Comparando Mercados de Mangás – Maio de 2018

Precisamos sempre ver o que acontece em outros países…

Este blog que você está lendo agora fala especificamente sobre o mercado brasileiro de mangás. Informamos lançamentos, damos nossas opiniões, fazemos resenhas, etc. Entretanto, de vez em quando, a gente gosta de olhar um pouco para o exterior e ver o que está acontecendo em outros países ocidentais.

Hoje apresentamos nossa quinta postagem da série Comparando Mercado de Mangás em que apresentamos a vocês alguns dados sobre o mercado em vários países ocidentais. Nós mostramos o número de volumes publicados e algumas curiosidades que achamos pertinentes sobre cada país.

Até o mês passado nós mostrávamos todas as novidades de cada país, mas isso consumia muito tempo e não era tão atrativo assim, pois tinha muitos títulos completamente desconhecidos de todos e sem que gerasse um interesse de fato. Assim preferimos apenas colocar algumas curiosidades específicas que tendem a ser mais agradáveis de se conhecer.

Por último, vale dizer que a postagem referente a um dado mês sempre sairá no mês seguinte, visto que temos que esperar a confirmação de lançamentos em alguns países. Os dados do Brasil, porém, seguirão os checklists e não efetivamente os lançamentos. Ao fim da postagem você verá os critérios e as fontes utilizadas para a pesquisa.


NÚMERO DE VOLUMES LANÇADOS EM MAIO


  • França: 162 volumes
  • Itália: 140 volumes
  • Estados Unidos: 88 volumes
  • Espanha: 75 volumes
  • Alemanha: 45 volumes
  • México: 39 volumes
  • Polônia: 36 volumes
  • Argentina: 29 volumes
  • Brasil: 28 volumes
  • Colômbia: 21 volumes
  • Portugal: 3 volumes

Depois de um mês de abril esquisito com Alemanha e Estados Unidos tendo mais de 100 volumes publicados, as coisas voltaram ao normal em maio com apenas Itália e França atingindo essa marca e mantendo uma distância considerável em relação aos outros países.

O Brasil, por sua vez, teve um mês bem abaixo do que os demais, com a JBC adiando vários títulos devido aos problemas de distribuição e a Panini também publicando pouco, assim foram apenas 28 tomos em maio. Pela primeira vez desde que fazemos esse levantamento tivemos menos volumes publicados por aqui do que na Argentina e na Polônia. Nos próximos meses, em teoria, as coisas devem voltar a seus devidos lugares.

Já o México continua sendo o México e deve ultrapassar de vez o mercado brasileiro em número de publicações. Ao que parece também começarão a publicar light novels por lá em breve, daí que só faltará terem mangás digitais e mangás em capa dura para se igualar e com o tempo superar o mercado nacional em todos os sentidos.


ALGUMAS CURIOSIDADES


A França é, como todos sabem, o maior mercado de mangás no ocidente e, por isso mesmo, sempre há algo a se falar. Black Clover, por exemplo, teve um relançamento no país de seu primeiro volume com uma capa alternativa feita por um artista local (imagem acima).

Também vale comentar que o segundo volume do mangá Batman e a liga da justiça, da mesma autora de Lost Canvas, foi lançado por lá em maio com uma capa diferente da japonesa (isso ocorre desde o volume 1, pois este saiu primeiro na França). Por último destacamos o lançamento de Yuru Camp, obra que ficou famosa recentemente devido à exibição do animê.

Na Itália, o mangá Toriko foi concluído agora em maio, tornando-se o primeiro pais do ocidente a terminar a obra. Outro título que se encerrou no país foi Your Lie In April (imagem acima). Por fim, vale dizer que muitos títulos novos começaram a sair no país, e o mais famoso deles foi Horimiya.

Nos Estados Unidos, dois títulos novos nos chamaram a atenção logo de cara, o lançamento da light novel Toradora! e de uma nova edição de Fullmetal Alchemist, dessa vez em capa dura, chamada de Fullmetal Edition.

Em maio foram 17 novidades na Espanha, mas nos chamou a atenção a dupla de mangás Koto Koto (imagens acima). Tratam-se de duas obras de romance e que contam uma mesma história sob dois pontos de vistas diferentes. Já tivemos algo assim no Brasil, mas era o esquecível Made In Heaven. Koto Koto, porém, parece ter uma boa reputação (os títulos já tinham saído na França meses atrás com algumas críticas positivas). Cada mangá possui 3 volumes e sempre serão lançados simultaneamente.

Quatro títulos novos começaram a ser lançados no México em maio e, para muitos, o grande destaque seria Akira, mas para o blog BBM, Nodame Cantabile é o que mais chama a atenção. O título que já teve até animê dublado e exibido no Brasil, porém permanece com sua obra original ainda inédita em nosso país.

Maio foi um mês agitado na Polônia com nada mais, nada menos que 17 lançamentos e desses todos o que mais chamou a atenção foi Spirit Circle, do mesmo autor de Lúcifer e o martelo. Spirit Circle não tem a mesma qualidade deste último, mas ainda assim é uma obra com passagens sensacionais e com discussões interessantes e impactantes. Também foram lançados no país To Your Eternit (mesma autora de A voz do silêncio) e Yotsuba To!.

Maio foi um mês em que ocorreu na Argentina, a Comic Con do país e, por isso, teve uma dezena de lançamentos por lá. A curiosidade mais interessante é que foram lançados dois spin-offs de Ataque dos titãs (Sem arrependimentos e Antes da queda) e ambos foram lançados em duas versões, contendo capas variantes. Também é importante mencionar que houve o início da publicação da edição deluxe de Card Captor Sakura. Saíram também Uzumaki e Jojo’s Bizarre Adventure.


***

Critérios e observações:

  • A lista não contempla obras em formato digital
  • As reimpressões também não entram na lista
  • Entram box e versões variantes já que se tratam de um outro produto
  • Entram light novels
  • Entram databooks e artbooks
  • Entram mangás coreanos e chineses
  • Mangás de outras nacionalidades não entram na lista (salvo certas condições especiais, como obras feitas por mangakás em outros países)

Os dados aqui apresentados são precisos? Sim e não. Retiramos as informações de sites confiáveis e que fazem um trabalho de coleta de informação muito bom. Entretanto cada site possui um critério diferente o que pode causar distorções, imprecisões e erros. Vejamos caso a caso:

  • Na Alemanha, o site que a gente usa recolhe os lançamentos de livrarias e lojas especializadas. De modo que se algum mangá saiu por outro meio, eles podem não ter ficado sabendo. Além disso, o site não lista light novels. Então as informações da Alemanha referem-se apenas a mangás.
  • Na Polônia o site que usamos também não lista light novels. Portanto, os números referem-se apenas a mangás.
  • Na França, o site que usamos coloca em meio aos mangás algumas revistas que saem no país. Na Itália o site de lá coloca reimpressões da Panini como se fossem lançamentos. Na Espanha, o site insere livros de autores japoneses, além de alguns títulos de outros países. Nos Estados Unidos, o site lista mangás digitais. Em todos esses casos retiramos manualmente esses dados excedentes. Buscamos ser precisos, mas por ser algo manual, um erro pode acontecer de vez em quando.

Mas e os outros países ocidentais como Finlândia e Romênia? Não temos nenhuma fonte para as publicações desses países. As informações aqui reunidas só foram possíveis de serem obtidas, pois temos como fonte alguns sites catalogadores (Anime Click, por exemplo) ou sites que informam os lançamentos (como o Anime News Network, dos Estados Unidos, ou o Manga Y Anime Argentina, da Argentina). Se você conhece algum site catalogador de algum outro país ocidental que não citamos aqui, nos mande^^.

Vale lembrar que países da América Latina, em geral, não possuem um mercado de mangás próprio, consumindo os produtos de outros países que compartilham o idioma castelhano. Atualmente sabemos da existência de um mercado apenas no México, Colômbia e Argentina.

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

No fim, esta foi a última postagem desta série. Mesmo com a mudança que fizemos ela dava trabalho demais e não temos tido tempo suficiente para realizá-la. Se você gostava dessa série, nossas mais sinceras desculpas por interrompê-la do nada.

7 Comments

  • Guilherme

    Nodame cantabile foi lançado em qual editora no México?E qual editora pretende lançar novela por lá?

      • Eder

        Aproveitando a deixa, alguém sabe de algum lugar que venda mangás da Kamite e que envie para o Brasil? No site deles, acho que só fazem envios para o México, mesmo. =/

    • Spirit circle é excelente. Gosto tanto ou até mais do que Lucifer. Estou pegando a versão americana inclusive

  • Banzé

    A jbc vai entrar no mercado português de mangás, isso fará que o mercado de lá melhorar.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: