O que se sabe sobre a nova publicação brasileira de “NANA”?

Saiba tudo

Na última terça-feira, 04 de outubro de 2022, a editora JBC divulgou, por meio de suas redes sociais, alguns detalhes sobre o status da produção da reposição de NANA, de Ai Yazawa. A seguir, então, você verá o que se sabe (e o que não se sabe) até agora sobre a volta do mangá ao Brasil:

O QUE SE SABE:

  • A edição será no mesmo tamanho da versão anterior (13,5 x 20,5).
  • Por ser uma reposição, será também em 21 volumes.
  • A tradução será a mesma. Haverá apenas a atualização do português para as novas regras gramaticais.
  • O papel será diferente da versão anterior.
  • Os arquivos estão sendo remasterizados para poderem ser impressos novamente.
  • As capas terão uma mudança no logo da JBC, por isso estão passando por aprovação no Japão novamente.
  • Os volumes #01 e #02 já estão feitos, falta apenas a aprovação das capas para a empresa poder mandar para a gráfica.

O QUE NÃO SABE AINDA:

  • Preço
  • Mês exato do início da reposição
Capa italiana/ NANA © 2000 by Ai Yazawa / SHUEISHA Inc.

NANA foi publicado no Japão entre 2000 e 2009 na revista de mangás shoujos Cookie, da editora Shueisha, tendo seus capítulos compilados em um total de 21 volumes. Por conta de problemas de saúde de sua autora, o mangá encontra-se parado desde então.

No Brasil, NANA foi publicado pela primeira vez entre 2008 e 2010 pela JBC em seus vinte e um volumes existentes. Agora a obra retorna.

SinopseNANA” é a história sobre duas garotas que tem o primeiro nome em comum, Nana Oosaki e Nana Komatsu. São de estilos e comportamentos totalmente diferentes. Nana Komatsu é ingênua e sonhadora, a típica garota do campo que não sabe o que quer para sua vida. A outra é Nana Oosaki moderna e fashion, é vocalista de uma banda de Punk, ela está determinada a ter sucesso com suas músicas. As duas garotas se encontram no trem indo para Tokyo e desenham uma história recheada de amores, sonhos e amizades.


NOS SIGA EM NOSSAS REDES SOCIAIS



%d blogueiros gostam disto: