HQ francesa de “Cavaleiros do Zodíaco” deve sair no Brasil

Só não se sabe por qual editora

A HQ Saint Seiya — Time Odyssey, um quadrinho francês oficial da franquia Cavaleiros do Zodíaco, deve ser lançada no Brasil. A informação foi passada por Thiago Ferreira – um dos fundadores da editora Comix Zone – ao contar a tentativa de licenciamento da obra.

Segundo Ferreira, a Comix Zone mandou uma proposta pelo quadrinho e que foi aceita pela editora francesa Kana, entretanto seria necessário a aprovação dos japoneses, visto que se trata de uma edição conjunta. Meses depois, a editora francesa mandou a resposta, informando que os japoneses preferiram outra editora. Não se sabe qual é essa outra editora.

Vale comentar que a editora Comix Zone tem intenção de lançar mangás no futuro e segundo Thiago Ferreira a publicação de quadrinhos japoneses pela empresa “há de chegar e não vai demorar muito”.

Divulgação: Kana

Saint Seiya — Time Odyssey é de autoria de Jérôme Alquié e Arnaud Dollen, com supervisão de Masami Kurumada, e começa a ser lançada na França no dia 30 de setembro de 2022. A obra está prevista para ter 5 volumes no total, cada uma focando em um cavaleiro de bronze.

Sinopse: Desde o início dos tempos, os Deuses do Olimpo lutam pelo controle da Terra. Diante deles está a Deusa Atena, ajudada por seus cavaleiros! À medida que um novo adversário entra em cena, o próprio futuro dos Cavaleiros está em perigo. Ikki, o cavaleiro de bronze da Fênix, será capaz de desatar os fios do destino? / A história que se passa entre o ataque dos Cavaleiros de Prata e a chegada do Cavaleiro de Ouro de Leão no Japão.

Com informações de Jbox


NOS SIGA EM NOSSAS REDES SOCIAIS



4 Comments

  • Miguel

    Não sabia da existência desse mangá.
    Sou fã de Saint Seiya vou pesquisar

  • R

    Pelas histórias contadas pelos integrantes da NewPop (NP) e da Pipoca e Nanquim (PN), as Editoras Japão não licenciam suas obras para Editoras Brasileiras que nunca publicaram um manga. Criando o LOOP do primeiro emprego, querem pessoas experientes, mas ninguém quer contratar o inexperiente para dar experiência. Logo, uma forma de quebrar esse LOOP, segundo a NP e a PN, é licenciar mangas que tenham os seus direitos em outro país como a França (se não me engano, foi assim com o primeiro manga de ambos – lembro da PN, mas não do 1º da NP). Já que a França tem um ótimo relacionamento com o Japão, e possui o direito sobre vários títulos, a Comix Zone deve estar tentando pegar qualquer título, para ter um manga como experiência, para conseguir obter outros mangas diretamente do Japão. Se for verdade, após conseguir o manga, eles só precisam se atentar na hora da comunicação com o Japão, e conversarem diretamente no idioma Japonês (eles não gostam de conversarem em outro idioma como o inglês).

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: