ITÁLIA: veja os destaques do Lucca Comics & Games

Muitos anúncios no país europeu

Entre os dias 29 de outubro e 1º de novembro aconteceu na cidade de Lucca, na Itália, o tradicional Lucca Comics & Games, considerado um dos maiores eventos de quadrinhos do mundo, muitas vezes sendo dito como perdendo apenas para o Comiket em número de participantes. Devido ao tamanho do evento, todo ano, as editoras italianas aproveitam para realizar diversos anúncios de títulos para o país europeu.

Se você nos acompanha no Twitter, fizemos uma thread listando todas as novidades anunciadas em 2021 e, agora, viemos trazer a lista para vocês aqui no blog também, a título de curiosidade.

Foram anunciados 79 títulos diferentes por 6 editoras italianas. Desses 79 títulos, 75 são inéditos no Brasil (ou seja, não foram lançados e nem anunciados pelas empresas locais) e apenas 4 já tinham saído por aqui. A seguir listamos os títulos.


EDITORA DYNIT


  1. Adabana, de NON (3 volumes)
  2. Bokura no Funka Matsuri, de Keigo Shinzo (1volume)
  3. Dejima Saijiki, de Kan Takahama (2 volumes +)
  4. Dragon Slayers, de Shingo Honda (3 vol)
  5. Fool Night, de Kasumi Yasuda (2 volumes +)
  6. GTO Black Edition, de Tohru Fujisawa (13 volumes)
  7. Hei no Naka no Biyoushitsu – Deep Sky – Novel, de Marco Kohinata (1 volume)
  8. Junket Bank, de Ikko Tanaka (4 volumes +)
  9. Kagami no Kojou, de Mizuki Tsujimura e Tomo Taketomi (4 volumes +)
  10. Ohayou! Spank, de Shunichi Yukimuro e Shizue Takanashi (7 volumes)
  11. Ookamirise, de Yû Itô (4 volumes +)
  12. Saiyuki – New Edition, de Kazuya Minekura (9 volumes)

A Editora Dynit fez doze anúncios, dentre os quais se encontra uma nova edição de GTO, chamada de Black Edition, que diminui os 25 volumes originais para apenas 13. Será que eles terminam de publicar por lá antes da NewPOP? Muitos apostam que sim.

Outro título que merece destaque é Dejima Saijiki, pois é um título que pode sair no Brasil no futuro. Ele é a terceira parte da trilogia de Nagasaki, formada também por O Último Voo das Borboletas e A Lanterna de Nix, ambos publicado no Brasil pela editora Pipoca & Nanquim.


EDITORA FLASHBOOK EDIZIONE


  1. Change World, de Yuu Minaduki (2 volumes)
  2. Love Nest, de Yuu Minaduki (2 volumes)
  3. Love Nest 2nd, de Yuu Minaduki (2 volumes)
  4. Sayonara Game, de Yuu Minaduki (1 volume)

A Flashbook Edizione não esteve presente fisicamente no evento Lucca Comics & Games, mas realizou uma bateria de anúncios também, com quatro mangás BL’s de Yuu Minaduki.


EDITORA GOEN


  1. Drifting Net Cafe, de Shuzo Oshimi (7 volumes)
  2. Kyou kara Ore wa!!: Yuusha Sagawa to ano Futari-hen, de Hiroyuki Nishimori (1 volume)
  3. Lunatic Circus, de Usamaru Furuya (1 volume +)
  4. Zutto Dokushin de Iru Tsumori?, de Mari Okazaki (1 volume)

A editora Goen (tal qual a Flashbook Edizione) fez apenas quatro anúncios, todos inéditos no Brasil. Dois deles valem o destaque, porém. Drifting Net Cafe é do mesmo autor de Happiness, enquanto Lunatic Circus é do mesmo autor de Suicide Club.


EDITORA J-POP


  1. A Cruel God Reigns, de Moto Hagio (17 volumes)
  2. Alabaster, de Osamu Tezuka (2 volumes)
  3. Alice In Borderland, de Haro Aso (18 volumes)
  4. Alice In Borderland Retry, de Haro Aso (2 volumes)
  5. Alma, de Shinji Mito (4 volumes)
  6. Ashidaka – The Iron Hero, de Ryo Sumiyoshi (4 volume)
  7. Blue Giants, de Shinichi Ishizuka (10 volumes)
  8. Boku no Songokuu, de Osamu Tezuka (8 volumes)
  9. Garon, de Osamu Tezuka (2 volumes)
  10. Happy Kuso Life, de Harada (2 volumes +)
  11. Happy of the End, de Tanaka Ogeretsu (1 volume +)
  12. Kakegurui Midari, de Homura Kawamoto e Yuuichi Hiiragi (4 volumes)
  13. Microid, de Osamu Tezuka (3 volumes)
  14. Miss Kobayashi’s Dragon Maid, de Cool Kyoushinsha (11 volumes +)
  15. Monotone Blue, de Nagabe (1 volume)
  16. My Alcoholic Escape from Reality, de Kabi Nagata (1 volume)
  17. Oshi no Ko, de Aka Akasaka e Mengo Yokoyari (5 volumes +)
  18. Ride-on King, de Yasushi Baba (7 volumes +)
  19. Runway de Waratte, de Kotoba Inoya (22 volumes)
  20. Sasuke Sarutobi, de Osamu Tezuka (1 volume)
  21. Secchan, de Tomoko Oshima (1 volume)
  22. Showa Ichidai Onna, de Ikki Kajiwara e Kazuo Kamimura (1 volume)
  23. Sono Kisekae Ningyō wa Koi o Suru, de Shinichi Fukuda (8 volumes +)
  24. Stray Warrior, de Kabi Nagata (1 volume)
  25. Sword Art Online Progressive – Barcarolle of Froth, de Shiomi Miyoshi (2 volumes)
  26. Tsukiiro no Invader. de Ran Yamano (2 volumes)
  27. Yofukashi no Uta, de Kotoyama (8 volumes +)
  28. Yuzuki-san Chi no Yon Kyoudai, de Shizuki Fujisawa (9 volumes +)

A editora J-POP foi a empresa que mais realizou anúncios, com 28 deles no total. Nenhum deles saiu no Brasil até hoje. O mais importante, sem dúvida, foi A Cruel God Reigns, provavelmente a primeira edição ocidental da obra.

Vale comentar também o grande número de mangás de Osamu Tezuka que a empresa lança, além da republicação da Alice In The Borderland (obra já foi publicada na Itália por inteira pela editora Flashbook Edizione entre 2013 e 2017).


EDITORA PANINI (PLANET MANGA)


  1. Belle (Anime Book), de Mamoru Osoda (1 volume)
  2. Belle (Novel), de Mamoru Osoda (1 volume)
  3. Boku no Chikyuu o Mamotte, de Saki Hiwatari (21 volumes)
  4. Bokura no Shikisai, de Gengoroh Tagame (3 volumes)
  5. Bungo Stray Dogs: Beasts, de Kafuka Asagiri e Shiwasu Hoshikawa (3 volumes +)
  6. Citrus +, de Saburouta (3 volumes +)
  7. Demon Slave, de Takahiro e Youhei Takemura (8 volumes +)
  8. Derail, de Kyoko Aiba (1 volume)
  9. Sakamoto Days, de Yuto Suzuki (4 volumes +)
  10. Yu-Gi-Oh! – formato 3 em 1, de Kazuki Takahashi (13 volumes)
  11. Kitchen of Witch Hat, de Hiromi Satō (3 volumes +)
  12. Namaikizakari, de Mitsubachi Miyuki (22 volumes +)
  13. Sasaki & Miyano, de Syō Harusono (7 volumes +)
  14. Shangri-la Frontier, de Ryōsuke Fuji (5 volumes +)
  15. Toshishita Kareshi no Renai Kanriheki, de Hashigo Sakurabi (2 volumes)

Dos anúncios da Panini, o único a já ter sido lançado no Brasil foi Yu-Gi-Oh!, muito tempo atrás pela editora JBC. Dos demais títulos é importante citar Boku no Chikyuu o Mamotte (série de 21 volumes que será republicada em uma edição de 12 tomos) e Namaikizakari (série em andamento com 22 volumes), dois dos maiores anúncios da empresa e que são mangás shoujos, coisa hoje difícil de imaginar no Brasil.

Importante citar Citrus + e Bungo Stray Dogs: Beasts (duas obras derivadas de títulos licenciados no Brasil). Igualmente precisamos lembrar de Bokura no Shishikai, do mesmo autor de O Marido de Meu Irmão, e de Demon Slave, obra de Takahiro (Akame ga Kill!!). Por fim, vale relembrar que Kitchen no Witch Hat é o spin-off de culinária de Atelier of Witch Hat.


EDITORA STAR COMICS


  1. A sign of Affection, de Suu Morishita (5 volumes +)
  2. Four Knights of the Apocalypse, de Nakaba Suzuki (3 volumes +)
  3. Kaiju Nº 8, de Naoya Matsumoto (5 volumes +)
  4. Our Not So Lonely Planet Travel Guide, de Mone Sorai (2 volumes +)
  5. Run Away With Me, Girl, de Battan (4 volumes +)
  6. Rurouni Kenshin – Perfect Edition, de Nobuhiro Watsuki (22 volumes)
  7. Saint Tail – New Edition, de Megumi Tachikawa (4 volumes)
  8. Sanctuary – New Edition, de Buronson, Ryoichi Ikegami (6 volumes)
  9. Sweet Home, de Carnby Kim, Young Chan Hwang (12 volumes)
  10. The Decagon House Murders, de Hiro Kiyohara (4 volumes +)
  11. The God of High School, de Yongje Park (3 volumes +)
  12. TRILLION GAME, de Riichiro Inagaki, Ryoichi Ikegami (2 volumes +)
  13. Tsubaki-cho Lonely Planet – New Edition, de Mika Yamamori, (14 volumes)
  14. Until I Meet My Husband (Mangá), de Ryosuke Nanasaki e Yoshi Tsukizuki  (1 volume)
  15. Until I Meet My Husband (Novel), de Ryosuke Nanasaki e Yoshi Tsukizuki (1 volume)
  16. Uruwashi No Yoi No Tsuki, de Mika Yamamori (2 volumes +)

Dos anúncios da Star Comics dois já saíram no Brasil (embora em edições distintas), Rurouni Kenshin (JBC) e Sanctuary (Conrad, incompleto). Dos demais títulos vale o destaque para Four Knights of the Apocalypse, obra derivada de The Seven Deadly Sins, e Kaiju Nº 8, obra de sucesso recente e que certamente chegará ao Brasil em breve.

Também vale falar dos relançamentos de Saint Tail e Tsubaki-cho Lonely Planet, dois shoujos ainda inéditos no Brasil. Por fim, não poderíamos deixar de citar The Decagon House Murders, obra de Hiro Kiyohara (Another) que adapta um livro de mesmo nome de Yukito Ayatsuji (Another).


Você conhece a maioria dos títulos citados aqui? Quais desses mangás você gostaria que saísse no Brasil?


NOS SIGA EM NOSSAS REDES SOCIAIS



Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: