NI 65. A Panini México e o que ela poderia ensinar à Panini Brasil

one weekUm pouco de outros mercados…

Nesta semana, a Panini México anunciou quatro novos mangás por lá, todos bem conhecidos de nós. Yo-kai Watch, One Week Friends, Boku no hero academia e Knights of Sidonia, sendo que este último nós, aqui no Brasil, já sabíamos devido a um vazamento feito por um funcionário da Panini. Aos que não lembram, a Panini Brasil edita os mangás que serão publicados no México.

O detalhe fica por conta do meio como os anúncios foram feitos. A Panini México fez uma live no Facebook e nela realizou os anúncios e deu outras informações aos consumidores mexicanos.

Aqui no Brasil o máximo que a Panini faz são vídeos apresentando certos títulos, mas quase todos bem curtinhos e quase nada informativos. Não chegam a ser ruins, mas também não são muito bons. Será que um dia a empresa adotará transmissões ao vivo como a versão mexicana? Recentemente a Panini melhorou muito em interação com o público, respondendo uma boa parte das dúvidas e críticas dos consumidores.

Porém, a interação seria maior se ela fizesse, vez ou outra, vídeos e lives como essa da Panini México. Sempre que há palestras da editora, Beth Kodama e Bruzo Zago trazem inúmeras informações interessantes que as pessoas desejariam e precisariam saber, mas não conseguem devido ao público limitado que acompanha esses eventos. Mesmo quem assiste às gravações feitas pelo blog Gyabbo não representa um número muito grande e as informações se perdem do público.

Será que a Panini não conseguiria um tempo, de vez em quando, de fazer por exemplo um “Panini online”? Talvez para a editora não faça muita diferença fazer ou deixar de fazer esses tipos de vídeos (afinal, não há garantias de que, por exemplo, as dúvidas dos consumidores diminuam), mas o público que anseia saber um pouco mais dos bastidores ficaria muito agradecido…

Então, Panini Brasil, se espelhe na Panini México e faça uma live vez ou outra^^.

BBM

16 Comments

    • SIRIUS BLACK

      Eu concordo com você. A Panini se inspirou em muita coisa da JBC, porém na questão dos vídeos, ela simplesmente ignora e não faz questão de aprender com a concorrente. A Panini realmente teria mais pontos com o público se fizesse isso, mas ela não quer porque é acomodada demais e não tem interesse nenhum nisso, infelizmente. Pensando bem… Será que é receio da Beth Kodama e do Bruno Zago de acabar virando meses como acontece com os vídeos da JBC com o Cassius Medauar? É uma possibilidade. -q

      • Kauê

        Duvido que é por isso, já que pra nossa comunidade que é mais por dentro das editoras, tudo e todo mundo é meme, principalmente por causa da Mara do Mais de oito mil XD E mesmo que virem meme, se levarem na boa, só faz o pessoal gostar ainda mais deles (como exemplo o Cassius que trocou a foto do perfil dele pra aquele print do vídeo de 1º de abril).
        Mas também não vejo porque a Panini não faz. Não precisa fazer toda semana, mas algo todo mês já tá ótimo. Com todo aquele público deles, acho que eles teriam muita visualização e diminuiria muito a galera que fica perguntando a mesma coisa em todo post.

  • João Vitor

    Panini México e do Brasil possuem diferenças gritantes, é incrível como um país muda tudo.

    • SIRIUS BLACK

      Realmente. Chega a ser até impressionante, mas mais pelo fato de o México ser o país da pirataria de mangá no passado recente. E eles foram bem mais ousados e revolucionários do que a Panini daqui, que só se interessa em fazer palestras para meia dúzia de gatos pingados. Que lástima, realmente. ¬¬

        • SIRIUS BLACK

          Eu estou falando da pirataria no México e não no Brasil, se liga! E o Kira dos mangás nem foi pra frente. Aquilo não passou de fogo de palha! Vocês estão é muito mal desinformados! ¬¬

      • João Vitor

        Com certeza o mercado de mangás aqui no Brasil é muito maior que no México, se pegarmos apenas o número de habitantes de cada país. Como é que pode? Atrasar One Piece 3 meses, se contarmos que esse mês não terá o mangá novamente, relançar Naruto umas 300 vezes e nada de Bleach e outros mangás que se voltassem ao país fariam um sucesso incrível? E quanto aos volumes com um forte cheiro de cola? E quanto a falta de descaso com Tokyo Ghoul? Como pode uma obra como essa vir de qualquer jeito ao país? Se analisarmos com calma os problemas não faltam.

  • Alguém já possui um exemplar de The Wedding Eve? A maioria dos exemplares estão com a lombada amassada e com a cola das páginas grudadas na lombada, até a película fosca da ponta da lombada tá soltando, que vacilo. Vou ter que comprar outro.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: