“Omoi, Omoware”, “Golden Kamuy” e outros mangás da Panini têm preços e detalhes revelados

Confira

Todos os mangás já anunciados pela Panini agora possuem seus detalhes revelados. Na tarde desta sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019, a empresa respondeu comentários de leitores e divulgou o preço e o formato de vários mangás da empresa, vamos a eles:

Omoi, Omoware, Furi, Furare: 13,7 x 20 cm, capa cartão com acabamento verniz total, miolo offwhite, preço R$ 22,90. A obra começa a ser lançada em Abril.

Golden Kamuy: 13,7 x 20 cm, sobrecapa em couchê fosco, miolo em offwhite. Preço: R$ 24,90. Ele começa a ser publicado em maio.

Perfect Crime: 13,7 x 20 cm, sobrecapa em couchê fosco, miolo em offwhite, preço R$ 24,90. O mangá começa a ser lançado em abril.

Pokémon Ruby & Saphire: 13,7 x 20 cm, miolo em papel jornal. Preço: R$ 19,90. O mangá começa em março.

A empresa também revelou hoje os preços de My Brother’s Husband (clique aqui) e Yuuna e a Pensão Assombrada (clique aqui). Ontem, 21 de fevereiro, a Panini já havia relevado o preço de outros três mangás, BEASTARS, Radiant e Youjo Senki (clique aqui).

Agradecimentos ao Alexsander de Oliveira  


Omoi, Omoware, Furi, Furare é de autoria de Io Sakisaka e está em publicação no Japão desde 2015 nas páginas da revista Bessatsu Margaret, da editora Shueisha, agora em fevereiro será lançado o volume 11 no Japão.

Sinopse: A história gira em torno de Yuna e Akari que têm duas visões muito diferentes de amor: Yuna é alguém que vê o amor como um sonho e Akari é alguém que é muito realista sobre suas escolhas de romance. Enquanto isso, há dois garotos, Kazuomi e Rio, que também têm pontos de vista diferentes de amor: Kazuomi é uma cabeça oca e não entende o conceito de amor, enquanto, Rio agarraria a oportunidade quando alguém se confessa… enquanto a garota for bonita.

Golden Kamuy é de autoria de Satoru Noda e está em publicação no Japão desde 2014. Como os demais mangás, ainda está em andamento por lá, atualmente com 16 volumes.

Sinopse: Em Hokkaido, nas terras do extremo norte do Japão, Sugimoto sobreviveu à guerra Russo-Japonesa da era Meiji. Apelidado de “Sugimoto, o Imortal” durante a guerra, ele agora procura as riquezas prometidas pela corrida do ouro, na esperança de salvar a esposa viúva de seu falecido companheiro de guerra. Durante a sua caça ao ouro, ele descobre sobre um estoque enorme escondido por um criminoso. Através de uma parceria com uma garota da tribo Ainu, que salva a sua vida, ele luta contra os criminosos, os militares, e a própria natureza para encontrar o tesouro.

Perfect Crime é de autoria de Arata Miyatsuki e Yuuya Kanzaki e está em publicação no Japão desde 2013, atualmente com 9 volumes publicados.

Sinopse:  Um homem, Tadashi Usobuki, é visto várias vezes na cena de crimes estranhos. No entanto, ninguém pode provar sua culpa. Todo mundo o chama de “o homem dos crimes perfeitos”. Ódio … Ciúme … Desejo … e amor. Usobuki é capaz de responder a todos os pedidos de assassinato de seus clientes. E cuidado, ele nunca anda muito longe de você …

Pokémon Special está em publicação desde 1997 nas páginas da revista Corocoro e possui 53 volumes atualmente. No Brasil, o mangá começou a ser publicados em sagas. Inicialmente foi lançado Pokémon Black & White (volumes 43 a 51), sendo concluído em um total de 9 volumes. Em seguida vieram RGB e Yellow (os 7 primeiros volumes da saga) e por último Gold & Silver (volumes 8 a 14 do original). Agora começa a ser lançado Ruby & Saphire que compreende os volumes 15 ao 22.

Sinopse: O pai de Ruby, Norman, é o novo Líder de Ginásio da cidade de Petalburg. Mas Ruby não quer seguir os passos de seu pai – ele quer ganhar Concursos Pokémon! O pai de Sapphire, Professor Birch, é o pesquisador de Pokémon local. Mas a Sapphire está cansada de coletar dados científicos – ela quer ganhar Batalhas Pokémon! Quando Ruby e Sapphire se encontram, eles estão mais propensos a bater um no outro do que qualquer coisa. Então Sapphire desafia Ruby para uma competição! Qual deles quer alcançar seus sonhos em apenas oitenta dias ?!

15 Comments

  • D.D.

    Antes dessa nova leva de mangás a Panini já havia publicado algum título com sobrecapa? Alias, alguém poderia me explicar qual é o barato desse negócio? Tenho Blame aqui e acho a sobrecapa muito incomoda. É incomodo ler usando ela, é chato ter que ficar tirando para ler, e ainda por cima amassa a toa. Prefiro o formato tradicional com orelhas.

    • Sim, O livro do vento, de Jiro Taniguchi, mais de dez anos atrás.

      Bem, todos os mangás no Japão são publicados com sobrecapa. É só isso. O mangá tradicional japonês é assim. A gente (digo “a gente” pq me incluo nos que gostam) gosta porque faz parte justamente do produto do mangá. Do acabamento dele. É algo desnecessário? É, mas a gente gosta mesmo assim.

  • Daniel de Oliveira

    O que seria uma capa cartão com verniz total? É a capa padrão ou é tipo aquilo que tem na de Jojo só que na capa inteira? E sobrecapa em couchê fosco é tipo a de Akira?

    • 1 – Não Sabemos.

      2 – Também não sabemos. Rs. Não tenho Akira, então não sei se sobrecapa dele é fosco ou brilho.

    • Alexsander Luiz

      Geralmente verniz é usado em alguns detalhes da capa como no titulo ou nome dos autores, no caso vai ser na capa toda, acho q nunca teve um mangá com capa totalmente em verniz publicado no Brasil.
      Já o couchê fosco, é o papel usado em guardiões do Louvre (não sei se vc comprou).
      O couchê brilho quando a luz bate ele dá brilho, a capa em si é mais brilhosa.
      Já o fosco é tipo uma capa fosca só q num papel q parece um pouco plástico quando tocado.
      Acho q expliquei bem, acho q o kyon explicaria melhor do q eu ^^.

    • Roses

      Verniz total seria a capa com verniz em toda a superfície: http://uvartesgraficas.com/wp-content/uploads/2016/10/UV-Artes-Gr%C3%A1ficas-Capa-Livro-Agatha-Christie_1.png

      É a mesma coisa que o verniz localizado (onde se faz detalhes com o produto, criando efeitos e relevos), mas se faz a aplicação na capa toda. Segue: “Verniz Total é uma camada de tinta sem pigmento (transparente) aplicada na fase de acabamento para conferir sofisticação e proteção ao impresso. Possui característica brilhante, acetinada ou fosca.” Vale lembrar que mesmo sendo total, pode haver camadas com espessuras diferentes, que ainda criarão relevos.

  • Vini Otaku

    Que dor no meu coração,pagar 19,90 em jornal…Só sendo muito fan mesmo.

  • Herbert

    Papel jornal por 19,90? Foge que é cilada BIno! kkkkkkkkkkkkkkk
    Então quer dizer que por ter sobrecapa que é negócio que acho incomodo pakas assim como o quero mais acima nos comentários disse vou ter dois reais a mais como parte do padrão??? Padrão capa cartão offset/ Offwhite= 20,90 – 21,90, Preço Padrão de Papel Jornal (descartável) =19,90 e finalmente miolo offwhite com sobrecapa = 24,90, visshhh, após dropar Lobo Solitário dificilmente começo uma nova coleção até que acabe o Slam Dunk pelo menos, porque temo por novos aumentos de preço. Imagina o preço na edição 5? Já tá 25,00 conto na edição 1. Tô de boas, mesmo que consiga um trampo e que ele pague bem vou pensar muito antes de começar as coleções da Panini. Vou me manter firme só na JBC mesmo.

    • Herbert

      *negócio que acho incômodo pakas assim como o cara disse mais acima nos comentários….
      Só corrigindo….XD
      Imagina esses mangás de 22,90-24,90 na edição 10? kkkkkkk

  • Miguel Fara

    Golden Kamuy é MT interessante…
    Em dúvida pois ainda tá em publicação e terá aumento sem dúvida…

  • Ruan Harlley

    vou pegar o novo mangá da Io Sakisaka por que deixei passar Aoharaido (que só tenho só o vol.1 eo 2) e hj me arrependo. como é da autoria da Io vou comprar vai que esgotem também!

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: