Retrospectiva 2018 – Editora NewPOP

O ano mais ativo da editora…

Falar de 2018 no mercado brasileiro de mangás significa falar de crise no mercado editorial, especialmente pelos problemas enfrentados pelas livrarias Cultura e Saraiva que pediram recuperação judicial e estão com dívidas enormes com as editoras. Entretanto, o ano da NewPOP parece ter sido longe de ser ruim.

Com um ritmo de publicação estável, sem muitos atrasos, a editora conseguiu manter uma média de pouco mais de 4 volumes por mês, entre mangás e light novels, o que fez 2018 ser o ano em que a empresa mais publicou volumes de mangás, um total de 43, cinco a mais do que 2015 (até então seu melhor ano) e o dobro do ano passado.

O número de light novels também foi o maior de sua história, com 12 volumes publicados (ou 11 se você desconsiderar a capa variante de No Game No Life Practical War Game). Em 2017, esse número havia sido 10 (9, se você desconsiderar a capa variante de Re: Zero #01), e em 2016, 9.

Em outras palavras, em um ano de crise, a editora manteve o ritmo de publicações bem regular, o que, para uma empresa pequena e que não pode se arriscar tanto, deve indicar que a editora está conseguindo se manter bem, mesmo diante dos percalços da crise. Isso fica mais evidenciado quando, em meio à turbulência do segundo semestre, a editora emitiu uma nota que mostrou muita positividade.

Não temos como saber como está o interior da empresa realmente, mas a imagem que a editora nos passa é que, apesar de tudo, a situação está relativamente bem.

  • Obras paradas e retomadas

Em 2018, a editora NewPOP conseguiu retomar 3 séries paradas. Em janeiro lançou o sexto e último volume de Hetalia, após dois anos sem volumes novos. Em fevereiro a empresa retomou o mangá de Number Six e não parou de publicá-lo concluindo-o também neste ano. Por fim, em setembro a NewPOP voltou a publicar a light novel Log Horizon.

A empresa, porém, ainda tem algumas séries paradas. A novel de Number Six não ganha volumes novos desde meados de 2017. Já o mangá Loveless está parado desde agosto de 2016. Outra obra parada é a série de light novels K, que a editora publicou apenas um volume em 2015. A editora ainda tem mais três para serem lançadas, mas ainda estão sem data.

  • Os títulos novos publicados durante o ano

A NewPOP possui uma longa série de títulos anunciados e que ainda não têm previsão para serem lançados. Isso não é de agora e quase ninguém mais se espanta. Mas em 2018, a empresa começou a publicar vários títulos, totalizando 15 novidades no ano. Esse é o maior número de títulos novos que a empresa começou a lançar de toda a história, empatando com 2015. Eis a lista:

Da lista de títulos publicados pela empresa durante o ano, os grandes destaques são a light novel Toradora!, anunciada em 2017, mas só publicada agora, e os mangás Citrus e Made In Abyss, ambos anunciados em meados de 2018.

  • Os títulos concluídos durante o ano.

Além das obras de volume único lançadas em 2018 (A Nova Ilha do Tesouro, Dia Game, No Game No Life: Practical War Game; Philosophia e Prelúdio do Arco-íris) várias foram encerradas ao longo do ano pela editora NewPOP.

Em janeiro finalizou-se Hetalia, em março A Estrela do Hentai, em abril Puella Magi Suzune Magica. Em maio foi a vez de nos despedirmos de A Voz do Silêncio, em junho acabaram Girls & Panzer e Velvet Kiss, e em agosto No Game No Life, Desu!. Por fim, em setembro finalmente o mangá de Number Six foi concluído.

  • Títulos licenciados

Por fim, a lista de títulos licenciados e anunciados pela editora NewPOP para serem publicados nos próximos anos compreende as seguintes obras:

Será que a editora consegue publicar tudo isso em 2019? Se manter o ritmo de 2018, ao menos uma boa parte desses títulos pode ser lançados sim.


Retrospectiva é uma série de postagens que fazemos todos os anos para relembrar o que de melhor e pior aconteceu no mercado brasileiro de mangás, além de outras notícias relacionadas ou não ao nosso país. Para ver todas as postagens deste ano, clique aqui.

Anúncios

4 comentários

  1. Acho q por ser uma editora pequena e ter passado por uma crise em 2016 e no inicio de 2017, a NewPop conseguiu fazer o ano de 2018 ser um ano de expansão e de consolidação no mercado, mantendo até uma boa imagem perante o público…
    Com o desgaste da Panini e com a crise na JBC, em 2019 a NewPop pode avançar ainda mais no mercado e começar a incomodar a JBC…

    A editora está colhendo os frutos de ter pensado fora da caixinha e ter se arriscado, como entrar no mercado de LN e trazer obras de gêneros diferentes para o BR..

    Curtido por 1 pessoa

  2. NewPOP, atualmente é a editora que traz alguns dos títulos que mais gosto de manga e Light novel. Também gosto bastante do acabamento desses mangas. E tem muita coisa que vai lançar que também quero comprar.
    Espero q

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s