria mais no Brasil o mangá A Distant Neighborhood, de Jiro Taniguchi. Anunciado em 2018, a editora disse que não conseguiu fechar o contrato da obra e, agora, o título deve sair por uma outra empresa.

Se confirmado, não será o primeiro caso de um mangá anunciado por uma empresa e que acabou saindo por outra. A seguir você poderá relembrar alguns casos.


A Princesa Kilala (On Line)


Em 2010, a editora Online anunciou que publicaria três Disney Mangás, W.I.T.C.H, Vídia e o Sumiço da Coroa e A Princesa Kilala. Os dois primeiros até foram lançados, mas o último acabou não saindo.

A obra sairia alguns anos depois, em 2015, pela editora Abril.


Pokémon (Conrad)


No início do atual mercado de mangás, a editora Conrad chegou a anunciar que o mangá Pokémon Adventure seria lançado pela empresa. A obra, porém, nunca foi lançada. A empresa até lançou um quadrinho da série (As Aventuras Elétricas de Pikachu), mas Pokémon Adventure nunca saiu.

Pokémon Adventure só veio a aparecer de verdade no Brasil em 2014, pela editora Panini, quando ela começou a publicar a partir da saga Black & White.


Berserk (Conrad)


Também no início do nosso mercado de mangás, a editora Conrad anunciou que publicaria no Brasil o mangá Berserk, de Kentaro Miura, a partir de 2003. O ano passou e nada do título aparecer no país.

Não se sabe o que aconteceu, mas a obra só foi sair no Brasil em 2005, mas por outra editora, a editora Panini.


Slam Dunk (Nova Sampa)


Quando a Nova Sampa pegou Vagabond e iniciou a republicação, a empresa disse que em breve iria republicar Slam Dunk também e que já estava com o contrato fechado. Entretanto, a vinda da obra dependia do sucesso de Vagabond. Vagabond foi um fracasso pela Nova Sampa e não rolou.

O título voltaria ao país alguns anos depois pela Panini, sendo concluído recentemente.


Patrulha Estelar Yamato (Opera Gráphica)


Em 2002, a editora Opera Gráphica fez um punhado de anúncios e, dentre eles, constava Patrulha Estelar Yamato, de Leiji Matsumoto. Todos os demais mangás anunciados pela empresa saíram ao menos um volume, mas Yamato ficou no limbo.

Patrulha Estelar Yamato só viria a aparecer no Brasil agora, sendo anunciado pela editora NewPOP. A publicação deve ocorrer em 2021.

5 Comments

  • loneprayer

    Welcome to Brasil
    Regras: não tem regras
    Aposto que em quase todos esses casos a editora nem tinha o contrato fechado ainda, igual o do Distant Neighborhood =P
    Seria legal uma lista de mangás anunciados que nunca foram lançados, se é que já não existe…

    • SIRIUS BLACK

      Eu gostei desta lista. Com certeza deve haver uma lista de mangás anunciados e nunca publicados por editora alguma.

        • loneprayer

          Eu.. posso tentar achar uma fonte mais concreta.
          Mas o que eu posso dizer é que em 2005 a Devir junto com a Panini lançaram O Homem que Caminha em Portugal, com tradução da Drik Sada.
          Supostamente, de acordo com a Drik, a Panini tinha planos pra lançar o título aqui no Brasil na época também, mas acabou desistindo. Eu já ouvi mais de uma pessoa falando isso, mas nunca encontrei a fonte desse relato dela.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: