Pipoca & Nanquim divulga a lista de suas obras mais vendidas em 2019

Os três mangás publicados durante o ano se encontram nela

Na última terça-feira, 14 de janeiro de 2020, a editora Pipoca & Nanquim divulgou, por meio de um vídeo em seu canal no Youtube, a lista de suas dez obras mais vendidas em 2019. Os três mangás publicados pela empresa no ano (O Preço da Desonra, Virgem Depois dos 30 e O Último Voo das Borboletas) ficaram entre os mais vendidos. Vejam a lista a seguir:

  • 1º Os mitos de cthulhu
  • 2º O Preço da Desonra
  • 3º Solitário
  • 4º Druuna #01
  • 5º Druuna #02
  • 6º Druuna #03
  • 7º Virgem Depois dos 30
  • 8º O relatório Brodreck
  • 9º Conan #03
  • 10º O Último Voo das Borboletas

Com exceção de O Relatório Drodeck, lançado em 2018, todos os demais títulos foram publicados no ano de 2019. A empresa, porém, não revelou os números estimados de vendas, apenas comentou novamente que O Preço da Desonra vendeu quase 3000 cópias apenas na pré-venda.

A editora também comentou novamente que vai ter um novo mangá do Hiroshi Hirata em 2020, mas ainda não revelou o título. Além disso, a empresa disse que pretende ir atrás de um novo mangá da Kan Takahama, mas não deve ser para este ano. No vídeo foi citado que um dos títulos futuros poderia ser Nyx no Lantern, mas não foi nenhum anúncio, eles apenas disseram que querem trazer.

4 comentários

  1. Aproximadamente 3000 exemplares vendidos só na pré-venda… Gostei da postura da editora em divulgar resultados (apesar de serem muito vagos para nós, leitores). Isso me lembra um post do Mais de 8000 sobre uma mesa redonda que teve em novembro do ano passado sobre a pergunta que um leitor fez sobre a real situação do mercado brasileiro em relação ao japonês e como fariam pra ganhar mais público. Teve uma parte bem interessante nesse artigo onde a mediadora diz que segundo o Sebrae, existe, em potencial 2 milhões de leitores em potencial.
    É por causa desse contraste de número de “sucesso de vendas” ao número de leitores em potencial que sou contra a goumertização de mangás. O Brasil tem problemas? Sim e muitos! Então, como empresas, todas as editoras têm que ser muito cuidadosos para buscar alternativas inteligentes e se preocupar mais em ganhar público do que agradar meia dúzia de gourmetzinhos que quer porra de capa dura, BIG, TRIG, etc.
    Segue o link da matéria: https://maisdeoitomil.wordpress.com/2019/11/08/pergunta-da-plateia-faz-editores-de-mangas-perderem-o-rebolado-em-mesa-redonda/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Muito bem,assino em baixo,os preços estão cada vez mais caros,ta dificil manter o habito de compra com os preços só subindo

      Curtir

    2. Infelizmente o mangá em formato físico foi feito para ser goumertizado, conheço poucas pessoas que compram mangás sem antes conhecer a obra (seja pq assistiu o anime ou já linha lido por scan).
      Vou além e digo que existem 2 milhões de leitores em potencial, porém são leitores de livros ou de quadrinhos? Existe uma grande diferença no perfil dos dois e isso também deveria ser levado em consideração.

      Curtir

      1. É que publicam mangás demais com volumes demais. Quando eu começo uma coleção como BNHA ou Akira, eu tenho que encarar como um investimento (no sentido de que eu pergunto “O quanto a obra vai me divertir ao gastar esse tanto de dinheiro” e “O quanto eu vou olhar pra coleção depois de finalizada e verei que o dinheiro gasto foi bom”), é dificil comprar pra conhecer, no minimo eu tem que se ter uma referência para que isso acontece.

        Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s