“Virgem depois dos 30”: Confira a capa, o preço e mais detalhes do mangá

Detalhes foram divulgados

Na manhã desta quinta-feira, 04 de abril de 2019, entrou no ar no site da Amazon, a pré-venda do mangá Virgem depois dos 30, de Atsuhiko Nakamura e Bargain Sakuraichi, o novo lançamento da editora Pipoca & Nanquim.  O título virá no formato 15,5 x 22 cm, com miolo em papel Lux Cream, e capa cartonada com sobrecapa. O preço será R$ 49,90.

Capa nacional

Virgem Depois dos 30 possui apenas 1 volume de 240 páginas e foi publicado em 2016 pela editora Leed. No ocidente, a obra já foi publicada na França  e agora chegará ao Brasil. A previsão de lançamento é para o dia 8 de maio. Para comprar em pré-venda, basta clicar aqui.

Sinopse oficial: Um mangá totalmente improvável, mas absolutamente necessário. Um retrato nu e cru, sem maquiagem, de um problema real dos dias de hoje. No Japão, um em cada quatro homens solteiros acima dos trinta anos de idade nunca teve relações sexuais, o que representa mais de dois milhões de virgens! Neste mangá-documentário, acompanharemos de perto a vida de oito deles. Vidas muito reais de homens excluídos por uma sociedade individualista e egocêntrica, que tentam lidar com seus sofrimentos e desejos, com a esperança e a desilusão, com o orgulho e a vergonha, com a humilhação pública! Homens que são, ao mesmo tempo, vítimas e responsáveis pela sua condição de virgens de meia-idade, buscando a aceitação dos outros sem que eles próprios se aceitem como são. Este é o polêmico documentário do autor best-seller Atsuhiko Nakamura, que revelou o gravíssimo problema social por trás dos virgens de meia-idade existentes no Japão. O livro foi adaptado para o formato mangá por Bargain Sakuraichi, mangaká cultuado no meio artístico por seu traço meticuloso e realista. A edição da Pipoca & Nanquim tem 244 páginas, capa cartão impressa com tinta especial e sobrecapa, marca-página e extras com textos complementares do autor. (Alerta de gatilho emocional: automutilação e suicídio.)
Anúncios

19 comentários

  1. Cara, eu adoro otaku e as comparações que eles fazem.
    “Ta caro demais, meu shonen de lutinha com tiragem cinco vezes maior, distribuição em bancas, paginas caindo e ‘pitadas de ecchi’ custa mais barato” HAHAHAHAHAHAHAHA
    Sempre me divirto

    Curtido por 1 pessoa

  2. Independente de comparações com “shonen de lutinhas”, pesaram a mão no preço, e ta com um valor muitíssimo elevado para o padrão físico do mangá.
    Muito parecido com Blame que custa 24 reais, “há mas não é so isso que determina”, sim, todo mundo sabe que tem tiragem, contrato e outros fatores, mas custar o DOBRO do preço me parece um pouco demais.
    Uns 35 reais, até uns 40 reais era aceitável, mas 50 reais ? Não, ta muito acima.
    Tenho interesse, mas vou passar.

    E vocês precisam parar de passar pano em editora, so pq é “queridinha”, se fosse a JBC estariam metendo o pau, se fosse a panini então, o apocalipse já estaria acontecendo.

    Curtir

    1. Concordo com você em tudo. Nem mesmo a versão BIG da JBC em Lux Cream de boa qualidade que custa de 43-45 está 50 conto. Se fosse Panini acho que os caras iam até fazer manifestação na porta da editora e se fosse a JBC iriam xingar nos comentários na Henshin, e em todas as redes sociais e ainda iriam na loja física (Japorama) pra reclamar.

      Curtir

  3. Yuuna San tem a mesma sobrecapa,um papel melhor,e tá por 24,90
    Ainda não entendi o preço desse mangá,sem contar que ninguém conhece esse título,eu vou comprar,mas só numa promoção daquelas relâmpago que o preço cai bastante

    Curtir

  4. O preço está similar ao do Fragmentos do Horror da Darkside que é uma editora que tem uma proposta parecida em termos de acabamento, mas não acho que esse título seja tão chamativo. Não vou comprar pois não me interessou.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Esse assunto do “Virjão de 30 anos” é complicado…
    Mas há casos piores que isso… (sem querer justificar o caso)
    Soube que um “garanhão” da minha vizinhança que corre o risco de ir em cana por não ter grana pra pagar pensão dos filhos !
    Quer ser o “garanhão” e ter crias?? tenha grana

    Curtir

  6. É uma forma de lançar esses produtos que obviamente não atinge nem mesmo o nicho de colecionadores de mangá. Pra mim já está descartado, muito caro, principalmente considerando que não tenho expectativa nenhuma no título e não encontro nada de relevante sobre ele na internet. Talvez se um dia surgir uma promoção relâmpago na Amazon de uns 70% ou usado.

    Curtir

  7. Rapaz, pode tá meio caro sim, mas esses caras nunca colocam nada sem sentido, sem falar na qualidade dos produtos. A questão em sim não é o preço e sim ter o dinheiro para comprar, e outra, eles falaram antes como ia ser e que não ia ser uma coisa qualquer se o preço é alto e o produto é de boa qualidade vale a pena comprar sim.

    Curtir

  8. Panini é uma das editoras mais mercenárias do mercado e agora tá lançando mangás nesse formato custando cerca de 24,90, e tá caro, ai me vem o Pipoca e Nanquim e me faz um mangá no mesmo formato e custando o DOBRO, e tem maluco pra defender a editora. Se fosse um volume único de um mangá conhecido pelo menos, mas uma completa incógnita igual esse nem ferrando que vale o preço, o jeito é esperar uns descontos de 50% e ai vou começar a pensar a pegar.

    Curtir

    1. Não acho que o fato de ser desconhecido ou não justifique o preço mas sim nesse caso a qualidade do material em si. Até porque quanto a qualidade da obra em si a opinião vai variar bastante. Portanto levando em consideração a edição física e outros preços do mercado como Panini e JBC, está caro pa carai, se fosse qualquer uma das duas já iriam falar em boicote com certeza, até porque a qualidade do material está muito próxima das demais que cobram 20-25 reais.

      Curtir

    2. Não é o mesmo formato. Panini usa o 13,7 x 20 cm. Pipoca usará o 15,5 x 22 cm. Panini usa miolo apenas colado. Pipoca usará colado e costurado, igual a NewPOP. O papel também é diferente. A Panini usa o papel chamado apenas de Offwhite, A Pipoca usará o Lux Cream que tem mais qualidade. Então são formatos completamente diferentes, seja em tamanho, seja em acabamento. A única semelhança é ter sobrecapa.

      Curtir

      1. Olá, Kyon, essa conversa de qualidade e CxB acabou me fazendo ter uma dúvida: você saberia dizer qual tipo de miolo os mangás da JBC que a mesma classifica como “de luxo” (Blame!) são? Miolo costurado, colado e costurado, ou apenas colado?
        Minha dúvida é voltada especificamente para Blame!, mas se souber dos outros, agradeço, também.

        Curtir

  9. Não vejo o preço tão absurdo assim não. Tá compatível com a média de preços dos mangás alternativos lançados por outras editoras, como os da Devir no selo “Tsuru”.

    Curtido por 1 pessoa

  10. Não tenho o menor interesse, não faz sentido eu ter esse tema na minha coleção sem contar esse traço horroroso desse “artista”. Aqui não é só pelo valor de capa mas também pelo conteúdo totalmente desinteressante. Eles são muito bons vendedores isso sim, Silvio Santos devia dar uma chance pra eles venderem os produtos da Jequiti para os otakus, ia vender que nem água no deserto 😆

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s