Novo mangá pela JBC: “Buda”, de Osamu Tezuka

Saiba mais

Na noite desta quarta-feira, 26 de maio de 2021, em mais um dia do evento JBC Festa, a editora JBC divulgou – por meio de uma live para o perfil no Instagram Fora do Plástico – que publicará no Brasil o mangá Buda, de Osamu Tezuka.

A edição terá 8 volumes no total, com mais de 300 páginas por número, e virá no formato 17 x 24 cm (mesmo de Chi’s Sweet Home), saindo bimestralmente (um volume a cada dois meses). A previsão de lançamento é para o terceiro trimestre, talvez em agosto.

Buda foi lançado no Japão entre 1972 e 1983 pela Ushio Shuppansha, sendo concluído em um total de 14 volumes. Posteriormente foi relançado com outras quantidades de volumes.

No Brasil, Buda foi publicado pela primeira vez entre 2005 e 2006 pela editora Conrad e agora retorna ao país.

Sinopse: Este livro narra, em leitura oriental (da direita para a esquerda), a história de Siddharta Gautama, príncipe dos Sakyas, que nasceu por volta de 560 a.C. na região entre a Índia e o Nepal. O príncipe abandonou seu poder e suas posses para tentar entender porque as pessoas sofrem. Perambulou durante anos nas florestas de Bodhi-Gaya até encontrar suas respostas, tornando-se o Buda (desperto, iluminado). Elaborou e ensinou cerca de 84 mil métodos de treinamento da mente, que depois ficaram conhecidos como budismo.

7 Comments

    • A Conrad ainda tem a licença de “Gen”. Todos os volumes estão disponíveis e eles reimprimiram recentemente.

      • Caramba, foi tão difícil achar o último volume uns anos atrás que achei que já tinha vencido a licença… Mas ainda aposto em mais um anúncio de ex-Conrad!

  • Já possuo a edição da Conrad, então passo.

    Legal pra quem não possui, mas fico me perguntando “POR QUE TANTAS REPUBLICAÇÕES?”. Quer dizer, não é como se essas republicações fossem pedidas ou se as primeiras edições fossem um sucesso sem igual. Então por quê? Tantas obras do próprio Tezuka que não foram publicadas ainda e tem um potencial igual ou até maior…

  • Anônimo

    Ano passado a JBC tava bem fraca, mas esse ano ela tá top! Minha editora preferida fácil

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: