Anúncios

Memória: Baoh – o mangá de Hirohiko Araki perdido no Brasil

Saiu ou não saiu? Eu quero fotos…

Ao ler matérias antigas na Internet sobre o começo da publicação de mangás no Brasil (ocorrida no final dos anos 1980 e início dos anos 1990) provavelmente você se deparará com algum texto falando que uma tal de Editora Dealer teria publicado no Brasil os mangás Cobra e Baoh. Também provavelmente, você acreditará nessas afirmações sem qualquer questionamento.

Cobra é um mangá de Buichi Terasawa e Baoh é de Hirohiko Araki, o autor de Jojo’s Bizarre Adventure, e ambos foram publicados na Weekly Shonen Jump nos anos 1970 e 1980. A publicação deles no Brasil era algo como que uma certeza, que a gente via repetido texto atrás de texto (possivelmente apenas copiado do texto primeiro), mas a gente não achava nada que confirmasse a publicação dos dois.

Com uma pesquisa simples, porém, a gente consegue saber que o mangá Cobra realmente foi publicado no Brasil em 1990, mas apenas um volume de cerca de 50 páginas, em papel jornal e sentido de leitura ocidental (como se fazia na época). Há fotos na Internet e pessoas vendendo o exemplar. Ou seja, embora incompleto o mangá foi, sim, lançado por aqui, temos como comprovar. A seguir você verá algumas delas de um vendedor no Mercado Livre.

Capa da edição brasileira de Cobra. Foto: Mercado Livre
Foto: Mercado Livre
Foto: Mercado Livre
Foto: Mercado Livre

A publicação de Baoh no Brasil, porém, carece de fontes. A gente já viu pessoas na Internet afirmando que a obra realmente foi publicada e jurando de pés juntos que a viu, mas também vimos outras dizendo justamente o contrário, de que o título nunca saiu e é uma lenda urbana.

A verdade é que o Guia dos Quadrinhos (que é o maior banco de dados sobre quadrinhos no Brasil) não tem nenhum dado sobre essa publicação de Baoh, de modo que não é possível saber se o mangá chegou mesmo a ser lançado em nosso país em algum momento. O Guia dos Quadrinhos não é 100% perfeito e depende dos consumidores e colecionadores para alimentar a base de dados, mas se a obra não está lá é porque até hoje não apareceu ninguém que tenha conseguido adquirir o exemplar ou, então, realmente a obra nunca foi lançada.

O que gera dúvida nisso tudo é justamente o mangá Cobra. No único volume dele, há uma propaganda afirmando que Baoh, de Hirohiko Araki, já estaria nas bancas (veja abaixo, em mais uma foto de um anúncio no Mercado Livre).

Foto: Mercado Livre

A publicação de Cobra não é da minha época, de modo que eu não tenho como saber se o Baoh realmente deu as caras por aqui. O que é certo é que nos anos 1990 se publicava muita coisa e várias obras podem ter se perdido no tempo. Ou seja, se Baoh saiu ou não saiu não é possível afirmar. Pessoas podem realmente ter visto a publicação e hoje ela ser uma raridade das raridades, mas também podem ter apenas se enganado por causa da propaganda no final de Cobra. Então o mistério ficará no ar para sempre (ou até fotos do produto aparecerem).

Hoje, 07 de junho de 2020, Hirohiko Araki completa 60 anos. Infelizmente, não nos foi possível desvendar o mistério de Baoh, mas resolvemos escrever esta matéria em homenagem a ele e para mais pessoas ficarem sabendo dessa (quase) publicação^^.

Se você, por ventura, vier a encontrar essa suposta edição brasileira de Baoh, nos mande fotos para que possamos ficar sabendo que a publicação realmente ocorreu^^.


Memória é a nossa postagem de curiosidades em que buscamos relembrar algum fato, episódio ou época do passado do nosso mercado de mangás. Você pode conferir todas as postagens dessa série clicando aqui. Para ver outras curiosidades em geral, clique aqui.

Anúncios

7 Comments

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: