Retrospectiva 2019 – Outras editoras

Nem só de JBC, NewPOP e Panini vive o mercado brasileiro de mangás. Existem editoras secundárias que volta e meia publicam quadrinhos japoneses, além daquelas empresas eventuais que, no meio de suas publicações, aparece um por mero acaso.

Em 2019, isso não foi diferente e tivemos mangás por várias editoras diferentes. Ao todo, foram 11 obras por 6 editoras distintas. Vamos falar delas uma a uma.


Agir


Apesar de aparecer primeiro nesta matéria, a editora Agir foi a última surpresa de 2019. De repente, não mais que de repente, surgiu a pré-venda de A Mágica da Arrumação em Quadrinhos, o mangá que adapta um dos livros da Marie Kondo, aquela famosa maga da arrumação, e logo foi publicado.

Possuindo apenas um volume no total, o mangá foi lançado em novembro, tanto em formato impresso, quanto digital. Fizemos resenha da versão em ebook e você pode lê-la clicando aqui.

Esse é um daqueles casos em que a empresa lançou um mangá apenas por “coincidência” e não porque pretende entrar nesse ramo, tanto que a obra foi lançada com o sentido de leitura ocidental. Kondo se tornou famosa e a publicação de uma história em quadrinhos baseado no trabalho dela é algo bastante natural, ainda mais que os livros já haviam saído no Brasil e tinha sido sucesso.


Darkside Books


Após dois anos, a Darkside Books voltou a lançar mangás. Em 2017, a empresa havia publicado o volume único Fragmentos do Horror, de Junji Ito, e não lançou mais. Em 2018, no entanto, a empresa anunciou que publicaria A Menina do Outro Lado, de Nagabe, o primeiro mangá de mais de um volume da editora. A ideia da empresa era lançar ainda naquele ano, mas ele acabou adiado e só saiu agora em 2019.

Assim como a obra de Ito, A Menina do Outro Lado veio no acabamento padrão da empresa, em capa dura e no total três volumes foram lançados em 2019. Fizemos resenhas deles e você pode conferir todas, clicando aqui. A obra ainda está em andamento no Japão com 8 volumes.

A editora não ficou apenas no lançamento da obra de Nagabe. Ela anunciou a publicação de mais um mangá, DEATHCO, de Atsushi Kaneko, obra completa em 7 volumes no Japão. Ela tinha previsão de ser lançada ainda em 2019, mas acabou ficando para 2020.


Devir


A editora Devir teve um ano parado em relação aos mangás. A empresa só publicou dois volumes novos em 2019, os números 6 e 7 de The Ancient Magus Bride, nos meses de setembro e outubro respectivamente. Antes disso, a empresa havia reimpresso os mangás O Homem que Passeia e Uzumaki que estavam esgotados.

Em 2018, vale recordar, a empresa a anunciou que publicaria em 2019 o mangá A Distant Neighborhood, de Jiro Taniguchi, mas ele acabou ficando para 2020. Quem também ficou para 2020 foi o relançamento de O Gourmet Solitário, também de Taniguchi. Este sairá já nos primeiros dias do ano.


Pipoca & Nanquim


Depois de ter publicado Guardiões do Louvre em 2018, a editora Pipoca & Nanquim conseguiu mais três licenças para 2019, todos volumes únicos.

Virgem Depois dos 30 saiu em maio, O Último Voo das Borboletas e O Preço da Desonra saíram em setembro. Fizemos resenha dos dois primeiros e você pode conferir, clicando aqui e aqui.

Em 2020, a empresa publicará mais mangás, estando garantidos pelo menos cinco obras novas. Já para o início do ano está previsto uma nova obra da coleção do Louvre, Rohan no Louvre, de Hirohiko Araki. A empresa também já anunciou publicará um novo mangá de Hiroshi Hirata.


Novatec


A Novatec, para quem não conhece, é uma editora de livros técnicos e, vez ou outra, ela também publica mangás, mas mangás voltados para os estudos. Em 2019, foi lançado apenas um novo livro, o Guia Mangá Análise de Regressão, ainda no mês de janeiro.

A editora ainda tem duas obras anunciadas Guia Mangá Baterias e Guia Mangá Imunologia, ainda não há data precisa para serem publicadas.


Veneta


A editora Veneta havia publicado em 2018 o mangá Ayako, de Osamu Tezuka, e havia a expectativa de que a editora publicasse alguma nova obra. No final do ano passado, a empresa já havia sinalizado que haveria mais e isso se concretizou.

Em novembro, a empresa publicou o volume único O Homem sem Talento, de Yoshiharu Tsuge. Fizemos resenha da obra e você pode lê-la, clicando aqui.

Ao que tudo indica, para 2020 deve ter mais mangás pela editora Veneta. Ainda não há nenhum título anunciado, mas a editora já deixou claro que terá obras novas sim.


Todavia


Em 2019, a editora Todavia anunciou a publicação de seu primeiro mangá, Demência 21, de Shintaro Kago. A empresa desde o anúncio divulgou que o lançamento ocorreria apenas em 2020. No momento em que esta postagem vai ao ar, ainda não há um mês exato para a publicação da obra.


Retrospectiva é uma série de postagens que fazemos todos os anos para relembrar o que de melhor e pior aconteceu no mercado brasileiro de mangás, além de outras notícias relacionadas ou não ao nosso país. Para ver todas as postagens deste ano, clique aqui.

%d blogueiros gostam disto: