JBC fala sobre a volta das assinaturas e dá outras informações

Saiba mais

Na tarde desta quinta-feira, 02 de julho de 2020, a editora JBC publicou um vídeo em seu canal no Youtube em que deu algumas informações sobre a empresa. Participaram do vídeo, Edi Carlos Rodrigues (Gerente de Marketing), Marcelo del Greco (Gerente de Conteúdo) e Marina Shoji (CEO).

Foram discutidos três temas no vídeo, os mangás digitais, a impressão sob demanda e as assinaturas. A seguir resumimos o que de mais importante foi falado.


MANGÁS DIGITAIS


A editora falou da importância do digital, de que ele não veio para substituir os produtos impressos, entre outras coisas já ditas em oportunidades anteriores. Entretanto, a JBC contou os detalhes de como a empresa iniciou nesse meio. Marina Shoji comentou que os japoneses têm uma preocupação muito grande com a segurança dos arquivos e a negociação do digital foi um pouco demorada e exigiu umas duas viagens ao Japão.

Já o simulpub era um sonho desde o início e a empresa tinha como meta publicá-los e foi atrás. E foi atrás mesmo na figura do Edens Zero. O mangá Edens Zero seria publicado simultaneamente em vários países, mas o projeto não foi oferecido para a JBC inicialmente e foi a própria empresa brasileira que se candidatou e conseguiu a licença para publicar a obra.

Depois disso, outros simulpubs vieram, The Seven Deadly Sins, Mashima Hero’s, Cardcaptor Sakura Clear Card Arc e The ghost In the Shell The Human Algorithm.


IMPRESSÃO SOB DEMANDA


A empresa também voltou a falar da Impressão Sob Demanda, a possibilidade de as pessoas comprarem um título e ele só ser impresso após essa compra. Atualmente, a JBC tem apenas títulos nacionais sendo oferecidos (O Henshin Mangá 1 e o Henshin Mangá 2), mas ela está trabalhando para que em breve consiga disponibilizar isso para os títulos licenciados também. Isso não é uma coisa simples, pois é necessário que os donos da licença (editora japonesa) aceite como algo viável e rentável.

Ainda sobre a impressão sob demanda, não é a JBC que faz a impressão e nem são as gráficas comuns, mas sim uma empresa especializada nesse tipo de publicação. A JBC conversou com duas empresas, até fechar com a Um Livro, que já usada por diferentes editoras de livros pelo Brasil.


ASSINATURAS


A JBC vai voltar com o serviço de assinatura. A empresa já tinha anunciado antes que Vigilante: My Hero Academia Illegals teria assinatura, mas agora a JBC também divulgou que os mangás That Time I Got Reincarnated as a Slime e The Seven Deadly Sins também terão assinatura. No caso deste último, serão os volumes finais, junto com o spin-off The Seven Deadly Sins – Seven Days. Os quinhentos primeiros a assinar o The Seven Deadly Sins ganharão um porta-copo da série.

Vigilante e Slime terão uma série de marcadores de páginas como brinde.


A editora diz que aos poucos quer melhorar o programa, que será uma das formas de manter um resumo do que está acontecendo e do que está sendo produzido pela JBC. Ainda segundo a empresa, eles continuam trabalhando nos mangás a todo vapor e em breve deverão fazer um novo vídeo para falar sobre o status de cada título. Vejam o vídeo na íntegra:

5 Comments

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: