Resenha: Bloom Into You #01

Mais um florescimento

Uma das maiores surpresas dos últimos tempos foi o anúncio do mangá Bloom Into you pela editora Panini. A obra era um título que todo mundo esperaria saindo no Brasil, que era uma questão de tempo para vir, mas ninguém imaginaria que a editora é que fosse lançar.

Pela temática de romance entre duas garotas, esperava-se que viesse pela NewPOP, mas apareceu pela Panini. Boa surpresa para diversificar o catálogo da empresa.

De autoria de Nio Nakatani, Bloom Into You foi publicado no Japão entre 2015 e 2019 na revista de mangás Comic Dengenki Daioh (uma revista voltada para meninos e adolescentes), da editora ASCII Media Works, tendo seus capítulos compilados em um total de 8 volumes. A obra ganhou maior relevância após uma adaptação em anime ter sido exibida em 2018.

No ocidente, Bloom Into You já é (ou foi) publicado em boa parte dos grandes mercados de mangás. No Brasil, ele foi anunciado pela editora Panini em dezembro de 2020 e começou a ser publicado em abril de 2021, ganhando um volume novo a cada dois meses.

A protagonista

Bloom Into You conta a história da adolescente Yuu Koito e a sua intensa preocupação sobre o que é gostar de alguém… Enquanto todas as suas amigas já falam e/ou vivenciam o amor e suas desilusões, Yuu sequer sabe o que significa estar apaixonada, não conseguindo sentir emoções desse tipo, mesmo conhecendo elas dos mangás que ela lia.

Em sua nova escola, porém, Yuu acabará encontrando com Touko Nanami, membro do conselho estudantil, e a primeira terminará achando que a segunda é parecida consigo, por também não sentir emoções quando recebe declarações de amor. Entretanto as coisas mudam logo, e Touko terá um sentimento pela primeira vez, Touko se apaixonará por Yuu…

Touko

Este primeiro volume tem todo o clima de uma introdução a uma história maior, de um possível grande amor entre Yuu e Touko, bem como todas as complexidades advindas disso. A obra se mostra nesse volume inicial como um romance escolar semi-convencional, na qual a protagonista vê-se no dilema de não saber o que é amor, de querer entender o que é esse sentimento, ao mesmo tempo em que coisas acontecem na escola e na vida dela.

O clima da obra é extremamente leve e sem maiores conflitos. Existem algumas passagens em que poderiam se desenvolver para uma rusga, para um mal entendido, para uma grande briga até, mas as personalidades dos personagens não permitem isso e nada acontece, mantendo um clima de calma, fazendo com que tudo corra bem e a relação entre os estudantes se desenvolva bem.

Embora coisas estejam acontecendo na escola – no caso, a eleição para presidente do conselho estudantil – a história de verdade é a que se encontra na cabeça de Yuu, seus pensamentos, suas indecisões, suas dúvidas, que se manifestam também em suas atitudes (ajudando a garota, se envolvendo nos planos dela, etc).

Por que Touko gosta de Yuu? Como Yuu não sabe o que é esse sentimento, essa é uma dúvida que perpassa a cabeça da garota em um momento do volume, questionando-se sobre os motivos de ter feito a amiga despertar esse sentimento. Ainda que encontre uma resposta sozinha, a falta de entendimento sobre o que é o amor permanece.

Yuu é uma adolescente comum, na verdade. Não saber o que significa estar apaixonada é bastante normal para muita gente, afinal não existe fórmula para se gostar de alguém, não existe tempo certo para as coisas acontecerem. Alguns começam a sentir as coisas mais cedo, outros mais tarde e está tudo bem com isso.

Mesmo ao ter o primeiro beijo, Yuu continua com a mesma cabeça, com as mesmas dúvidas, não conseguindo sentir o amor aparecer para ela (ou não conseguindo distinguir isso) e está tudo bem mesmo, é normal, é o natural.

A história assim vai passando e o volume inicial acaba do jeito que começou, com um clima bastante leve, não existindo aquele dramalhão exacerbado, nem aquelas cenas demoradas de choro, tudo acontece de uma maneira calma, com conselhos, com conversas, etc.

Bloom Into You é um mangá bastante simples em sua proposta e – por causa disso mesmo – tem um grande potencial a agradar todos os que gostam de uma obra de romance. Existe beijo entre duas meninas, sim, mas a abordagem da obra é bem diferente de títulos como Citrus e Sunset Orange, sendo algo mais para a família, que conversa com todos.

Existe aquela velha coisa de “somos duas meninas”, como se fosse algo estranho duas garotas namorarem, mas o desenvolvimento do volume é todo em torno apenas dos sentimentos, do amor verdadeiro, etc.

É uma obra muito legal e que vale a pena ler.

***

A edição brasileira de Bloom Into You veio no formato padrão da editora Panini (13,7 x 20 cm, com miolo em papel offwhite e capa cartonada simples) e possui as mesmas benesses e problemas das obras recentes da editora no mesmo formato. A edição é bem maleável permitindo folhear a obra facilmente. Por outro lado, também há transparência nas páginas, algumas vezes acentuada, o que pode incomodar muitos consumidores, ainda mais pelo preço ser R$ 29,90.

Ele vem sendo lançado um volume a cada dois meses desde abril, já tendo sido publicados dois números até o momento. Apesar do preço elevado (e que não condiz com a qualidade oferecida), Bloom Into You parece ser uma boa pedida para quem deseja uma obra de romance mais levinha agora que Furi Fura – Amores e Desenganos acabou.

A gente recomenda bastante essa obra, mas consideramos que o ideal é esperar promoções, pois R$ 29,90 realmente é um valor alto demais para todo mundo.

Ficha Técnica

Título Original: やがて君になる
TítuloBloom Into You
Autor: Nio Nakatani
Tradutor: Karen Kazumi Hayashida
Editora: Panini
Número de volumes no Japão: 8 (completo)
Número de volumes no Brasil: 2 (ainda em publicação)
Dimensões: 13,7 x 20 cm
Miolo: Papel offwhite
Acabamento: Capa cartonada simples
Classificação indicativa: 16 anos
Preço: R$ 29,90
Onde comprar: Amazon / Loja da Panini

1 Comment

  • O que me deixa triste com a qualidade de Bloom (e dos mangás da Panini nesse formato), é que outros com maior qualidade veem com o mesmo preço (vulgo Paradise Kiss), sei que estão subsidiando esses, mas me dá uma sensação de que estou sendo trouxa :v
    Enfim, Bloom Into You é uma ótima obra pro que se propõe, usa os clichês, mas não em demasia, é um mangá de romance com um arco narrativo comum, mas que definitivamente não é genérico

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: