E como anda “Toriko” em outros países?

O insucesso se repete?

Desde meados de fevereiro, os fãs de Toriko foram expostos a uma realidade que não esperavam, o mangá não estava vendendo bem e ficou uns meses sem sair por estar em “estudo de continuidade”. O medo da geladeira foi forte, mas pouco tempo depois o resultado do estudo foi divulgado e a Panini mudou a periodicidade do mangá para quadrimestral, aumentou o preço para R$ 18,90 e tornou a obra exclusiva de livrarias e lojas especializadas.

Como dissemos em outra postagem, a estratégia nos parece boa, pois visa dar continuidade à obra sem comprometer a saúde financeira da empresa. Entretanto isso não faz a editora deixar de ser menos culpada pelo fracasso do mangá, afinal essas mudanças foram claramente uma consequência dos erros sucessivos da empresa que se perpetuam até hoje (problemas de distribuição, indisponibilidade de volumes para a criação de novos consumidores, etc, etc).

Mas como está a série em outros países? Será que Toriko não se sustenta e também passou por percalços nos demais mercados de mangás? Ou a publicação seguiu sem interrupções? É isso o que viemos mostrar a vocês hoje^^.

***

  • Alemanha

Na Alemanha, Toriko é publicado pela Kazé (um dos braços da Viz /Shueisha) desde março de 2012 em periodicidade bimestral e não sofreu qualquer atraso desde então. Em março de 2018 foi publicado o volume 37 e o volume 38 está previsto para maio.

Como mantém sua regularidade constante, o título deve ser concluído em março do ano que vem sem percalços pelo caminho. Se vende bem ou se vende mal ninguém tem como saber, mas dado que a obra foi publicada regularmente, ao menos ela deve conseguir se pagar sem problemas.

  • Espanha

Na Espanha, o mangá é publicado pela editora Planeta DeAgostini desde novembro de 2012 e aparentemente não está indo muito bem. Por lá o título começou a ser publicado em periodicidade mensal e seguiu assim até fins de 2014 apenas com um ou outro atraso ocasional. A partir de 2015, porém, a coisa desandou e ele passou a ser publicado irregularmente, tendo apenas 3 volumes lançados por ano desde então.

A primeira grande pausa ocorreu em março de 2015 quando foi publicado o volume 23. O tomo seguinte só foi publicado oito meses depois, em novembro. A partir daí os volumes saíram com diferença, de 3, 4 ou até 6 meses entre um e outro. Em janeiro, a empresa publicou o volume 31. O 32º está previsto para junho.

Em 2015, em uma entrevista para o site Ramen Para Dos, a editora deixou claro que a questão das vendas era um dos motivos para o espaçamento do lançamento do mangá e ainda explanou: “[Toriko] não é uma obra que agrada a todo o leque de leitores disponíveis, é mais direcionado para quem gosta de algo do estilo gráfico de Hokuto no Ken, mas com uma cozinha“. Na ocasião, a editora tinha em mente deixar a obra trimestral e terminar 2016 com 28 volumes publicados. Não conseguiu…

Vale lembrar que a editora Planeta sempre reinveste em suas séries. Todo ano a empresa republica o volume 1 de seus mangás a um preço baixíssimo, justamente para tentar criar novos leitores e Toriko não ficou de fora. Algo bem diferente de uma certa filial de uma editora italiana…

Uma coisa interessante é que antes do mangá começar sua irregularidade, a Planeta publicou o especial One Piece x Toriko, de 20 páginas, distribuindo-o gratuitamente em um evento na Espanha.

  • Estados Unidos

Nos Estados Unidos, o mangá é publicado pela editora Viz desde junho de 2010. Inicialmente lançado em periodicidade trimestral, o título tornou-se bimestral a partir da edição 8 em fevereiro de 2012 e permaneceu assim até a edição 35, publicado em agosto de 2016. A partir daí voltou a ser trimestral.

Em fevereiro de 2018 foi publicado o volume 41. O 42 está previsto para maio e o 43 e último para agosto deste ano.

  • França

Na França, assim como nos Estados Unidos, o mangá está em vias de conclusão. A obra é lançada no país pela editora Kazé desde setembro de 2011 e é publicada bimestralmente desde então. Em março foi publicado o volume 41, em maio será lançado o 42 e em julho a obra será concluída.

Na França, Toriko ainda ganhou alguns boxes, um contendo os volumes 1 a 3 (coisa comum no país), um contendo os volumes 25 e 26 e outro contendo o volume 24, um guidebook da série e o spin-off Toriko Gaiden. O guidebook de Toriko e o spin-off também foram publicados na França de forma avulsa.

Vale ainda uma menção especial para o one-shot One Piece x Toriko igualmente publicado na França. A menção especial se deve ao fato de que os mangás são publicados por editoras diferentes no país (One Piece sai pela Glénat) e as duas editoras se uniram para publicar o folheto^^.

  • Itália

Na Itália, Toriko é publicado pela editora Star Comics desde fevereiro de 2012 em periodicidade bimestral. A partir de 2014, a obra passou a sair irregularmente, mas um irregular positivo. A empresa publicava volumes por dois ou três meses seguidos e depois deixava ele de folga por um mês ou dois para então voltar e publicar mais dois ou três volumes.

Em janeiro a editora publicou o penúltimo volume. O tomo final está previsto para maio, tornando a Itália o primeiro país do ocidente a concluir o mangá. Vale comentar que em 2014, a empresa publicou o guidebook também.

***

Em resumo: Itália, França e Estados Unidos, respectivamente, terminarão de publicar o mangá ainda este ano. A Alemanha terminará de publicar ano que vem. E a Espanha, assim como o Brasil, ainda deve demorar um bocado para concluir a obra.

Toriko é inédito na Argentina, na Colômbia, no México, na Polônia e em Portugal.

Curta nossa página no Facebook

 Nos siga no Twitter

BBM

2 Comments

  • Legal esse fato de duas editoras se unirem para uma publicação. Isso mostra o quão importante a propaganda o é, de fato. Uma acaba atraindo comprador da outra, interessante. 🙂

  • outra mentira da editora espanhola é comparar com Hokuto, sou leitor de hokuto e nao, nao é um hokuto com cozinha, alem de hokuto estar anos luz em enredo e traço, cozinha é o menor dos problemas de toriko.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: