Retrospectiva 2019 – Outras editoras

Nem só de JBC, NewPOP e Panini vive o mercado brasileiro de mangás. Existem editoras secundárias que volta e meia publicam quadrinhos japoneses, além daquelas empresas eventuais que, no meio de suas publicações, aparece um por mero acaso.

Em 2019, isso não foi diferente e tivemos mangás por várias editoras diferentes. Ao todo, foram 11 obras por 6 editoras distintas. Vamos falar delas uma a uma.


Agir


Apesar de aparecer primeiro nesta matéria, a editora Agir foi a última surpresa de 2019. De repente, não mais que de repente, surgiu a pré-venda de A Mágica da Arrumação em Quadrinhos, o mangá que adapta um dos livros da Marie Kondo, aquela famosa maga da arrumação, e logo foi publicado.

Possuindo apenas um volume no total, o mangá foi lançado em novembro, tanto em formato impresso, quanto digital. Fizemos resenha da versão em ebook e você pode lê-la clicando aqui.

Esse é um daqueles casos em que a empresa lançou um mangá apenas por “coincidência” e não porque pretende entrar nesse ramo, tanto que a obra foi lançada com o sentido de leitura ocidental. Kondo se tornou famosa e a publicação de uma história em quadrinhos baseado no trabalho dela é algo bastante natural, ainda mais que os livros já haviam saído no Brasil e tinha sido sucesso.


Darkside Books


Após dois anos, a Darkside Books voltou a lançar mangás. Em 2017, a empresa havia publicado o volume único Fragmentos do Horror, de Junji Ito, e não lançou mais. Em 2018, no entanto, a empresa anunciou que publicaria A Menina do Outro Lado, de Nagabe, o primeiro mangá de mais de um volume da editora. A ideia da empresa era lançar ainda naquele ano, mas ele acabou adiado e só saiu agora em 2019.

Assim como a obra de Ito, A Menina do Outro Lado veio no acabamento padrão da empresa, em capa dura e no total três volumes foram lançados em 2019. Fizemos resenhas deles e você pode conferir todas, clicando aqui. A obra ainda está em andamento no Japão com 8 volumes.

A editora não ficou apenas no lançamento da obra de Nagabe. Ela anunciou a publicação de mais um mangá, DEATHCO, de Atsushi Kaneko, obra completa em 7 volumes no Japão. Ela tinha previsão de ser lançada ainda em 2019, mas acabou ficando para 2020.


Devir


A editora Devir teve um ano parado em relação aos mangás. A empresa só publicou dois volumes novos em 2019, os números 6 e 7 de The Ancient Magus Bride, nos meses de setembro e outubro respectivamente. Antes disso, a empresa havia reimpresso os mangás O Homem que Passeia e Uzumaki que estavam esgotados.

Em 2018, vale recordar, a empresa a anunciou que publicaria em 2019 o mangá A Distant Neighborhood, de Jiro Taniguchi, mas ele acabou ficando para 2020. Quem também ficou para 2020 foi o relançamento de O Gourmet Solitário, também de Taniguchi. Este sairá já nos primeiros dias do ano.


Pipoca & Nanquim


Depois de ter publicado Guardiões do Louvre em 2018, a editora Pipoca & Nanquim conseguiu mais três licenças para 2019, todos volumes únicos.

Virgem Depois dos 30 saiu em maio, O Último Voo das Borboletas e O Preço da Desonra saíram em setembro. Fizemos resenha dos dois primeiros e você pode conferir, clicando aqui e aqui.

Em 2020, a empresa publicará mais mangás, estando garantidos pelo menos cinco obras novas. Já para o início do ano está previsto uma nova obra da coleção do Louvre, Rohan no Louvre, de Hirohiko Araki. A empresa também já anunciou publicará um novo mangá de Hiroshi Hirata.


Novatec


A Novatec, para quem não conhece, é uma editora de livros técnicos e, vez ou outra, ela também publica mangás, mas mangás voltados para os estudos. Em 2019, foi lançado apenas um novo livro, o Guia Mangá Análise de Regressão, ainda no mês de janeiro.

A editora ainda tem duas obras anunciadas Guia Mangá Baterias e Guia Mangá Imunologia, ainda não há data precisa para serem publicadas.


Veneta


A editora Veneta havia publicado em 2018 o mangá Ayako, de Osamu Tezuka, e havia a expectativa de que a editora publicasse alguma nova obra. No final do ano passado, a empresa já havia sinalizado que haveria mais e isso se concretizou.

Em novembro, a empresa publicou o volume único O Homem sem Talento, de Yoshiharu Tsuge. Fizemos resenha da obra e você pode lê-la, clicando aqui.

Ao que tudo indica, para 2020 deve ter mais mangás pela editora Veneta. Ainda não há nenhum título anunciado, mas a editora já deixou claro que terá obras novas sim.


Todavia


Em 2019, a editora Todavia anunciou a publicação de seu primeiro mangá, Demência 21, de Shintaro Kago. A empresa desde o anúncio divulgou que o lançamento ocorreria apenas em 2020. No momento em que esta postagem vai ao ar, ainda não há um mês exato para a publicação da obra.


Retrospectiva é uma série de postagens que fazemos todos os anos para relembrar o que de melhor e pior aconteceu no mercado brasileiro de mangás, além de outras notícias relacionadas ou não ao nosso país. Para ver todas as postagens deste ano, clique aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s